Livro A – 02. A oração que Jesus nos ensinou

livro de encontros para catequese de primeira comunhão

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ámem

Meu Deus, eu creio, adoro, espero e amo-Vos. Peço-Vos perdão para os que não crêem, não adoram, não esperam e não vos amam.

Quando nascemos, éramos muito pequeninos, mas com a ajuda dos nossos pais, dos nossos irmãos, avós, dos outros familiares e amigos fomos crescendo fortes e saudáveis. E agora já estamos mais crescidos, até já fomos para a escola e já fizemos muitos amigos. Porque é bom ter amigos! Além desses amigos que estamos a fazer, há outro muito especial que temos vindo a
descobrir na nossa oração familiar: chama-se Jesus.

Claro que nos lembramos de Jesus! Como é que O poderíamos esquecer?

Jesus também foi pequenino como nós. Também brincou, foi à escola e rezou em família.

Também ficou doente e também teve momentos em que ficava triste ou alegre, tal e qual como acontece conosco. E também tinha muitos amigos com quem brincava e falava. E agora tem mais amigos: nós!

A todos estes amigos, Jesus quer apresentar o Seu Pai. Já falámos um bocadinho do Pai de Jesus na semana anterior. Já sabemos que o Pai de Jesus é Deus, que nos ama muito, mesmo muito, e que é nosso Pai também. Por isso é que somos todos irmãos, de Jesus e uns dos outros.

Um dia, alguns amigos de Jesus aproximaram-se d’Ele e pediram-lhe que os ensinasse a falar com o Seu Pai. Porque eles não sabiam como fazer, já que o Pai de Jesus não se vê… E Jesus ensinou-lhes uma belíssima oração!

Vamos ouvir, com muita atenção.

Obrigado, Jesus, porque és meu Amigo! Obrigado, Jesus, porque gostas de mim!

Leitura (Mt 6, 9-13)
Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Mateus
Jesus disse aos Seus amigos: «Quando quiserdes rezar, rezai assim: ‘Pai nosso, que estais nos céus, santificado seja o Vosso nome, venha a nós o Vosso Reino, seja feita a Vossa vontade assim na terra como no céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje. Perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos
do mal’».
Palavra da salvação.
Glória a Vós, Senhor.

Salmo Responsorial
Guardai-me junto de Vós: na vossa paz, Senhor.
1| Senhor, não se eleva soberbo o meu coração, nem se levantam altivos os meus olhos. Não ambiciono riquezas, nem coisas superiores a mim.


2| Antes fico sossegado e tranquilo, como criança ao colo da mãe. Espera, Israel, no Senhor, agora e para sempre.

Quando Jesus ensinou esta oração aos seus amigos, não era só para eles que Jesus estava a falar. Era para todos nós! Porque Jesus é o nosso maior amigo, que nunca nos abandona, que vai conosco para todos os lados. Esta oração que Jesus nos ensinou começa assim: «Pai nosso». Jesus mostra-nos que Deus é o nosso Pai Celeste. Não é só meu, ou teu, ou desta ou daquela pessoa: é de
todos. Por isso, somos todos irmãos! Deste modo, Jesus diz-nos que devemos ser todos amigos uns dos outros. Porque somos irmãos. Devemos amar e respeitar a todos e não magoar ninguém. Se nos magoarem, devemos perdoar – ou seja, devemos desculpar – para também nós sermos perdoados pelas asneiras que, de vez em quando, também fazemos. Só assim é que mostramos ser verdadeiros amigos de Jesus.

Nós já ouvimos esta oração outras vezes. Nós até já a temos rezado. Se ainda não a sabemos de cor, está na hora de a decorarmos. Porque algo tão importante tem de estar sempre conosco, na nossa mente e, sobretudo, no nosso coração! Vamos rezar muito baixinho o «Pai nosso» completo!

Se ainda não formos capazes, as pessoas que rezam conosco ajudam-nos.

É tão bom saber que Jesus gosta de nós e que nos tem como Seus verdadeiros amigos. Por isso, cheios de alegria, vamos dizer-Lhe com toda a devoção: Jesus, eu gosto de Ti.

1| Jesus, eu quero conhecer e amar mais o Teu Pai…
2| Jesus, eu quero que todas as crianças e adolescentes se deixem tocar pela Palavra de Deus…
3| Jesus, eu quero que a oração que Tu ensinaste seja rezada por toda a gente…
4| Jesus, eu quero que esta epidemia acabe, que os doentes fiquem curados e que todos possamos viver felizes e em paz…

Agora que Jesus nos ensinou a melhor oração para falar com o Seu Pai e depois de a termos rezado muito baixinho, quase em silêncio, agora vamos fazê-lo em voz alta e todos juntos. Então, rezamos:

Pai Nosso que estais nos Céus, santificado seja o vosso Nome, venha a nós o vosso Reino, seja feita a vossa vontade assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje, perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do Mal.

Obrigado, Senhor Jesus, por nos ensinardes essa oração tão bonita e tão importante que é o «Pai nosso». Agora sabemos que é a melhor maneira de falarmos com o Vosso Pai, que é também nosso Pai. Queremos rezar esta oração todos os dias! Ajudai-nos a não nos esquecermos de o fazer.

Vós que sois Deus com Pai na unidade do Espírito Santo. Amém.

O Senhor nos abençoe, nos livre de todo o mal e nos conduza à vida eterna. Amém.

Ave, Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus. Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora da nossa morte. Ámem.

Compromisso
Já dissemos a Jesus que queremos rezar o Pai nosso todos os dias. Não nos vamos esquecer!

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !