O castigo das Gerações

Deus nao castiga Deus é infinito amor

Recentemente, fui ao hospital para um check-up médico devido a problemas que enfrentei com minha visão. No Hospital conheci uma senhora de cerca de 45 anos e comecei uma conversa com ela sobre Deus. Era uma irmã protestante, a conversa durou muito enquanto nos chamavam para o respectivo check-up. Na conversa houve muitos tópicos, os principais sendo o amor de Deus, o estudo aprofundado da Bíblia, ser generoso, porém houve um em que parei para conversar mais com ela do que de costume: O castigo das Gerações.

Não fiquei surpreso ao ouvir essa irmã falar sobre tudo que um suposto “pastor” havia colocado em sua cabeça sobre o assunto. Ela me disse que sofria de uma doença de “enxaqueca” e que isso era devido a uma maldição na família por muitas gerações. Segundo ela, as adversidades que nos acontecem se devem a maldições que nos sobrevêm por pertencermos a um grupo familiar cuja árvore genealógica foi infectada pela iniqüidade, ou seja, os crimes de uma pessoa são transferidos geneticamente para todos os seus descendentes. Eu realmente disse a ele com ternura que isso era uma loucura e que isso era uma interpretação errada do texto bíblico.

Esclareci a questão para ela e acho que ela saiu bem convencida de que Deus não amaldiçoa ninguém, que ele é amor (1 Jo 4,8) e que todos são responsáveis ​​por seus atos.

Este tópico tem sido retomado por muitos “loucos” que acreditam conhecer a Deus e dizem que é muito explícito na Bíblia porque diz: “Vocês não farão ídolos, não farão nenhuma das coisas que estão acima em o céu ou aqui embaixo na terra, nem o que há nas águas sob a terra. Diante deles não se ajoelhe nem os adore; a terceira e a quarta geração daqueles que me odeiam. Mas eu mantenho meu favor por mil gerações aos que me amam e guardam os meus mandamentos ”(Dt 5,8-9). Não quero fazer uma exegese do assunto, pois me estenderia muito e os versos são escassos, mas quero tirar algumas conclusões que nossa Igreja Católica sempre declarou:

1.Deus nos permitiu escolher o caminho, seja o do bem ou do mal ”. Entre pela porta estreita, porque a porta é larga e o caminho que leva à ruína é espaçoso, e muitos são os que passam por ele. é a porta e quão acidentado é o caminho que conduz à salvação! E quão poucos são os que a encontram ”(Mt 7, 13-14).

2. Deus é amor e misericórdia: O ser humano tem um Pai que ama inimaginavelmente a tal ponto que ” Ele deu o Filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê não se perca, mas tenha a vida eterna. Deus não o enviou. Filho para ele, mundo para condenar o mundo, mas para salvar o mundo graças a ele »(Jo 3,16-17).

3. Por nossas obras seremos julgados:Aquele que se diz cristão deve ser homem e mulher que adotou o modelo de vida de Jesus, seu único objetivo é servir ao próximo com amor, não se diz que seja cristão de palavra, deve-se demonstrar com as obras, por isso o apóstolo Paulo diz: “ Se o teu coração está endurecido e te recusas a mudar, estás a preparar para ti um grande castigo para o dia do juízo, quando Deus se apresentar como um justo Juiz. Ele pagará a cada um segundo às suas obras. Ele dará a vida eterna àqueles que seguiram o caminho da glória, honra e imortalidade, sendo constante em fazer o bem; em vez disso, haverá uma sentença de reprovação para aqueles que não seguiram a verdade, mas sim a injustiça “(Rom 2,5-8).

4. Todos são responsáveis ​​por suas ações:A verdade é que estamos muito velhos para culpar nossos antepassados ​​e o diabo por todas as coisas que consideramos ruins em nossas vidas, mas não entendemos que “ Deus tudo arranja para o bem de quem o ama, a quem ele escolheu e chamou “(Rm 8:28). No livro do profeta Jeremias fica bem claro: “ E da mesma forma que me preocupei em arrancá-los, destruí-los, demolí-los, terminá-los e danificá-los, então também estarei atento para construí-los e plantá-los, diz Então já não dirão: «Os pais comeram uvas verdes e seus filhos sofrem de dentes”, mas cada um morrerá pelo seu pecado. Quem comer uvas verdes sofrerá de dentes “(Jr 8,28-30 )

5. O ponto de ruptura:Quem afirma a loucura das maldições geracionais nem mesmo entende o pecado que está cometendo, pois ao afirmar a transmissão de pecados entre parentes não percebe que está falando mal do próprio Jesus, pois em sua linha genealógica está “Rahab la prostituta “(Mt 1,5; cf. Jos 6,17), isto é, segundo eles Jesus também tem algumas maldições na sua vida.

A verdade é que não devemos acreditar nas invenções de muitos que não entendem que Deus não amaldiçoa, mas está sempre nos abençoando

Orlando Carmona 

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !