As consequências do que decidimos

a vida é feita de escolhas

Decido fazer dieta, dar um passeio no parque, visitar um amigo no hospital ou participar de um bate-papo na Internet.

A dieta melhora minha saúde, mas leva a alguma descompensação no sangue. No parque consigo acalmar minhas tensões, mas o tempo passa e no fim não acabo um trabalho urgente. Depois de sair do hospital, sinto uma dor suspeita na garganta que me preocupa.

As decisões que tomamos têm suas consequências. Alguns nos parecem bons, porque pensamos que os resultados dessa atividade serão úteis e bons. Outros julgamos ruins: a ida ao hospital causou um contágio que atinge não só a mim, mas outros familiares.

Reconhecer que nossas decisões têm consequências nos obriga a prestar mais atenção antes de realizar novas ações. Certamente nem todas as consequências são previsíveis, mas algumas poderiam ter sido tidas em consideração, ou porque seriam bons resultados, ou porque seriam prejudiciais para si ou para outrem.

Assumir a responsabilidade pelas consequências daquilo que decidimos não implica chegar a uma angústia contínua ou, pior, a uma espécie de paralisia: a vida a cada momento obriga-nos a decidir. Mesmo aqueles que optam por ficar em casa para evitar contrair vírus perigosos podem prejudicar sua saúde devido à falta de atividades ao ar livre.

Um realismo saudável leva-nos a enfrentar cada dia com uma atenção serena sobre o que pode ser bom e o que pode fazer mal, para promover o primeiro e afastar, na medida do possível, o segundo.

Muitas vezes teremos que verificar que não existem decisões “quimicamente puras” que tenham apenas consequências positivas: até o simples gesto de cumprimentar um familiar pode melhorar nossos relacionamentos, mas também causar novas tensões entre os membros da família que guardam certos rancores em suas vidas. .almas.

Diante das decisões que me são apresentadas neste novo dia, procurarei, com a ajuda de Deus, escolher aquelas que permitem deixar de lado ou eliminar possíveis consequências negativas, e promover aquelas que tenham consequências positivas, que aliviem o sofrimento e que espalha alegrias em um mundo faminto de esperança.

P. Fernando Pascual

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !