Catequista

Ser catequista é viver com fidelidade o chamado de Deus

Celebramos no último domingo do mês de agosto o dia nacional do catequista, concluindo assim o mês vocacional. O mês de agosto é um mês especial para a Igreja, pois a cada semana do mês celebramos uma vocação, um chamado de Deus. Durante o ano litúrgico temos os assim chamados meses temáticos quando Igreja propõe uma motivação a mais para que os fiéis possam participar de maneira mais intensa do mistério de Cristo e da Igreja, além da riqueza da liturgia diária. Ao encerrar o mês de Agosto, que é o mês vocacional daremos início ao mês de Setembro, que é o mês da bíblia.

O Dia Nacional do Catequista nos traz a oportunidade de refletir sobre esse importante agora ministério. Os catequistas são aqueles que transmitem a palavra de Deus aos seus catequizandos.

Estamos nos preparando para celebrar no domingo dia 29 de agosto esse dia nacional, promovendo formação, encontros e debates sobre os desafios do catequista nos dias de hoje, sobretudo devido a pandemia da Covid-19. Esses encontros acontecem nas paróquias e comunidades de forma presencial e, principalmente, nestes tempos, também virtual para aqueles que não podem ir fisicamente.

O catequista tem que estar sempre em constante formação para poder estar atualizado e informado de tudo o que acontece e receber as orientações da Igreja para uma melhor catequese. Todos nós na vida precisamos sempre estar em formação, aprendendo sempre, para não ficarmos desatualizados.

Ser catequista é aceitar um chamado de Deus, assim como toda a vocação. A verdadeira vocação é vinda do alto, ou seja, é Deus quem chama e a pessoa livremente dá a sua resposta. O catequista contribui para a continuação da vida da Igreja, ou seja, acolhe e educa na fé os novos fiéis.

As formas de catequese que temos na Igreja hoje estão iluminadas pela Iniciação Cristã de jovens e adultos. De uma forma ou outra seguem a caminhada catecumenal introduzindo os catequizandos na vida cristã e, consequentemente passando pelas várias etapas, inclusive com a recepção dos sacramentos.

Aí temos a preparação para o Batismo, a assim chamada pré-catequese voltada para crianças de quatro a sete anos, a catequese que prepara para a etapa da primeira Eucaristia e a catequese para jovens que culmina com a recepção do sacramento da Crisma. Temos ainda a catequese de adultos seja para a iniciação, seja para a perseverança no caminho

O catequista é como uma extensão do braço do padre, ou seja, o catequista chega muitas vezes, aonde o sacerdote não consegue ir. O primeiro catequista da paróquia é o padre, é ele quem deveria dar a catequese, mas é claro, que devido as muitas tarefas que o padre tem, não consegue dar a catequese. Por isso, o padre escolhe leigos que voluntariamente exercem esse trabalho com muita gratidão e afinco.

Na missa deste domingo queremos elevar a Deus uma prece de gratidão por todos os catequistas de nossas paróquias, que livremente abraçam esse ministério na Igreja.

Muitas vezes os catequistas deixam suas casas, suas famílias, para dedicarem um tempo para ensinar os novos cristãos. Pedimos ao Senhor que nunca faltem pessoas dispostas para desempenharem essa função, educando crianças, jovens e adultos para os caminhos do Senhor.

Se você ainda não é catequista e tem em seu coração o desejo de ser procure o padre da sua paróquia nesse final de semana e diga o desejo que tem em seu coração. Para ser catequista não tem segredo, basta ter força de vontade, ânimo e coragem e participar das formações arquidiocesanas e paroquiais quando necessário. Deus se alegra quando dizemos “Sim” a alguma missão na Igreja. As vocações de um modo geral dão animo a vida da Igreja, por isso a Igreja dedica um mês inteiro para todas elas.

Na missa deste domingo recordemos os nossos catequistas, que nos guiaram no caminho da fé e que desempenharam um papel importante na nossa vida. Se o seu catequista ainda é vivo e tem contato com ele, agradeça-o por ter te orientado nos caminhos de Deus e caso já tenha falecido, eleve o nome dele à Deus em sinal de gratidão.

Peçamos para que nunca faltem operários para a messe do Senhor, seja catequista ou qualquer outra vocação, ministério e serviços que celebramos durante esse mês.

Atravessamos tempos difíceis devido a pandemia da Covid-19, muitas pessoas deixaram de ir à Igreja com medo do vírus, alguns se mudaram e outros ainda morreram. Muitas paróquias não têm pessoas suficientes para ajudar nos serviços pastorais e acaba por sobrecarregar outras, por isso sinta em seu coração a necessidade de sua comunidade e se disponha a trabalhar na vinha do Senhor. Coloquemo-nos sempre a serviço do Senhor e da sua Igreja, e com certeza receberemos a recompensa em dobro.

Cumprimento todos os catequistas pela vida, pelo testemunho e pelo trabalho que realizam e agradeço-lhes por todo o bem que fazem. E ainda: vamos pedir novos operários para a vinha do Senhor.

Proponho que rezemos juntos a oração vocacional concluindo este mês vocacional, como forma de gratidão a Deus e esperança de que as pessoas se proponham em contribuir na construção do Reino de Deus.

Oração Vocacional (Papa São Paulo VI)

Jesus, Mestre Divino, que chamastes os Apóstolos a vos seguirem, continuai a passar pelos nossos caminhos, pelas nossas famílias, pelas nossas escolas e continuai a repetir o convite a muitos de nossos jovens. Dai coragem às pessoas convidadas. Dai força para que vos sejam fiéis como apóstolos leigos, como sacerdotes, como religiosos e religiosas, para o bem do povo de Deus e de toda humanidade.

Amém.

Orani João, Cardeal Tempesta, O. Cist.

Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !