O vício em raiva

mulher loira com raiva e furiosa

Você pode ter ouvido falar do vício em álcool, jogos de azar, comida, drogas, compras. Bem, também existem pessoas que têm um vício em raiva. A raiva é um estado emocional normal. Quando seu pé é pisado, você pula. Nesse caso, a raiva é um sentimento normal, com certos limites.

Cristo estava irado no Templo, ele sentiu raiva, porque eles haviam transformado a casa de Deus em um covil de ladrões. Quando as crianças vieram a Ele e os apóstolos não permitiram que se aproximassem, o Senhor ficou irado. Isso é raiva normal, é uma reação normal.

A raiva pode atingir outro grau, o que chamamos de fúria. Esse é um grau muito alto de raiva, a raiva normal não leva à agressão. Pode ser agressão verbal, o que também não é certo, mas a fúria é uma forma muito forte de sentir raiva. É o mais terrível e leva à violência, à agressão.

Não confunda raiva ou raiva com ressentimento. No ressentimento, há também sua parte da raiva, que a pessoa está armazenando, em vez de liberá-la. Ela pensa sobre o que eles fizeram com ela e salva. É por isso que é chamado de ressentimento, porque significa sentir novamente. A raiva destrói a pessoa que a sente, não a pessoa que causou o ressentimento. Essa pessoa nem sabe. A raiva sempre destrói você e o ódio é o processo final de ressentimento. É raiva congelada.

Existem pessoas viciadas em raiva. Quando você pode dizer que uma pessoa é viciada em raiva? Quando você não tem controle sobre a raiva e ela é crônica, compulsiva. Então essa pessoa está viciada em raiva.

Exemplo de raiva viciante

Já ouvi estas frases: “Preocupo-me mais com os meus sentimentos do que com você” e “Sei que estou abusando de você, mas não consigo parar, não consigo me controlar”. Uma pessoa que não consegue controlar sua raiva está viciada em raiva. Como o que você está tomando, você não pode se controlar. “Preciso da minha raiva mais do que de você”, diz a pessoa, o que significa que ela prefere sua raiva à esposa. Isso é um vício. Como eu disse, o vício da raiva está intimamente relacionado ao álcool e às drogas.

Nenhum viciado em raiva quer admitir esse vício. É mais fácil admitir que se é viciado em uma substância. É um caso como o do agressor, ele não quer admitir que está abusando.

Como estão o vício em raiva e o vício em álcool? Pode haver, em ambos os casos, uma predisposição genética. De pais violentos, filhos violentos. A Bíblia diz que violência gera violência. Os papas da Igreja Católica o disseram.

Em ambos os casos, a raiva e o álcool são usados ​​como mecanismos de resolução de problemas. Mas acontece que nem o álcool, nem outras drogas, nem a violência resolvem os problemas que existem na família ou na pessoa. Esse mecanismo se torna autodestrutivo.

No alcoólatra existe um problema emocional, existe baixa autoestima. No adicto abusivo, também há baixa autoestima. Como o alcoólatra quer resolver o problema? Tirando. Como o agressor quer resolver essa baixa autoestima? Batendo. Essas são as explosões de raiva. Ele momentaneamente descarrega sua raiva, mas quando percebe isso vem mais problemas, mais vergonha, mais culpa, no alcoólatra e naquele que bate. Para remover essa vergonha, essa frustração, pegue novamente ou acerte. É por isso que abusadores e bêbados ou viciados em drogas usam isso como um mecanismo que os destruirá e a outras pessoas.

Os dois vícios têm muitos dos mesmos componentes. O alcoólatra ou viciado em drogas usa a negação como quem bate ou abusa. No alcoólatra existe o que se chama de tolerância e aquele que abusa, cada vez está abusando mais e mais. Em ambos os vícios, a auto-estima da pessoa diminui. Se você já tinha, diminui ainda mais. Ambos os vícios geram vergonha de si mesmo e, em ambos, o vício pode ser causado por uma falta de auto-estima. Em ambos, também, o “eu” da pessoa é totalmente destruído e em ambos os vícios, acima de tudo o que é mais destruído são os sentimentos, a afetividade. É a doença dos sentimentos, em ambos os casos.

Nota: Esta seção foi baseada na palestra do Dr. Jesús Arina (psicólogo)

Histórinhas para Catequese!

Faça uma doação de qualquer valor e tenha acesso ao site missacomcriancas.com.br . São centenas de historinhas para teatros que podem ser usadas na missa ou encontros de catequese.

DOAR PELO MERCADO PAGO - VALOR R$ 10,00 : Clique aqui

DOAR PELO MERCADO PAGO - VALOR R$ 20,00 : Clique aqui

DOAR PELO MERCADO PAGO - VALOR R$ 50,00 : Clique aqui

Ou FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Para ter o acesso só me chamar no WhatsApp 19 987634283
Deus te abençoe !