Mateus 28, 16-20 Eu estou convosco até os fins dos tempos

229

PRECISO MUITO TE AJUDA !
Divida desse mês é de R$ 514,00 (referente a mensalidade do servidor do site) Data para acertar o pagamento: 17/06
Valor arrecadado: R$ 104,89
FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR
PIX CHAVE EMAIL: doacao@catequizar.com.br
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Escritura: Mateus 28: 16-20 Eu estou convosco até os fins dos tempos

16 Os onze discípulos foram para a Galiléia, ao monte para onde Jesus os havia dirigido. 17 E quando o viram, o adoraram; mas alguns duvidaram. 18 E Jesus veio e disse-lhes: “Foi-me dada toda a autoridade nos céus e na terra. 19 Ide, portanto, e fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo , 20 ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei; e eis que estou sempre convosco, até ao fim dos tempos. “

Meditação: Por que Jesus deixou seus amados apóstolos quarenta dias após sua ressurreição? Quarenta é um número significativo nas escrituras. Moisés foi à montanha buscar a face de Deus por quarenta dias em oração e jejum. O povo de Israel ficou no deserto por quarenta anos, preparando-se para sua entrada na terra prometida. Elias jejuou por quarenta dias enquanto viajava pelo deserto até a montanha de Deus. Por quarenta dias depois de sua ressurreição, Jesus apareceu numerosas vezes aos seus discípulos para assegurar-lhes que ele realmente havia ressuscitado e para prepará-los para a tarefa de levar avante a obra que ele começou durante seu ministério terreno.

A partida de Jesus e sua ascensão ao céu foram um fim e um começo para seus discípulos. Embora tenha sido o fim da presença física de Jesus com seus amados discípulos, marcou o início da presença de Jesus com eles de uma nova maneira. Jesus prometeu que estaria com eles sempre até o fim dos tempos. Ele lhes assegurou seu poder – um poder que venceu o pecado e a morte.

 Agora, como o Senhor e Salvador glorificado e ressuscitado, ascendeu à destra do Pai no céu, Jesus prometeu dar-lhes o poder de seu Espírito Santo, que vemos cumprido dez dias depois na festa de Pentecostes (Lucas 24:49 e Atos 2: 1-4). Quando o Senhor Jesus partiu fisicamente dos apóstolos, eles não foram deixados sozinhos ou impotentes. Jesus assegurou-lhes a sua presença e o poder do Espírito Santo.

As últimas palavras de Jesus aos seus apóstolos apontam para a sua missão salvífica e para a sua missão de serem testemunhas da sua morte salvadora e da sua ressurreição gloriosa e de proclamar a boa nova da salvação a todo o mundo. Sua tarefa é proclamar as boas novas de salvação, não apenas ao povo de Israel, mas a todas as nações.

 O amor de Deus e o presente da salvação não é apenas para alguns ou para uma nação, mas é para todo o mundo – para todos os que o aceitarem. O evangelho é o poder de Deus, o poder de perdoar pecados, curar, livrar do mal e da opressão e restaurar a vida. Você acredita no poder do evangelho?

Esta é a grande comissão que o Cristo ressuscitado dá a toda a igreja. Todos os crentes receberam uma parte nesta tarefa – ser arautos das boas novas e embaixadores de Jesus Cristo, o único salvador do mundo. Não fomos deixados sozinhos nesta tarefa, pois o Senhor ressuscitado opera em e por nós pelo poder de seu Espírito Santo. 

Hoje testemunhamos um novo Pentecostes quando o Senhor derrama seu Espírito Santo sobre seu povo para renovar e fortalecer o corpo de Cristo e equipá-lo para um ministério e missão eficazes em todo o mundo. Você testemunha a outras pessoas a alegria do evangelho e a esperança da ressurreição?

“Senhor Jesus, pelo dom do teu Espírito Santo, tu nos enchemos com um espírito indomável de louvor e alegria que nenhuma prova terrena pode subjugar. Encha-me com a alegria da sua ressurreição e ajude-me a viver uma vida de louvor e ação de graças por sua glória. Que eu possa testemunhar para aqueles ao meu redor a alegria do evangelho e a realidade de sua ressurreição. ”