Mateus 27 1-10 Judas se enforca

Leitura do Evangelho: Mateus 27, 1-10 Judas se enforca, Judas disse: “Eu pequei ao trair sangue inocente 

1 Ao amanhecer, todos os principais sacerdotes e os anciãos do povo deliberaram contra Jesus para matá-lo; 2 e amarraram-no, levaram-no e entregaram-no ao governador Pilatos. 3 Quando Judas, seu traidor, viu que estava condenado, arrependeu-se e devolveu as trinta moedas de prata aos principais sacerdotes e aos anciãos, 4 dizendo: “Pequei ao trair sangue inocente”. Eles disseram: “O que é isso para nós? Veja você mesmo.” 

5 E jogando fora as moedas de prata no templo, ele partiu; e ele foi e se enforcou. 6 Mas os principais sacerdotes, tomando as moedas de prata, disseram: Não é lícito pô-las na tesouraria, visto que são dinheiro de sangue. 7 Consultaram, pois, e compraram com eles o campo do oleiro para enterrar os estrangeiros. 8 Portanto aquele campo tem sido chamado de Campo de Sangue até hoje. 9 Então se cumpriu o que havia sido falado pelo profeta Jeremias, dizendo: “E tomaram as trinta moedas de prata, preço daquele a quem alguns dos filhos de Israel tinham o preço fixado, 10 e eles as deram por o campo do oleiro, como o Senhor me orientou. “

Meditação: Por que Judas terminou sua vida em tragédia? Quando Judas traiu seu Mestre, muito provavelmente ele não tinha a intenção de causar-lhe dano corporal. Ele pode ter pensado que a prisão de Jesus seria o catalisador que faria Jesus “acordar” e usar seu poder divino para libertar a Palestina do domínio romano. Ele deve ter ficado amargamente desapontado porque Jesus se recusou a usar seu favor para com o povo para liderar uma rebelião contra Roma. 

Agora Judas está amargamente desapontado consigo mesmo porque sua traição resultou na condenação de Jesus pelas principais autoridades religiosas. Seu “arrependimento”, entretanto, não contém nenhuma confiança no perdão nem na misericórdia. Ele reconhece o horror de seu feito e quanto mal ele causou. E ele sabe que é impossível desfazer o que fez. É sempre assim com o pecado. Em geral, escolhemos o pecado porque pensamos que de alguma forma ele nos fará felizes. Mas depois de reconhecer as consequências de nossa escolha, lamentamos o erro e desejamos que ele seja desfeito.

Judas devolveu o resgate, uma pequena soma em dinheiro por tal ação, aos sacerdotes do Templo. Sua recusa em retirá-lo faz Judas jogá-lo violentamente no Templo. Judas admitiu publicamente sua culpa: “Pequei ao trair sangue inocente.” E seu próximo ato é condenar-se publicamente cometendo suicídio violento. Judas resolveu resolver o problema entregando Jesus aos inimigos. Agora ele toma o assunto em suas próprias mãos novamente entregando-se ao desespero e à destruição de seu corpo. Talvez ele pensasse que a morte autoinfligida acabaria com a vida com a consciência pesada.

Ao contrário de Pedro, que também negou seu Mestre, mas depois se arrepende e busca perdão, Judas lamenta seu pecado, mas fecha a porta para buscar paz e perdão com Deus. O desespero é um aliado do orgulho. Não consegue ver além da miséria, dor e pesar de si mesmo, para a possibilidade de perdão, paz e restauração da amizade com Deus e com o próximo. Judas poderia ter escolhido não terminar sua vida em desespero. 

Ele teria encontrado seu Mestre Ressuscitado pronto para lhe dar paz e perdão. E ele provavelmente teria morrido como mártir, como a maioria dos outros apóstolos que derramaram o sangue por seu Mestre. Quando você é tentado a duvidar e se desesperar, você recorre ao Senhor em busca de sua ajuda e graça?

“Senhor, que eu nunca me desespere do seu misericordioso amor e perdão. Sempre que eu tropeçar ou deixar de fazer a sua vontade, dê-me a coragem de invocar o seu nome e receber o seu perdão e graça para mudar.”

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !