Mateus 22, 41-46 O que você acha do Cristo?

344

PRECISO MUITO TE AJUDA !
Divida desse mês é de R$ 514,00 (referente a mensalidade do servidor do site) Data para acertar o pagamento: 17/06
Valor arrecadado: R$ 104,89
FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR
PIX CHAVE EMAIL: doacao@catequizar.com.br
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

“O que você acha do Cristo? De quem ele é filho?”

Escritura:   Mateus 22, 41-46 O que você acha do Cristo?

41 Enquanto os fariseus estavam reunidos, Jesus fez-lhes uma pergunta, 42 dizendo: “O que vocês acham do Cristo? De quem é filho?” Disseram-lhe: “O filho de Davi”. 43 Disse-lhes: Como é que Davi, inspirado pelo Espírito, o chama de Senhor, dizendo: 44 O Senhor disse ao meu Senhor: Senta-te à minha direita, até que ponha os teus inimigos debaixo dos teus pés? 45 Se Davi assim o chama de Senhor, como é ele seu filho? ” 46 E ninguém pôde responder-lhe uma palavra, nem desde então ninguém se atreveu a fazer-lhe mais perguntas.

Meditação: Como o rei Davi pôde reconhecer o Cristo como seu filho e Senhor? Entre os judeus, o título mais comum para o Messias era Filho de Davi.   Os judeus ansiavam pelo tão esperado Salvador que viria da linhagem de Davi. Jesus era freqüentemente chamado com esse título, especialmente pelas multidões (Marcos 10: 47ss, Mateus 9,27; 12,23).

 Davi reconheceu que o Messias realmente viria de sua linhagem como Deus havia prometido a ele. Mas Davi também profetizou no Salmo 110 que o Messias não seria simplesmente seu filho e herdeiro, mas seu Senhor e Redentor que governaria, não apenas Israel, mas também todas as nações.

Como Davi poderia reconhecer o Messias como filho e senhor? Jesus proclama que foi o Espírito Santo quem inspirou Davi (Mt 22:43). Davi reconheceu de longe que o Messias prometido não seria simplesmente um príncipe da linhagem de Davi que conquistaria terras e povos como o próprio Davi. Por meio da revelação do Espírito Santo, Davi reconheceu que o Messias seria o verdadeiro Filho de Deus que redimiria seu povo e o estabeleceria como sacerdócio real e nação santa. É a obra do Espírito Santo revelar a verdadeira identidade de Cristo a todos os que abrirem seus corações e mentes para receber essa revelação.

Jesus aponta a si mesmo como o verdadeiro herdeiro do trono de Davi e o verdadeiro Senhor de Davi também. O apóstolo Paulo afirma que “ninguém pode dizer ‘Jesus é Senhor’ a não ser pelo Espírito Santo” (1 Cor, 12: 3). Jesus não veio com um exército para conquistar nações e territórios, mas veio no poder do Espírito para conquistar os corações dos homens e mulheres para o seu reino de justiça, paz e alegria (Romanos 14:17). Ele ganhou perdão e liberdade para nós por meio de seu amor sacrificial e vitória na cruz.

O que significa reconhecer que Jesus é o Senhor? A palavra Senhor significa “governante” ou “rei” – aquele a quem se deve fidelidade pessoal, lealdade familiar e submissão voluntária. Quer reconheçamos ou não, de fato somos todos governados por alguém ou algo. O Senhor ou Mestre de nossas vidas é a pessoa ou poder a quem entregamos nossas vidas e a quem nos submetemos de maneira plena. 

Podemos ser governados por muitas coisas diferentes – como nossas paixões indisciplinadas (como raiva, luxúria, inveja, orgulho, ódio, etc.), o amor ao dinheiro, álcool, drogas, posses, etc. Somente um Senhor pode verdadeiramente liberta-nos para amar e ser amados como Deus planejou desde o início. Quando reconhecemos que Jesus é o Senhor, nós o convidamos a ser o Mestre de nosso coração e o Governante de nossos pensamentos e ações, relacionamentos e lar, e tudo o que fazemos e dizemos.

“Senhor Jesus, eu acredito que você é o Messias, o Filho de Davi e o Filho de Deus. Você é meu Senhor e eu me submeto voluntariamente ao seu governo em minha vida. Seja Senhor e Rei da minha vida, meus pensamentos, coração , casa, relacionamentos, trabalho e tudo o que eu faço. “