Como a humildade nos motiva a fazer melhor o nosso trabalho

114
ambiente de trabalho e quaresma jejum

Sem humildade nosso trabalho pode se tornar uma tarefa exaustiva, solitária e sem possibilidade de crescimento

humildade é a virtude que nos permite fazer melhor nosso trabalho. Trata-se, portanto, de uma força que nos motiva a ser mais eficientes, a amar o que fazemos, a nos concentrarmos, a encará-lo com seriedade, a incorporar hábitos saudáveis e sermos diligentes com ele.

Por outro lado, quando nos falta a humildade, nosso trabalho se torna improvisado, individualista, desorganizado. Isso desencadeia outros fatores, como por exemplo: a preguiça, a lentidão, a negligência e o aborrecimento por acreditar que o nosso trabalho é indigno do nosso esforço.

Segundo o Evangelho, Jesus é exemplo do trabalho humilde e “fazia bem todas as coisas”( Marcos 7,37).

De fato, a humildade é a uma virtude que, se incorporada ao trabalho, pode se transformar em uma força poderosa, que nos impulsiona a fazer o melhor. Veja como ela age em nós:

1. Aproveitar cada instante

A humildade nos faz valorizar todas as coisas da vida cotidiana. Além disso, ela nos faz ver as coisas boas e nobres que recebemos pelo simples fato de termos a possibilidade de fazer aquilo que temos defazer e a tempo. 

Por outro lado, quando vivemos com soberba, o tempo sobra porque o trabalho não merece nosso esmero. Queremos matar o tempo e cair no risco de trabalhar pouco ou sem intensidade.

A humildade, então, nos mantém ativos, porque abre a nossa mente nos deixa conscientes de que não sabemos tudo e erramos muito. Isso nos faz questionar as coisas que nos rodeiam.

2. Ajudar os outros

A humildade nos faz abandonar o individualismo. Consequentemente, paramos de pensar que nossas coisas são mais importantes que as dos outros ou que simplesmente não temos tempo para nada e estamos sempre cansados. 

Da mesma forma, a humildade nos leva a valorizar o trabalho e a encará-lo como uma forma de ajudar outros, pensando no próximo e brindando-o com o nosso amor. Essa atitude, então, nos motiva para a mudança e para a adaptação a diferentes situações, inclusive as mais desafiantes.

3. Seguir a pontualidade 

Quem é humilde e ama o trabalho busca cumprir com a pontualidade

Por outro lado, a impontualidade destrói as relações, porque os outros cansam quando não cumprimos horários ou prazos. Quando nossos objetivos se baseiam em ganhar a qualquer custo, inclusive em relação ao tempo, terminamos esmagando os outros para cumprirmos esses objetivos.

Ao contrário, quando somos humildes, compreendemos que nem sempre somos os centros da atenção. Assim, deixamos o egoísmo de lado e reconhecemos que nossos sucessos são o resultado da ajuda de muitas pessoas.

4. Cuidar dos detalhes

A humildade nos motiva a cuidar dos detalhes, deixando de lado o improviso. Como resultado, quando improvisamos subestimamos o trabalho.

Dessa forma, podemos pensar que merecemos outro trabalho, que esse não é o trabalho que não merece nossa dedicação ou que não está à altura de nossos estudos ou status familiar.

Porém, a humildade nos faz enxergar que um trabalho simples tem muito mérito e dignidade e que, assim como pontos positivos, temos defeitos (e não é preciso escondê-los).

5. Querer aprender

A humildade nos faz querer aprender novas técnicas que aperfeiçoem nosso trabalho. Assim, não é possível crescer quando acreditamos que já chegamos ao topo e somos melhores que os outros. Ao pensarmos que temos todas as habilidades e respostas, simplesmente bloqueamos nosso progresso. 

A humildade, por outro lado, nos ensina que precisamos aprender sempre, que precisamos trabalhar. Isso, indubitavelmente, nos leva a continuar avançando.

Cecilia Zinicola 
aleteia.org