Ter uma meta na vida leva à felicidade

A felicidade começa por você mesmo.

buscar a felicidade

Ter metas, planos, coisas pela frente para fazer é onde está a chave da vida. Essa é a chave para superar dificuldades e infortúnios.
O presente sempre tem que estar impregnado de futuro; é quando você realmente saboreia a vida.

A felicidade consiste em ter ilusões.
É o trampolim que nos faz saltar sobre as dificuldades.
E espiritualidade é transcendência, isto é, passar pelo seu bem.

A felicidade consiste em ser feliz consigo mesmo, em se dar bem consigo mesmo. Além disso, é claro, a felicidade consiste em ter boa saúde e uma memória ruim.
Tenha a capacidade de esquecer as páginas negativas do passado.

A felicidade consiste basicamente em duas coisas: encontrar-se, estar bem consigo mesmo sozinho ou em companhia e ter um projeto de vida com três ingredientes principais: amor, trabalho e cultura.

Quatro coisas fazem feliz:

Meu jeito de ser.
O amor que é o argumento chave, ou seja, o afeto.
O trabalho; trabalho com amor e amor é trabalho.
Cultura: a cultura é o que nos torna livres, ou seja, converter tudo o que se faz em ação inteligente.
Saber que se sabe é a culminação de se sentir feliz.
O homem, macho e fêmea, é o único entre os seres criados que sabe que sabe.

A autoestima é a análise do que se faz de si mesmo, na qual se pode tirar uma conclusão positiva dos grandes argumentos da vida.
Auto-estima é saber perdoar os próprios erros, falhas, limitações, tentar corrigir o que pode ser corrigido, melhorar o contato com os outros. Tudo isso é uma tarefa gradual e progressiva.

Não mexa em uma ferida que está cicatrizada. Não se lembre de velhas dores, sofrimentos. O que passou, passou!
A partir de agora, procure construir uma nova vida voltada para cima e caminhe para a frente, sem olhar para trás, à imitação de Deus que sempre olha para a frente. Faça como o sol que nasce todos os dias sem se lembrar da noite que passou.
Você sabe por que o para-brisa do carro é tão grande e o retrovisor tão pequeno? Porque nosso passado não é tão importante quanto nosso futuro. Esperar ansiosamente.

Não pare nas coisas ruins que você fez e comece uma nova caminhada nas coisas boas que você pode fazer.

A autoestima consiste basicamente em duas coisas: autoconfiança e segurança. A confiança não precisa ser nada de extraordinário.
Simplesmente que você sabe para onde está indo, o que quer.
Quem não sabe o que quer não pode ser feliz.

Por outro lado, encontrar-se é o caminho, o caminho que começa para a auto-estima. A paz é a porta de entrada para a felicidade.
Mas a paz é uma consequência da luta que vencemos contra nós mesmos em primeiro lugar, o que se conhece como paz interior e depois a outra paz que é consequência do confronto diário das coisas cotidianas.
Quem não suporta o mal não vive para ver o bem A

felicidade é a arte de viver, a arte de tirar o máximo de suco possível da vida, superar as dificuldades. Você tem que ter metas para ser feliz.
A vontade é peça chave na construção da personalidade e de todos os projetos de vida.
“Nunca se pode dar um passo na vida se não for por trás, sem saber de onde venho, que sobrenome tenho, que sobrenome cultural ou religioso tenho”
(Papa Francisco)

A felicidade não está nas grandes coisas, mas em saber aproveitar as pequenas. A riqueza que nos faz felizes não é ter os bolsos cheios de dinheiro, mesmo que o dinheiro acalme nossos nervos, mas saber desfrutar de coisas que você não trocaria por dinheiro.
Viver bem, ser feliz, em última análise, depende do critério com que se mede suas ambições.

Fé em Deus e fé em nós mesmos, não pelo que somos, mas pelo grande número de valores que existem no homem, que se os coloco a serviço do Criador, se os coloco para tornar a vida um vida melhor, serei feliz e serei feliz, porque Deus vai me usar e as coisas que eu faço, Deus as fará florescer.
De uma fé de tradição, devemos passar para uma fé de convicção. (Bento XVI)
Cada dia é mais difícil viver como cristãos católicos: está ficando cada vez mais difícil.
É por isso que a convicção é essencial. Mas não é uma obrigação, nunca foi. Se uma aceitação generosa que vem de uma profunda convicção.

Quando recebemos a fé, em algum momento de nossas vidas, recebemos um dom que vem do alto, que nos gratifica, nos sustenta ao longo de nossa existência e nos une como comunidade.
A fé é muito mais do que estar convencido de que Deus existe e é o Criador de todas as coisas. Ter fé é viver confiando em Deus. (Pe. Aderico Dolzani SSP)
E quem vive confiando em Deus, pode cometer um deslize, pode ter que apertar o cinto mais de uma vez, mas sempre sabe que as coisas terminam na Páscoa.
E isso já o deixa feliz mesmo que sua barriga doa.

Às vezes: grandes intelectuais, grandes cientistas, pessoas de cultura e arte, conhecedores da vida, aparentes gênios, não sabem o mais importante: “Deus te ama” para mim foi a grande descoberta do dia, lembrei que os humildes de este mundo são os grandes conhecedores da razão última de nossas vidas e que personagens de grandes qualidades muitas vezes desconhecem a raiz de sua existência e se afogam no enigma das perguntas: de onde viemos, para onde vamos. “Deus me ama” hoje, QUE GRANDE DESCOBERTA!!!! (Rafael Gutierrez Amaro)
E como ele te ama hoje, as coisas sempre acabam bem se você fizer de mãos dadas com ELE.

As coisas de Deus devem ser vistas sem olhar e ouvidas sem entendimento.
Deus é plenitude do bem. A loucura de Deus é mais forte que a sabedoria do homem.

É por isso que todas as coisas feitas em comunhão com Deus sempre saem bem, porque fazem o bem e fazem as pessoas viverem bem.
E como o crente acredita sem entender, é frequente que aonde fazer o bem nos leve, é um caminhar sem ver a colheita.
A medida de amor e renúncia que cada um contribui nas coisas da vida cotidiana decide saber até que ponto o conhecimento e o mistério de Deus nos penetraram.

O Beato Mauricio Tornay disse:
Você sabe que quando você está com frio e oferece esse frio a Deus, você pode converter um pagão?
E que as mágoas de um dia têm mais mérito do que se você tivesse orado o dia todo?
Estes são recursos fáceis disponíveis para você ajudar a todos.

Em suma, tudo é usado por Deus, tudo vem de Deus.

Numa passada Sexta-feira Santa, um cardeal fez-nos descobrir a força que emana da cruz.
Da cruz veio A força de Simão
O ardor de Paulo de Tarso
A bondade para com os pobres de Assis
O amor a Teresa de Lisieux
O vigor a Teresa de Ávila
A iluminação a Santo Agostinho
A humildade ao pequeno índio Juan Diego
A firmeza a Bernadette
O sacrifício de Kolbe
O espírito jovem a João XXIII
Caridade a Madre Teresa
Coragem a João Paulo II
E hoje ousamos acrescentar: Humildade e simplicidade ao Papa Francisco.

E tudo levou cada um deles à felicidade. Para ser feliz e fazer feliz com o que cada um fez.
Porque tudo que vem de Deus, se assumido e praticado, leva o homem a ser feliz.

Você já sabe de onde vem o caminho da felicidade. Atreva-se! para entrar nesse caminho e você caminhará sentindo-se bem e fazendo o bem.
Por quê? Porque fazer o bem é bom.
Começando por você mesmo.

Por: Salvador Casadevall 

Histórinhas para Catequese!

Faça uma doação de qualquer valor e tenha acesso ao site missacomcriancas.com.br . São centenas de historinhas para teatros que podem ser usadas na missa ou encontros de catequese.

DOAR PELO MERCADO PAGO - VALOR R$ 10,00 : Clique aqui

DOAR PELO MERCADO PAGO - VALOR R$ 20,00 : Clique aqui

DOAR PELO MERCADO PAGO - VALOR R$ 50,00 : Clique aqui

Ou FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Para ter o acesso só me chamar no WhatsApp 19 987634283
Deus te abençoe !