Via Sacra

645
via sacra jesus carrega a cruz

PRECISO MUITO TE AJUDA !
Divida desse mês é de R$ 514,00 (referente a mensalidade do servidor do site) Data para acertar o pagamento: 17/06
Valor arrecadado: R$ 104,89
FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR
PIX CHAVE EMAIL: doacao@catequizar.com.br
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

“Como podemos não ser gratos a este Deus que nos redimiu, deixando-se ir até à loucura da cruz? A este Deus que se colocou da nossa parte e aqui ficou até ao fim?” São João Paulo II

Meditar a Via Sacra é refletir os passos decisivos que culminou o esvaziamento de Cristo por amor ao mundo através de sua Paixão. Perpassar cada estação da Via Crucis é deixar-se envolver no preço do nosso resgaste, afinal, “a cruz não é um fim em si mesma: ela eleva-nos para as alturas e revela-nos as realidades superiores. Por isso ela não é somente um símbolo; ela é a arma poderosa de Cristo” (Santa Teresa Benedita da Cruz).

A origem desta fórmula de oração iniciou-se no tempo das Cruzadas (século X), onde os fiéis que peregrinavam à Terra Santa, visitavam os lugares sagrados da Paixão do Senhor, recordando este imenso Amor de Deus de doar o seu Filho Unigênito em favor de nós.

Ora, o desafio da nossa meditação da Via Dolorosa nos tempos atuais é colocar estes passos tão sofridos de Cristo, mas ao mesmo tempo tão firmes, em denunciar os gritos de sofrimentos, da injustiça, da mentira, do ódio, da indiferença que ainda insistem a rondar os nossos corações, podendo a infiltrar e gerando o pecado em nós.

E mesmo depois disto tudo, após meditarmos tamanha loucura de Amor, nossos corações permanecer o mesmo, precisamos rever as nossas atitudes para o alcance da VERDADE, pois, “Como, pois, buscas, tu outro caminho para entrar no Céu que não seja o caminho real da Santa Cruz?”(Livro Imitação de Cristo).  

Saudações em Cristo!

Dom Eurico dos Santos Veloso

Arcebispo Emérito de Juiz de Fora, MG