Vocação à Vida Religiosa e Consagrada: compromisso e serviço

Vocação à Vida Religiosa e Consagrada. freira rezando na igreja
aqui

No calendário litúrgico, o terceiro domingo de agosto é reservado para celebrar e refletir sobre a vocação à vida consagrada. Neste dia, somos convidados a reconhecer e honrar aqueles que, inspirados por uma profunda chamada interior, escolheram seguir um caminho de dedicação total a Deus e ao serviço dos irmãos.

A vida consagrada é um testemunho inspirador de entrega e devoção. Homens e mulheres que escolhem esse caminho se comprometem a abandonar às ambições materiais e buscar sempre uma conexão mais profunda com o divino. Eles escolhem uma jornada de desapego, renunciando a confortos e prazeres mundanos para abraçar uma vida de simplicidade e serviço.

Esse terceiro domingo de agosto – dentro do contexto do 3º. Ano Vocacional no Brasil – é uma ocasião propícia para orarmos e rogarmos para que inúmeros jovens respondam com júbilo ao chamado de Deus. No entanto, é lamentável constatar que algumas estatísticas indicam uma diminuição no número de vocações religiosas. Em resposta, é essencial implorar a Deus que envie trabalhadores para Sua obra e, ao mesmo tempo, instigar uma campanha vigorosa em nossas paróquias, para estimular o interesse dos jovens pela vida religiosa.

A escolha de celebrar esse evento no domingo da Solenidade de Nossa Senhora da Assunção é significativa, pois aqueles que se consagram a Deus devem fazê-lo de modo pleno, reafirmando diariamente o seu compromisso, assim como Nossa Senhora fez ao longo de sua vida.

A vida religiosa infunde vitalidade à Igreja e desempenha um papel crucial em sua missão. Está presente em diversas esferas da atuação eclesiástica e da sociedade em geral. A vida religiosa não apenas enriquece o indivíduo, mas também irradia a luz divina para aqueles que mais necessitam, levando a mensagem de Deus aos menos favorecidos e aos membros da comunidade paroquial.

A vida consagrada nos ensina a valorizar o essencial e a enxergar além das distrações do mundo moderno. Ela nos convida a buscar uma conexão mais profunda com Deus, a cultivar uma vida de oração e contemplação, e a encontrar alegria na simplicidade do serviço desinteressado.

Neste terceiro domingo de agosto, unamo-nos em oração pelos religiosos e consagrados ao redor do mundo. Agradeçamos a Deus por sua dedicação e sacrifício, pedindo que continuem a ser instrumentos de Sua graça e amor. Que possamos encontrar inspiração em suas vidas e aprender com sua disposição em servir a Deus e aos outros.

À medida que refletimos sobre a vida consagrada neste dia, também somos chamados a avaliar nossas próprias vocações e compromissos espirituais. Como podemos responder ao chamado de Deus em nossas próprias vidas? Como podemos abraçar uma vida de maior dedicação, generosidade e serviço aos outros?

Devemos, ainda, expressar nossa gratidão a Deus pela presença dos religiosos e consagrados em nossa comunidade. Que eles continuem a inspirar o povo de Deus, incentivando-o a prosseguir na edificação do Reino divino. Oremos para que muitos jovens ouçam o chamado divino em seus corações e se disponham a consagrar suas vidas completamente a Ele.

Neste domingo, em que honramos a vocação religiosa e consagrada, também celebramos Nossa Senhora da Assunção. Da mesma forma que Maria Santíssima, que os consagrados possam renovar diariamente seu compromisso com Deus e compartilhar o Espírito Santo com todos aqueles que cruzarem seus caminhos. Que o Espírito Santo desperte nos corações de muitos jovens o desejo de abraçar a vida religiosa e consagrada. Amém.

Abraços fraternos e votos de que Deus continue sempre iluminando e abençoando os nossos consagrados, religiosos e religiosas para vivermos a consagração em espírito sinodal!

+ Dom Eurico dos Santos Veloso

Arcebispo Emérito de Juiz de Fora, MG