10 dicas essenciais para manter a saúde espiritual

Temos tendência a colocar as necessidades do nosso corpo acima das da nossa alma e esta é uma hierarquia de valores errada

manter a saúde espiritual

Alimentação orgânica saudável, academias de ginástica, vários suplementos vitamínicos, viagens de férias a hotéis exóticos e muitos outros são tentativas de manter uma boa saúde corporal.

Sem dúvida, tudo isso pode ser bom por um motivo simples: nosso corpo é o templo do espírito santo. Portanto, devemos ser tutores e guardiães responsáveis ​​do dom do nosso corpo que Deus nos concedeu com a sua generosidade.

No entanto, muitas vezes existe este erro: colocamos as necessidades do nosso corpo acima das necessidades da nossa alma e esta é uma hierarquia de valores errada.

A palavra de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo nos ensina a seguinte verdade:

“Bem, de que serve o homem ganhar o mundo inteiro se ele arruína sua vida? Bem, o que o homem pode dar em troca de sua vida?” (Marcos 8,36-37)

Evitar o mal

Em um nível humano e natural, devemos fazer um esforço comum para evitar o que pode prejudicar nosso corpo. Bons pais ensinam isso aos filhos desde o início: não brinque com fogo, olhe duas vezes antes de atravessar a rua, não esteja em más companhias, coma suas verduras, durma cedo, escove os dentes antes de dormir, lave as mãos antes comendo, limpe seu quarto.

Em suma, a limpeza está próxima da santidade.

Todas as opções acima são dicas comuns que os pais dão aos filhos há anos. Devemos elevar isso a um plano sobrenatural superior e dar conselhos sobre como evitar o que pode prejudicar nossa alma imortal, que tem mais valor do que todo o universo criado.

Na verdade, podemos pecar por pensamento, palavra, ação e omissão; por não fazer o que Deus requer que façamos.  

Evitar ocasiões próximas ao pecado é uma qualidade indispensável em nossa busca pela santidade e na aquisição de nossa coroa de glória que chamamos de vida eterna.

1.- Evite fofocas e fofocas

Jesus disse claramente que seremos julgados por cada palavra que sai da nossa boca, e Ele também disse que da abundância do coração a boca fala.

Se temos o hábito de sair com indivíduos que são fofoqueiros incorrigíveis, devemos fazer uma mudança e não sair mais com eles.

Ler o capítulo 3 da Carta ao Apóstolo Tiago é um excelente capítulo nas escrituras sobre os pecados da língua.  

2.- vestir-se apropriadamente

Não devemos ser uma ocasião de pecado para os outros. Nosso corpo é um templo sagrado desde o batismo.

São Paulo nos lembra que somos embaixadores de Cristo, ou seja, representantes do senhor dos senhores e do rei dos reis. Devemos nos vestir de acordo.

Quando dizemos para se vestir adequadamente não é só na igreja, como se este fosse o único lugar para se vestir com decoro e modéstia, devemos fazê-lo em todos os momentos e em todos os lugares. Nunca devemos esquecer que somos cristãos 24 horas por dia, 7 dias por semana, e isso significa sempre.

3.- Evite más companhias

São Paulo disse que as más companhias corrompem a moralidade. Este provérbio expressa de forma concisa a seguinte verdade:

“Diga-me quem são seus amigos e eu direi quem você é”.

Não precisamos ser gênios para saber que tendemos a imitar nossos amigos e colegas.

Ore pela graça de encontrar um ou dois amigos que sejam cristãos verdadeiramente nobres, honestos, puros e trabalhadores e você terá descoberto um verdadeiro tesouro. A sabedoria do Antigo Testamento nos ensina que encontrar um bom amigo é encontrar um tesouro.

4.- Cuide de seus olhos

Outro provérbio é apropriado para este conceito: “A curiosidade matou o gato.” Pior ainda, o olhar malicioso do rei Davi resultou em adultério com Bate-Seba e, por fim, no assassinato de seu marido, o bravo e honesto soldado hitita Urias (2 Samuel 11).

O santo homem Jó declarou:

“Fiz um pacto com os olhos de não fixar o olhar em nenhuma jovem” (Jó 31,1)

Finalmente, Jesus considera isso certo em uma de suas bem-aventuranças:

“Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus” (Mateus 5,8)

Em um mundo repleto de imagens humanas e digitais impuras, mais do que nunca precisamos ter a custódia estrita de nossos sentidos, especialmente nossa visão.

5.- Evite ser impulsivo

Outra atitude ou disposição que devemos evitar é a rendição à nossa impulsividade, em todos os sentidos, mas principalmente ao falar.

Um bom provérbio diz: “Pense antes de falar.” Outro provérbio, que de alguma forma leva em conta quem fala e depois pensa, é o seguinte: “Não diga algo de que possa se arrepender”. 

Em um nível espiritual superior, Santiago nos avisa:

“Devemos estar prontos para ouvir e falar devagar.”

Santo Tomás de Aquino oferece esta perspectiva interessante:

“Deus nos deu dois ouvidos e uma boca para que possamos ouvir o dobro do que falamos.”

Medite sobre isso antes de falar!

6.- Mídia eletrônica

De extrema importância para todos nós que agora vivemos neste universo eletrônico é a extrema necessidade de prestar atenção ao uso da mídia eletrônica de hoje.

Como disse o Venerável Fulton Sheen:

“Obviamente, nunca abriremos a boca para vasculhar o lixo.”

Ele também estabeleceu que: podemos ser facilmente sugados e absorvidos pelo lixo moral com nossos olhos.

Um bom vômito pode nos livrar dos resíduos físicos consumidos. No entanto, pode levar anos para apagar ou remover uma imagem que vimos de uma das muitas fontes no mundo moderno da mídia eletrônica.

Nossa mente é um grande arquivo que armazena todas as nossas experiências, tudo o que fizemos, bem como tudo o que vimos. Portanto, devemos ser rigorosos conosco e com nossos filhos sobre o que trazemos para nossas mentes e corações por meio do que vemos.

7.- síndrome do viciado em sofá

A ociosidade é a oficina do diabo, é outro provérbio a se levar em conta. Em outras palavras, se não tivermos nada para fazer, o diabo nos dará muitas coisas para fazer.

São João Bosco tinha um medo mortal do período de férias dos jovens e adolescentes.

O trabalho é bom para todos nós. O trabalho aprimora nosso caráter e ajuda a cultivar nossos talentos. O trabalho serve como meio de ajudar os outros. Trabalho foi o que Deus ordenou a Adão após o pecado original:

“Com o suor do teu rosto comerás o pão, até voltares à terra, porque dela foste tirado.” (Gênesis 3,19)

8.- Preguiça mental

Para acompanhar o ponto sete, a síndrome do viciado em televisão, há preguiça mental. Outro slogan da juventude é: “Se você não usar, você perde.”

Deus dotou todos nós com uma mente que Ele deseja que cultivemos. Um jardim que não é bem cultivado cria ervas daninhas rapidamente. Uma mente não cultivada permite que ervas daninhas cresçam no cérebro.

Essa preguiça mental pode ser prevenida ou corrigida pelo excelente hábito da boa leitura.

Nunca vivemos em um mundo com tanta confusão. No entanto, nunca vivemos em um mundo com uma literatura tão boa. Cabe a nós encontrar boa literatura e formar o hábito da leitura.

Alguns de nossos melhores amigos podem ser bons livros. Santo Inácio recebeu a graça da sua conversão através da leitura de bons livros: As Vidas dos Santos.

9.- Evite comer muito

A gula é um dos sete pecados capitais. A definição de gula é: um desejo exagerado de comer e beber. Muitos problemas de saúde resultam de hábitos alimentares inadequados.

Além disso, a gula, a luxúria e a preguiça geralmente trabalham juntas como uma equipe para nos levar ao pecado. Qual é o remédio? Aqui está: Ore por uma fome real de Jesus, o pão da vida (Leia João, capítulo 6: 22-71, a palavra do pão da vida).

No Pai Nosso oramos: “O pão nosso de cada dia dá-nos hoje.” Isso pode ser interpretado de forma sacramental, o hábito de ir à Missa e receber Jesus na Sagrada Comunhão, o verdadeiro pão da vida. Isso nos ajudará a subordinar os desejos do corpo ao domínio da vontade.

10.- Evite opiniões contrárias à nossa mãe Maria

Muitos protestantes rejeitam veementemente o poder da intercessão de Maria, em seu próprio prejuízo espiritual.

Maria nunca, e quero dizer nunca, nos distancie de Jesus. Pelo contrário, como afirma São Luís de Montfort:

“Maria é o caminho mais rápido, seguro e curto para Jesus.”

Maria é o ATALHO para a União com Jesus, se você gosta de ver assim. As últimas palavras de Maria registradas nas Sagradas Escrituras foram pronunciadas nas bodas de Caná:

“Faça o que Ele lhe diz.” (João 2,5)

Sem dúvida, os melhores conselhos do mundo inteiro! Nossa Senhora serve de ponte para a união com Jesus.

Aqui estão as palavras do Cura d’Ars, São João Maria Vianney:

“Tudo o que o Filho pede ao Pai, ele concede. Tudo o que a Mãe pede ao Filho também é concedido.”

San Efrén, com seu brilho místico e poético exclama:

“A incomparável Mãe de Deus é o mais puro incensário de ouro. Em suas orações ela se oferece ao Deus eterno.”

Por fim, medite em oração nas palavras de São Maximiliano Kolbe:

“Coloquem-se nas mãos de Maria; ela pensará em tudo e suprirá as necessidades do seu corpo e da sua alma. Portanto, ela está em paz, em paz total, com confiança ilimitada nela”.

CONCLUSÃO

É bem verdade que devemos evitar todos os perigos que podem facilmente comprometer a saúde do nosso corpo, que pertence à nossa vida natural. No entanto, devemos tomar uma decisão mais firme de nossa parte, e para o benefício daqueles que nos confiaram aos nossos cuidados, para evitar todo o veneno moral que pode possivelmente matar a vida espiritual em nossas almas.

Que Nossa Senhora alcance para nós a graça de amar a Deus com todo o nosso coração, mente e alma para que um dia o céu seja a nossa casa e lugar de descanso perpétuo!

Santa Maria, rogai por nós, pobres pecadores, agora e na hora de nossa morte. Um homem.

P. Ed Broom

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !