Viver com sabedoria nos torna eternos

Viver com sabedoria nos torna eternos

A Palavra meditada está em Sabedoria 4,7-15:

“Quanto ao justo, mesmo que morra antes da idade, gozará de repouso. A honra da velhice não provém de uma longa vida, e não se mede pelo número dos anos. Mas é a sabedoria que faz as vezes dos cabelos brancos; é uma vida pura que se tem em conta de velhice. Ele agradou a Deus e foi por ele amado, assim (Deus) o transferiu do meio dos pecadores onde vivia. Foi arrebatado para que a malícia lhe não corrompesse o sentimento, nem a astúcia lhe pervertesse a alma: porque a fascinação do vício atira um véu sobre a beleza moral, e o movimento das paixões mina uma alma ingênua. Tendo chegado rapidamente ao termo, percorreu uma longa carreira. Sua alma era agradável ao Senhor, e é por isso que ele o retirou depressa do meio da perversidade. Os povos que vêem esse modo de agir não o compreendem, e não refletem nisto: que o favor de Deus e sua misericórdia são para seus eleitos, e sua assistência está no meio de seus fiéis.”

Essa palavra é consoladora, pois o homem de Deus encontra descanso mesmo em meio às lutas, e nem mesmo a morte pode ser um mal definitivo para aquele que está em Deus. Quando uma pessoa endurece seu coração e renuncia ao Céu, a morte se converte para ela em tormento eterno, mas para quem caminha no bem, na paz e no amor, a morte se converte em descanso.

Deus, durante toda nossa vida, dá-nos descanso em meio às lutas, e não é diferente no momento final, quando transforma nossa morte. Santo Agostinho nos desafia a pensar sobre esse assunto refletindo sobre o quanto vale viver muito se a vida não for boa. Jesus nos diz que não adianta o homem ganhar o mundo inteiro se perdermos a nossa alma.

Uma vida boa não rouba de nós a eternidade, e a Palavra de Deus nos diz que a bondade eterniza nossos anos e sabedoria faz a vida valer a pena. Nós só sofremos, porque vivemos mal, e vivemos mal quando não temos sabedoria, pois esta nos faz entender a morte de um modo diferente, porque, para quem ama a Deus, a perspectiva da morte muda, deixa de ser fim e torna-se uma passagem.

O homem sábio não deseja mudar a sua situação, pois ele sabe que é possível cumprir a lei de Deus em qualquer circunstância. Nesta vida, as situações não nos impedem de amar a Deus, apenas as pessoas sem o Espírito Santo não são capazes de procurar as coisas dentro de si mesmo, mas se dispersam procurando nos outros a sua insegurança.

Não podemos viver a vida de forma insensata, buscar para nós o sofrimento que é do outro e que nem ele está sentindo. Precisamos pedir ao Espírito Santo uma visão mais ampla dos acontecimentos e da providência que os envolve. Precisamos acreditar que tudo acontece pelas mãos de Deus.

A sabedoria divina acontece de maneira espontânea, porque Deus está presente no nosso coração, ela chega a parecer nossa. A verdade que leva o amor não pesa para nós, ela vai nos conduzindo naturalmente. Se buscarmos nossa resposta fora de Deus, mais confusos e perdidos ficaremos. Podemos até ter êxito nas coisas que fazemos, mas não seremos felizes.

Márcio Mendes
Missionário da Comunidade Canção Nova

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !