Sábado Santo e o Silêncio

Sábado Santo é um dia de silêncio e dia da Vigília Pascal
aqui

Meus amados irmãos e irmãs,

Hoje nos encontramos diante de um momento de profundo silêncio e espera, pois é o Sábado Santo, o dia em que o túmulo de Jesus permaneceu selado e silencioso. Este é um dia de reflexão e contemplação, quando somos convidados a entrar no mistério do túmulo vazio e a aguardar com esperança a ressurreição de Cristo.

O silêncio do Sábado Santo nos convida a refletir sobre o significado da morte de Jesus e a ponderar o que isso significa para nós como cristãos. É um momento de recolhimento e interiorização, quando somos chamados a nos afastar do barulho do mundo e nos abrir para a voz suave e silenciosa de Deus.

Ao olharmos para as Escrituras Sagradas, encontramos diversas passagens que nos ajudam a compreender o significado desse dia de silêncio e espera. Uma dessas passagens está no Livro de Lamentações, 3, 25-26, que diz:

“O Senhor é bom para os que confiam nele, para aqueles que o buscam; é bom esperar em silêncio a salvação do Senhor.”

Essas palavras nos lembram da importância de confiar em Deus mesmo nos momentos de silêncio e aparente ausência. Assim como os discípulos de Jesus aguardaram com fé e esperança durante o Sábado Santo, também somos chamados a esperar com confiança na promessa da ressurreição.

Além disso, o Sábado Santo nos lembra do descanso de Deus após a criação do mundo, conforme nos é dito em Gênesis 2,2-3:

“No sétimo dia, Deus já havia concluído a obra que realizara, e nesse dia descansou. Abençoou Deus o sétimo dia e o santificou, porque nele descansou de toda a obra que realizara na criação.”

Assim como o sétimo dia da criação foi marcado pelo descanso de Deus, o Sábado Santo é um dia de descanso espiritual, no qual somos convidados a nos recolher em Deus e a encontrar descanso para nossas almas na certeza de sua promessa.

Portanto, meus irmãos e irmãs, neste Sábado Santo, convido-os a entrarem no silêncio do túmulo junto com Jesus, aguardando com fé e esperança a aurora da ressurreição. Que possamos encontrar descanso em Deus e confiar na sua promessa de vida e salvação.

Que este dia de silêncio nos prepare para celebrar com alegria a vitória de Cristo sobre a morte e o pecado na festa da Páscoa. Que o Senhor nos abençoe e nos fortaleça, hoje e sempre. Amém.

+Anuar Battisti
Arcebispo Emérito de Maringá (PR)