Preparai os caminhos do Senhor!

1115
Preparai os caminhos do Senhor!

A Igreja celebra no próximo domingo, dia 24 de junho, a Solenidade da Natividade do Senhor. É um dia muito importante, prevista até vésperas solenes.

Nas vésperas solenes, chamada de Vigília, nos introduz na Solenidade da Natividade de São João Batista, que recebeu de Jesus grande elogio: “o maior entre os nascidos de mulher”. A Primeira Leitura(Jeremias 1,4-10), Jeremias busca desculpas para não assumir a missão, mas a Palavra de Deus é mais forte e o com vence a encarar o desafio. A fraqueza humana não é obstáculo para o Senhor, pois ele capacita os escolhidos. Deus nos conhece desde o ventre materno, confiamos uma missão e nos dá a assistência necessária para desempenhá-la com êxito.

A Segunda Leitura(1 Pedro 1,8-12) constata uma realidade comum a todo cristão: sem conhecer e sem ver Jesus, acreditamos nele, o amamos e o seguimos. O próprio São João Batista vibrou de alegria ainda no ventre de sua mãe, sentindo a presença do Salvador.

No Evangelho(Lucas 1,5-17), Zacarias, exercendo as funções no templo, recebe por meio do anjo a notícia de que sua esposa, Isabel, dará à luz um filho, que será chamado João. Isso foi motivo de alegria para os pais, pois, apesar da idade avançada. Deus ouviu sua súplica. São João Batista irá preparar os caminhos da chegada do Salvador. Deus se serve do ser humano para realizar seus planos.

No dia da Solenidade contemplamos que São João Batista nos convida a trilhar os caminhos de Jesus. O nascimento do precursor assinala a chegada dos tempos messiânicos, quando a esterilidade se torna fecundidade e a mudez de Zacarias, exuberância profética.

Na primeira leitura(Isaías 49,1-6) temos aqui o segundo cântico do servo do Senhor. O servo se apresenta e reconhece ter sido chamado desde o ventre materno. Reconhece, também, que sua missão não é nada fácil e que o êxito é pouco. Todavia ele não abre mão de seu compromisso, pois é homem de palavra e não busca aplauso.

Na segunda leitura(Atos 13,22-26) relata o primeiro discurso de São Paulo aos judeus, registrado por Lucas no livro de Atos dos Apóstolos. Em sua exposição, o apóstolo apresenta algumas personagens importantes da história da salvação, fazendo convergir tudo em Jesus, o grande realizador dessa história. São Paulo afirma, como conclusão, que “essa mensagem de salvação” foi enviada a todos nós. Cabe a cada um de nós acolhê-la.

No Santo Evangelho(Lucas 1,57-66.80) o nascimento de São João Batista é visto como prenúncio da era messiânica, pois ele mesmo será o anunciador da chegada do Messias. Seu nascimento é grande bênção para os pais e motivo de muita alegria para os vizinhos. Celebra-se, solenemente, São João Batista porque foi ele escolhido por Deus, como diz o profeta Isaías, já no ventre de sua mãe. Ele foi chamado pelo nome para ser realmente profeta do Deus Altíssimo. São João Batista foi santificado ainda no ventre de sua mãe, isso significa que entre nós ele nasceu sem pecado. A Virgem Maria foi concebida sem pecado; e São João Batista foi santificado no ventre de sua mãe e veio para ser, no meio de nós, a voz que prepara os caminhos para a vinda do Senhor.

O precursor de Jesus foi preparado no coração de Deus; ele vive uma vida eremítica, recolhida, para ser realmente aquele que abre os caminhos para que Jesus possa passar.

Neste dia solene, de festa, contemplemos o exemplo de São João Batista que nos aponta para o Senhor Jesus. Nós nos unimos hoje ao coração dos seus pais: de Zacarias, um sacerdote do Nosso Senhor Deus Altíssimo; e de sua mãe, Isabel, prima da Virgem Maria, que, já com idade avançada, era estéril. Por confiarem em Deus, Ele interveio na vida desse homem e dessa mulher, desse casal para que, por intermédio deles, a graça de Deus passasse até nós.

Contemplemos o prefácio da Santa Missa: “Ainda no seio materno, ele exultou com a chegada do Salvador, e seu nascimento trouxe grande alegria. Foi o único dos profetas que mostrou o Cordeiro redentor. Batizou o próprio autor do batismo…, e derramando seu sangue, mereceu dar o perfeito testemunho de Cristo”.

Neste dia rezemos por todas as crianças para que cresçam, com sabedoria, estatura e santidade, e as fortaleçam no Divino Espírito Santo. Que todos sejamos como o significado do nome São João Batista: que sejamos “Deus é misericordioso e bondade!”.

São João Batista, rogai por nós!