O importante em ter objetivos

Ter objetivos na vida

Desinteresse, indiferença e falta de vontade (sinônimo v. Apatia – abulia) surgem porque muitas crianças, adolescentes, jovens, adultos, mulheres ou homens não têm um projeto de vida claro e definido. E então não há motivação, não há nada que os mova, estimule ou excite. E quando não há ideia clara, se não há impulso, motivação e estímulo, usam-se improvisações e decisões confusas e desesperadas. 

Quando você não tem clareza sobre o sentido da vida, se não tem um projeto de vida, um projeto de vida, você será um ser vazio, confuso, sem ilusões ou objetivos a atingir para seu próprio benefício e dos outros. Quando a vida está vagando sem rumo, a vida e o tempo serão desperdiçados inutilmente, e essas pessoas se sentirão cansadas e perdidas.

Cada ser humano deve ter uma visão clara da sua vida, ramificada em dois aspectos fundamentais: o que quer e como o quer , e também estar atento a todos os obstáculos que se lhe apresentam.

O ser humano que não tem projetos, preocupações e objetivos, será uma pessoa que está apenas sobrevivendo. Quem não sabe para onde está indo, não pode chegar a lugar nenhum; em outras palavras, você não sabe o que quer. Quando uma pessoa não sabe o que quer, ela quer tudo e não quer nada. 

Quando não há objetivos, quando não há ideais nobres, quando a missão não é clara, quando não há projeto de vida, quando não há formação humana, a única coisa em que se pensa é obter poder econômico e poder sobre Você exagere. .

A falta de vontade (abulia) é produto de um vazio existencial (confusão), ou não é claro quais são seus objetivos, ou não. Ter metas indica uma direção. O ideal e os objetivos devem ser alcançáveis ​​para que não sejam apenas sonhados e nunca alcançados, devem ser algo pleno para que satisfaça e não cause frustração, os ideais e objetivos devem ser elevados, que falam de grandes desafios e coragem. e decisão de alcançá-los, e que eles deixem toda a experiência positiva. Não vamos esquecer que a felicidade é fruto do esforço e da paz interior . A felicidade foi conquistada. Devemos treinar nossos filhos para que todos os seus esforços sejam no sentido de alcançar objetivos nobres para seu próprio benefício e o dos outros. Que eles sejam gratos e prestativos, que seus objetivos nunca sejam apenas materialismo, poder e prazer.

Por exemplo, e assumindo a falta de preparação adequada para o casamento e para enfrentar a grande responsabilidade de ser pais, hoje os jovens se casam sem saber ao menos qual é o motivo pelo qual se casam. Muitos se casam, simples e simplesmente, para não “ficar”. Eles se casam porque os anos passam, mas não porque têm um projeto de vida, um projeto de família, um projeto a desenvolver, eles se casam porque todos se casam, eles se casam sem metas ou objetivos para o casamento ou com a mais remota ideia do verdadeiro desenvolvimento da família.

Eles vivem porque têm que viver, se casam porque têm que se casar, morrem porque têm que morrer. Você tem que ter filhos, tem que ser pais, porque todos eles são. Nada faz sentido; Eles vivem sem sentido, trabalham sem sentido, têm tudo o que precisam e não estão satisfeitos.

Muitos jovens se casam e acreditam, eles carregam o conceito de que o casamento é o objetivo final da vida. Que casar e ter filhos é o único objetivo da vida. Não pensam em crescer, em se aperfeiçoar como pessoas, como casal e como pais. Casamento e família não são o fim, mas o início de uma nova etapa de desafios, ilusões, novos objetivos e conquistas a serem alcançados, por si mesmo, pelo e com o parceiro, pelos e com os filhos. O desafio não é ter família, mas ser a melhor família.

Quando a vida pessoal e familiar se torna rotineira e monótona, quando a ilusão, a atração e o gosto por alguém e por alguma coisa acabam, quando não se aspiram objetivos nobres, é claro que é quando os casamentos fracassam, vêm os divórcios e a desintegração. O importante na vida é ter ilusões e transformá-las em objetivos, e os objetivos os transformam em realidades. Não basta querer, mas sim determinação, coragem e força de vontade contínua e permanente.

Francisco Mario Morales

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !