Nossa Senhora de Fátima

214
Nossa Senhora de Fátima
Nossa Senhora de Fátima

PRECISO MUITO TE AJUDA !
Divida desse mês é de R$ 514,00 (referente a mensalidade do servidor do site) Data para acertar o pagamento: 17/06
Valor arrecadado: R$ 104,89
FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR
PIX CHAVE EMAIL: doacao@catequizar.com.br
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Celebramos, no dia 13 de maio, a memória litúrgica de Nossa Senhora de Fátima, uma devoção de forte tradição em todo o mundo. A celebração do dia de Nossa Senhora de Fátima é um marco do mês mariano, por isso somos convidados não somente nesse dia, mas durante todos os dias do mês de maio, a rezarmos o rosário em honra à Nossa Senhora de Fátima. O Papa neste mês nos pediu uma maratona de orações rezando o terço pelo fim da pandemia.

Toda vez que celebramos uma a memória da Virgem Maria, rendemos graças a Deus por nos ter dado Ela como Mãe e procuramos imitar as suas virtudes, sobretudo na obediência a Deus e ao próximo. Somos convidados de igual modo a nos imbuirmos do Espírito Santo e levarmos esse mesmo Espírito a quem encontrarmos.

Nossa Senhora recebe vários títulos – depende do local e do modo como ela se manifesta, aqui no Brasil, temos a Nossa Senhora Aparecida, que apareceu nas águas do Rio Paraíba, na cidade paulista de Aparecida. Assim como tem a Nossa Senhora de Lourdes, que apareceu em Lourdes, na França e, é claro, Nossa Senhora de Fátima, que apareceu em Portugal, na Cova da Iria. Em todo caso, não importa qual título de Nossa Senhora celebramos, mas sempre é a mesma mãe de Jesus.  

Nossa Senhora deve ser sempre o exemplo para nós de verdadeira discípula do Senhor e aquela que colocou a Palavra de Deus em prática na sua vida. Devemos nutrir um carinho especial pela Virgem Maria e não dedicarmos somente o mês de maio a ela, mas todos os meses do ano.

As aparições e os títulos dados a Nossa Senhora são devem ter a aprovação canônica pela Igreja, não se pode qualquer pessoa dizer que teve um encontro com Nossa Senhora e daí surgir um título. E, claro, tem que haver comprovações e com Fátima não é diferente. Inclusive, por tudo que Ela revelou em seus segredos durante as aparições e tudo que Ela revelou, aconteceu. 

As aparições de Nossa Senhora sempre serviram para dar um sinal a humanidade e com Nossa Senhora de Fátima não foi diferente. De acordo com o testemunho das três crianças, chamados de três pastorinhos, a primeira aparição teria ocorrido no dia 13 de maio de 1917, ao meio-dia. Depois essas aparições, se repetiram durante os seis meses seguintes, sempre no mesmo dia e horário, com exceção do mês de agosto, em que a aparição ocorreu no dia 19, e as aparições ocorreram ainda até outubro daquele ano.

Na última aparição, ela se intitula sendo “a Senhora do Rosário”, tendo sido esse motivo por ter recebido, posteriormente, o título de Nossa Senhora do Rosário de Fátima. Nossa Senhora de Fátima trazia em suas mãos o Rosário e um dos pedidos de Nossa Senhora de Fátima é que rezássemos o Santo Rosário todos os dias, para nos trazer a paz e estarmos mais perto de Deus.

Segundo o relato dos pastorinhos, a principal mensagem que Nossa Senhora deixou com a sua aparição foi um insistente apelo à conversão, a penitência e a oração, em especial, a oração do Santo Rosário. O mundo naquele período vivia um momento de tensão, pois estava em meio a Primeira Guerra Mundial, e somente por meio da oração e da penitência se alcançaria a paz e a conversão dos pecadores.

De igual modo nos dias de hoje, vivemos em meio a uma guerra. Uma guerra diferente, silenciosa, sem uso de armas, contra um inimigo “mortal” que é o coronavírus. Peçamos a Nossa Senhora de Fátima que nos proteja desse vírus mortal e que possamos sair vitoriosos dessa “guerra”, como a Virgem do Rosário de Fátima iluminou o fim da “gripe espanhola”, feroz pandemia daquele período. As armas que usaremos para sair vitoriosos dessa guerra será a oração: com os joelhos no chão, rogando a Deus pela conversão de toda a humanidade.

No lugar onde Nossa Senhora apareceu, foi erguido o Santuário de Nossa Senhora de Fátima. Inclusive, ela pede que se erga uma Igreja no local, para cultuá-la e cultuar o seu Filho. E que muitas pessoas possam ter acesso para alcançar a salvação e o perdão de seus pecados.

No Brasil, temos muitas Igrejas dedicadas à Nossa Senhora de Fátima, temos uma colônia portuguesa grande no Brasil, inclusive até Santuários Grandes com o título de Nossa Senhora de Fátima. No Rio de Janeiro, temos a réplica da Igreja da Cova da Iria, no Recreio dos Bandeirantes, igualmente Santuário Arquidiocesano dedicado a Nossa Senhora do Rosário de Fátima. Esse ano, devido à pandemia da Covid-19 que ainda persiste, não poderemos nos aglomerarmos nas Igrejas e fazermos uma festa bonita, mas terá que ter um número reduzido de fiéis nas celebrações. Podemos ainda acompanhar a celebração do dia de Nossa Senhora de Fátima por meio da televisão, rádio ou internet. Rezando, sobretudo, pelo fim da pandemia.

Os três pastorinhos foram, recentemente, tiveram suas vidas reconhecidas como exemplar pelo Papa Francisco, ao fazer 100 anos da aparição de Nossa Senhora. Lúcia, uma das “pastorinhas” que Nossa Senhora apareceu, foi a última a morrer e revelou o terceiro segredo de Fátima para o mundo. Neste último segredo, Nossa Senhora pede que cultuassem o seu “imaculado coração”, que seria o caminho que conduz a Deus.

Celebremos com alegria e cheios de fé no coração o dia de Nossa Senhora de Fátima, confiando sempre que por intercessão da Mãe de Deus receberemos as mais copiosas graças, para nós e para o mundo inteiro. Que por meio da oração, possamos vencer essa “guerra” que vivemos atualmente, e que as pessoas possam se aproximar mais de Deus.

Celebremos como amor esse dia 13 de maio, e dediquemos a Nossa Senhora esse mês mariano, rezando o terço todos os dias e pedindo paz para o mundo. O Papa Francisco, na abertura dos 31 dias de oração do Santo Rosário, na Basílica Vaticana pediu para que rezássemos pelo fim da pandemia numa maratona de orações. Que Maria a Mãe de Jesus interceda por nós e pelo mundo inteiro. Amém.

Oração a Nossa Senhora de Fátima

Santíssima Virgem, que nos montes de Fátima vos dignastes revelar a três pastorinhos tesouros de graças contidos na prática do vosso santo Rosário, incuti profundamente em nossa alma o apreço em que devemos ter esta devoção, a vós tão querida, a fim de que, meditando os mistérios da Redenção, que neles se comemoram, nos aproveitemos de seus preciosos frutos e alcancemos a graça (…) que vos pedimos, se for para a glória de Deus e proveito de nossas almas.
Assim seja. Amém!

Nossa Senhora de Fátima, rogai por nós!

Orani João, Cardeal Tempesta, O. Cist.
Arcebispo Metropolitano de São Sebastião do Rio de Janeiro, RJ