Mateus 5: 38-42 olho por olho, dente por dente

“Mas eu digo a você, não resista a quem é mau”

Escritura: Mateus 5: 38-42

38 Ouvistes que foi dito: Olho por olho, dente por dente. 39 Eu, porém, vos digo: Não resistas a um que é mau, mas, se alguém te tocar na face direita, volta-lhe também à outra; 40 e, se alguém te processar e te levar, põe-te a mão. 41 e se alguém te forçar a andar uma milha, vai com ele três quilômetros, 42. Dá a quem te pede, e não negues a quem pedir emprestado de ti.

Estudo do Evangelho : Se alguém insulta você ou tenta se aproveitar de você, como você responde? Você paga em espécie? Jesus abordou a questão da justa retribuição com uma surpreendente revelação da intenção de Deus de como devemos tratar os outros, especialmente aqueles que nos maltratam. Quando Jesus falou sobre a lei de Deus, ele fez algo que ninguém havia feito antes. Ele deu um novo padrão baseado não apenas nas exigências da justiça – dando a cada um o devido – mas baseado na lei do amor e da misericórdia.

Jesus conhecia a lei e sua intenção melhor do que qualquer jurista ou especialista em direito poderia imaginar. Ele citou a mais antiga lei registrada no mundo (também conhecida como lex talionis ou lei de retaliação ): ” Se algum dano acontecer, então você dará vida por vida, olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé, queimadura por queimadura, ferida por ferida, golpe por golpe “ (Êxodo 21: 23-25; ver também Levítico 24: 19,20 e Deuteronômio 19:21). Essa lei hoje parece cruel, mas pretendia limitar a vingança como um primeiro passo para a misericórdia. Esta lei normalmente não era tomada literalmente, mas servia de guia para um juiz em um tribunal de justiça para avaliar punição e penalidade (ver Deuteronômio 19:18). O Antigo Testamento é cheio de referências ao mandamento de que devemos ser misericordiosos:

Não te vingarás nem guardarás ira contra os filhos do teu povo, mas amarás o teu próximo como a ti mesmo: Eu sou o Senhor (Levítico 19:18). 

Se o seu inimigo estiver com fome, dê-lhe pão para comer; e se ele estiver com sede, dê-lhe água para beber (Provérbios 25:21). 

Não diga: “Eu vou fazer a ele como ele fez para mim; eu vou pagar o homem de volta para o que ele fez” (Provérbios 24:29). 

Que ele dê sua bochecha ao golpista e se encha de insultos (Lamentações 3:30).Graça e benevolência
No ensinamento de Jesus sobre a lei, ele faz algo notável e inédito. Ele transforma a antiga lei de justiça e misericórdia com graça (favor) e benevolência. Jesus também deixa claro que não há espaço para retaliação. Não devemos apenas evitar devolver o mal ao mal, devemos também buscar o bem daqueles que nos desejam doentes. Você aceita insultos, como Jesus fez, sem ressentimento ou malícia? Quando você é compelido por outros a fazer mais do que você acha que é razoável, você resiste alegando seus direitos, ou responde com graça e alegria?

O que torna os cristãos diferentes dos outros e o que torna o cristianismo distinto de qualquer outra religião? É graça– tratar os outros não como eles merecem, mas como Deus deseja que eles sejam tratados – com bondade e misericórdia. Deus é bom para os injustos e justos. Seu amor abraça santo e pecador igualmente. Deus busca nosso bem maior e nos ensina a buscar o bem maior dos outros, até mesmo aqueles que nos odeiam e abusam. Nosso amor pelos outros, mesmo aqueles que são ingratos e egoístas para conosco, devem ser marcados pela mesma bondade e misericórdia que Deus nos mostrou. É mais fácil mostrar bondade e misericórdia quando podemos esperar nos beneficiar disso. Quanto mais difícil quando não podemos esperar nada em troca. Nossa oração por aqueles que nos fazem mal quebra o poder da vingança e libera o poder do amor para fazer o bem diante do mal.

Como podemos amar aqueles que nos causam dano ou má vontade? Com Deus tudo é possivel. Ele dá poder e graça àqueles que acreditam e aceitam o dom do Espírito Santo. Seu amor conquista tudo, até nossas mágoas, medos, preconceitos e tristezas. Somente a cruz de Jesus Cristo pode nos libertar da tirania da malícia, do ódio, da vingança e do ressentimento e nos dá a coragem de devolver o mal com o bem. Tal amor e graça tem poder para curar e salvar da destruição. Você conhece o poder do amor e misericórdia redentora de Cristo?

“Ó Deus misericordioso, enche nossos corações, nós rezamos com as graças de seu Espírito Santo; com amor, alegria, paz, paciência, gentileza, bondade, fidelidade, humildade e autocontrole. Ensina-nos a amar aqueles que nos odeiam; rezar por aqueles que nos usam inespetuosamente; para que sejamos filhos do vosso amor, nosso Pai, que faz nascer o sol sobre os maus e os bons, e faz chover sobre os justos e os injustos. Na adversidade nos concede graça para ser paciente; na prosperidade, mantenha-nos humildes; que possamos guardar a porta dos nossos lábios; que possamos estimar levemente os prazeres deste mundo e ter sede das coisas celestes; através de Jesus Cristo, nosso Senhor.  (Oração de Anselmo, 1033-1109) 

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !