Oração diária, O jantar na casa do fariseu - Lc 11,37-41

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Lc 11,37-41

Jesus Cristo quer renovar nosso interior, a casa de nossa existência, e nos colocar numa caminhada de fé, no caminho do amor verdadeiro.

Façamos a oração do dia: Pai, purifica de todo pecado e egoísmo o mais íntimo de meu ser, pois eles me torna incapaz de viver em comunhão contigo e com o meu semelhante.

28ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

Liturgia do dia 13 de outubro de 2020

PRIMEIRA LEITURA: Gl 5,1-6

Leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas – Irmãos, 1é para a liberdade que Cristo nos libertou. Ficai pois firmes e não vos deixeis amarrar de novo ao jugo da escravidão. 2Eis que eu, Paulo, vos digo que Cristo não será de nenhum proveito para vós, se vos deixardes circuncidar.
3Mais uma vez, atesto a todo homem circuncidado que ele está obrigado a observar toda a Lei. 4Vós que procurais a vossa justificação na Lei rompestes com Cristo, decaístes da graça. 5Quanto a nós, que nos deixamos conduzir pelo Espírito, é da fé que aguardamos a justificação, objeto de nossa esperança. 6Com efeito, em Jesus Cristo, o que vale é a fé agindo pela caridade; observar ou não a circuncisão não tem valor algum.

– Palavra do Senhor.

Graças a Deus.

SALMO 119(118)

— Senhor, que desça sobre mim a vossa graça!
— Senhor, que desça sobre mim a vossa graça!

— Senhor, que desça sobre mim a vossa graça e a vossa salvação que prometestes!

— Não retireis vossa verdade de meus lábios, pois eu confio em vossos justos julgamentos!

— Cumprirei constantemente a vossa lei; para sempre, eternamente a cumprirei!

— É amplo e agradável meu caminho, porque busco e pesquiso as vossas ordens.

— Muito me alegro com os vossos mandamentos, que eu amo, amo tanto, mais que tudo!

— Elevarei as minhas mãos para louvar-vos e com prazer meditarei vossa vontade.

EVANGELHO:  Lc 11,37-41

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
– Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 37enquanto Jesus falava, um fariseu convidou-o para jantar com ele. Jesus entrou e pôs-se à mesa. 38O fariseu ficou admirado ao ver que Jesus não tivesse lavado as mãos antes da refeição.39O Senhor disse ao fariseu: “Vós fariseus, limpais o copo e o prato por fora, mas o vosso interior está cheio de roubos e maldades. 40Insensatos!

Aquele que fez o exterior não fez também o interior? 41Antes, dai esmola do que vós possuís e tudo ficará puro para vós”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Jesus estava falando, quando um fariseu o convidou para comer em sua casa. Três momentos nessa refeição. Na primeira cena, Jesus cria um conflito, porque às vezes é preciso criar conflitos para poder avançar na caminhada. Jesus sentou-se à mesa sem ter lavado as mãos, o que causou surpresa ao fariseu e aos convidados. Não se trata da observância de uma norma de higiene, mas de uma norma religiosa. Era antes uma norma de higiene, muito importante, que se tornou um gesto ritual. Quem faz a ablução, enche um copo com água e derrama duas vezes na mão direita. Repete com a esquerda. Depois, diz a oração de bênção. Esfrega as mãos juntas e as enxuga. Não cumprir o rito passou a significar desobediência à lei de Deus e, portanto, um pecado. Jesus aproveita a ocasião para uma crítica severa aos religiosos fariseus. Eles estão preocupados com ritos externos enquanto por dentro estão cheios de rapina. Jesus os acusa de roubo, de falsidade religiosa para juntar dinheiro. Mas como Jesus veio apresentar caminhos de salvação, apresentou um para os fariseus: dar em esmola o que tinham guardado para se tornarem puros. A pureza religiosa, diante de Deus, não se alcança com o rito de lavar as mãos, mas com a honestidade que brota de dentro. Dentro deles estava o fruto da rapina.

LEITURA
ORANTE

Oração Inicial

Jesus Cristo quer renovar nosso interior, a casa de nossa existência, e nos colocar numa caminhada de fé, de vida e de compromisso fraterno, no caminho do amor verdadeiro.

Rezemos: “Divino Espírito Santo, necessitamos muito de vossa ajuda para conhecer o caminho que devemos seguir. Temos necessidade de Vós, para que o nosso coração, inundado pela vossa consolação, se abra e que, muito além das palavras e dos conceitos, possamos perceber a vossa presença. Iluminai a nossa mente, movei o nosso coração, para que esta meditação produza em nós frutos de vida. Amém.”

Leitura (Verdade)

O que diz o texto bíblico? Leia o Evangelho atentamente quantas vezes julgar necessário. Qual é o contexto da narrativa? Quais personagens estão presentes? Quais palavras mais chamaram sua atenção durante a leitura? Quais expressões se repetem? Qual é a mensagem central do texto? O que Jesus ensina?

“Jesus aceitava com prazer convites para jantar, mesmo na casa dos pecadores. Era ocasião para anunciar o novo. Nem sempre os convites eram inocentes. O fariseu viu que Jesus não tinha lavado as mãos. O gesto, mais do que higiene, era um símbolo ligado ao sistema global de pureza.

O sistema religioso judaico, nos tempos de Jesus, acumulara nada menos do que 613 mandamentos e leis, regulando até os mínimos detalhes. A observância feita era hipócrita e formal. Jesus dizia que eles coavam mosquitos e engoliam camelos. Praticavam a letra e não olhavam o espírito. Jesus aponta para outra direção, que nasce do coração: amar a Deus e amar o próximo. Precisamos aprender a distinguir o essencial do secundário.

Meditação (Caminho)

O que o texto para mim? Como acolho as palavras e os ensinamentos de Jesus em minha vida?

Coloque-se diante da Palavra e esteja atento(a) ao que o Senhor diz ao seu coração durante a meditação.

Oração (Vida)

O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Este é o momento da sua oração, portanto, apresente ao Senhor, Deus da vida, suas necessidades, suas preocupações e as realidades de morte que estão presentes no mundo.

Contemplação (Vida e Missão)

Qual apelo a Palavra de Deus despertou em seu coração? O que você se propõe a viver hoje? Como pretende atingir esse propósito?

Bênção

– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– que ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
– que volte para nós o seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !