Liturgia diária, Tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja - Mt 16,13-20

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Mt 16,13-20

Que a Palavra que vamos meditar nos fortaleça no testemunho de nossa fé. Que o Espírito Santo nos conduza em nossa oração e nos revele quem é Jesus.

Façamos a oração do dia: Pai, faze de mim um bem-aventurado, como o apóstolo Pedro, revelando-me teu Filho Jesus, e dando-me força para testemunhar minha fé até o fim.

21º Domingo do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

Liturgia do dia 23 de agosto de 2020

PRIMEIRA LEITURA:  Is 22,19-23

Leitura do Livro do Profeta Isaías:

Assim diz o Senhor a Sobna, o administrador do palácio: 19“Eu vou te destituir do posto que ocupas e demitir-te do teu cargo. 20Acontecerá que nesse dia chamarei meu servo Eliacim, filho de Helcias, 21e o vestirei com a tua túnica e colocarei nele a tua faixa, porei em suas mãos a tua autoridade; ele será um pai para os habitantes de Jerusalém e para a casa de Judá. 22Eu o farei levar aos ombros a chave da casa de Davi; ele abrirá, e ninguém poderá fechar; ele fechará, e ninguém poderá abrir. 23Hei de fixá-lo como estaca em lugar seguro e aí ele terá o trono de glória na casa de seu pai”.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 137

— Ó Senhor, vossa bondade é para sempre!/ Completai em mim a obra começada!
— Ó Senhor, vossa bondade é para sempre!/ Completai em mim a obra começada!

— Ó Senhor, de coração eu vos dou graças,/ porque ouvistes as palavras dos meus lábios!/ Perante os vossos anjos vou cantar-vos/ e ante o vosso templo vou prostrar-me.

— Ó Senhor, vossa bondade é para sempre!/ Completai em mim a obra começada!

— Eu agradeço vosso amor, vossa verdade,/ porque fizestes muito mais que prometestes;/ naquele dia, em que gritei, vós me escutastes/ e aumentastes o vigor da minha alma.

— Altíssimo é o Senhor, mas olha os pobres,/ e de longe reconhece os orgulhosos./ Ó Senhor, vossa bondade é para sempre!/ Eu vos peço: não deixeis inacabada/ esta obra que fizeram vossas mãos!

SEGUNDA LEITURA: : Rm 11,33-36

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:

33Ó profundidade da riqueza, da sabedoria e da ciência de Deus! Como são inescrutáveis os seus juízos e impenetráveis os seus caminhos! 34De fato, quem conheceu o pensamento do Senhor? Ou quem foi seu conselheiro? 35Ou quem se antecipou em dar-lhe alguma coisa, de maneira a ter direito a uma retribuição? 36Na verdade, tudo é dele, por ele e para ele. A ele a glória para sempre. Amém!

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Mt 16,13-20

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
– Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 13Jesus foi à região de Cesareia de Filipe e aí perguntou a seus discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?” 14Eles responderam: “Alguns dizem que é João Batista; outros, que é Elias; outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas”. 15Então Jesus lhes perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?” 16Simão Pedro respondeu: “Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo”. 17Respondendo, Jesus lhe disse: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu. 18Por isso, eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la. 19Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”. 20Jesus, então, ordenou aos discípulos que não dissessem a ninguém que ele era o Messias.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

texto

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Celebramos o 21º Domingo do Tempo Comum. Que a Palavra que vamos meditar nos fortaleça no testemunho de nossa fé. Que o Espírito Santo nos conduza em nossa oração e nos revele quem é Jesus.

Leitura (Verdade)

O que diz o texto? Qual é o questionamento que Jesus dirige aos discípulos? Quais são as afirmações a respeito de Jesus? Para Simão Pedro, quem é Jesus? Qual é a missão que Jesus confia a Pedro?

“Construída numa das nascentes do rio Jordão, Cesareia marca o ponto mais ao norte das viagens de Jesus. Era o centro dos adoradores de Pan, deus grego dos pastores e rebanhos. É um marco divisório da caminhada de Jesus. No episódio ficam claras duas coisas: Jesus é o Filho de Deus e Pedro terá a missão de continuar sua obra, de apascentar as ovelhas e confirmar os irmãos. Pedro – e com ele a Igreja – recebe o poder das chaves, sem nenhuma restrição. Ele tem o poder de ligar e desligar. O termo “poder” é mais bem compreendido se falarmos em serviço. E foi o serviço que levou Pedro e os demais apóstolos às fronteiras do mundo, onde anunciaram o projeto de Jesus pela palavra e pelo sangue. Com Pedro, o mistério da Igreja.” 

Meditação (Caminho)

Jesus faz a pergunta pessoal para os seus discípulos, os mais próximos que estavam sendo formados em sua escola de evangelizadores. Quem é Jesus para mim? Responder com clareza esta pergunta é condição para compreender e celebrar o Mistério pascal, a Eucaristia. Que outras provocações este Evangelho me faz?

Oração (Vida)

Em nossa oração, supliquemos ao Senhor pela missão da Igreja, rezemos nas intenções do Papa que continua a missão de Pedro. “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo!”. Jesus entendeu que foi o Pai quem colocou essa revelação no coração de Pedro e o confirma como chefe maior da sua Igreja.
Rezemos pelos cristãos perseguidos por causa da fé e pelos povos que vivem em regiões de conflitos e guerras. Lembremos ainda de todas as iniciativas da Igreja para a evangelização dos povos. Peçamos vocações leigas que pela força do batismo cristão sejam testemunhas da justiça e da paz.

Contemplação (Vida e Missão)

Que apelo a palavra de Deus despertou em meu coração? Viver e testemunhar a fé, sem medo. Como vou atingir este propósito?

Bênção

  • O Senhor Deus nosso Pai esteja sempre conosco.
  • Ele está no meio nós.

Oremos: “Senhor nosso Deus, Que enviastes Vosso Filho ao mundo Para curar as nossas enfermidades, Levar sobre Si as nossas dores, Redimir nossos pecados e Nos dar a Vida Eterna que vem de Vós, Tendes Piedade de nós!

Deus Misericordioso, Que cuida de todas as Vossas Criaturas, Atendei as nossas suplicas, e Segundo a Vossa Vontade, Protegei o Vosso Povo, Oprimido por essa doença terrível. Guardai e mantenhais a saúde daqueles Que não contraíram essa doença e Dai Senhor, aos que a contraíram, Paciência fortalecida, fé renovada e A cura desse mal, Para que todos nós desfrutemos De plena e duradoura saúde! Por Jesus Cristo nosso Senhor.” Amém.

Todo o Louvor, toda a Honra, toda a Gratidão, Toda a Fé, toda a Confiança, Toda a Adoração e toda a Glória Sejam dadas aos Senhor nosso Deus, Agora e para sempre! Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui