Liturgia diária, Solenidade de Todos os Santos - Mt 5,1-12a

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Mt 5,1-12a

Os santo são aqueles que se deixaram iluminar pela luz de Deus. Eles levaram Deus e seu projeto a sério.

Façamos a oração do dia: Pai, move-me pelo Espírito a trilhar o caminho da santidade, colocando minha vida em tuas mãos e buscando viver as bem-aventuranças proclamadas por teu Filho Jesus.

Solenidade de Todos os Santos – Ano Litúrgico A

Liturgia do dia 01 de novembro de 2020

PRIMEIRA LEITURA:  Ap 7,2-4.9-14

Leitura do livro do Apocalipse de São João – Eu João, 2Vi ainda outro anjo subir do oriente; trazia o selo de Deus vivo, e pôs-se a clamar com voz retumbante aos quatro Anjos, aos quais fora dado danificar a terra e o mar, dizendo: 3Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que tenhamos assinalado os servos de nosso Deus em suas frontes. 

4Ouvi então o número dos assinalados: cento e quarenta e quatro mil assinalados, de toda tribo dos filhos de Israel; 9Depois disso, vi uma grande multidão que ninguém podia contar, de toda nação, tribo, povo e língua: conservavam-se em pé diante do trono e diante do Cordeiro, de vestes brancas e palmas na mão, 10e bradavam em alta voz: A salvação é obra de nosso Deus, que está assentado no trono, e do Cordeiro. 

11E

todos os Anjos estavam ao redor do trono, dos Anciãos e dos quatro Animais; prostravam-se de face em terra diante do trono e adoravam a Deus, dizendo: 12Amém, louvor, glória, sabedoria, ação de graças, honra, poder e força ao nosso Deus pelos séculos dos séculos! Amém. 13Então um dos Anciãos falou comigo e perguntou-me: Esses, que estão revestidos de vestes brancas, quem são e de onde vêm? 14Respondi-lhe: Meu Senhor, tu o sabes. E ele me disse: Esses são os sobreviventes da grande tribulação; lavaram as suas vestes e as alvejaram no sangue do Cordeiro.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO  24(23)

— É assim a geração dos que procuram o Senhor!
— É assim a geração dos que procuram o Senhor!

— Do Senhor é a terra e tudo o que ela contém, a órbita terrestre e todos os que nela habitam, pois ele mesmo a assentou sobre as águas do mar e sobre as águas dos rios a consolidou.

— Quem será digno de subir ao monte do Senhor? Ou de permanecer no seu lugar santo? O que tem as mãos limpas e o coração puro, cujo espírito não busca as vaidades nem perjura para enganar seu próximo.

Este terá a bênção do Senhor, e a recompensa de Deus, seu Salvador. Tal é a geração dos que o procuram, dos que buscam a face do Deus de Jacó.

SEGUNDA LEITURA: 1Jo 3,1-3

Leitura da primeira carta de São João – Caríssimos, 1Considerai com que amor nos amou o Pai, para que sejamos chamados filhos de Deus. E nós o somos de fato. Por isso, o mundo não nos conhece, porque não o conheceu. 

2Caríssimos, desde agora somos filhos de Deus, mas não se manifestou ainda o que havemos de ser. Sabemos que, quando isto se manifestar, seremos semelhantes a Deus, porquanto o veremos como ele é. 3E todo aquele que nele tem esta esperança torna-se puro, como ele é puro.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Mt 5,1-12a

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.

Glória a vós, Senhor.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Mateus – Naquele tempo, 1Vendo aquelas multidões, Jesus subiu à montanha. Sentou-se e seus discípulos aproximaram-se dele. 2Então abriu a boca e lhes ensinava, dizendo: 3Bem-aventurados os que têm um coração de pobre, porque deles é o Reino dos céus! 

4Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados! 5Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra! 6Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados! 7Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia! 8Bem-aventurados os puros de coração, porque verão Deus! 9Bem-aventurados os pacíficos, porque serão chamados filhos de Deus! 

10Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus! 11Bem-aventurados sereis quando vos caluniarem, quando vos perseguirem e disserem falsamente todo o mal contra vós por causa de mim. 12Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

É fim de ano civil e fim de ano litúrgico. A visão do fim nos faz pensar no fim do mundo e no fim da nossa vida nesta terra. Celebrando hoje Todos os Santos, festejamos os que chegaram ao fim vitoriosos, aqueles e aquelas cuja vida foi um sucesso. Alcançaram a salvação. Homens e mulheres em multidão, marcados com o selo do Deus vivo, passaram pela grande tribulação, lavaram suas vestes no sangue do Cordeiro e agora, com palmas de vitória, estão felizes na casa do Pai, onde são verdadeiramente filhos.

A estes chamamos de santos e santas. São pessoas como todo mundo, gente normal. Viveram em nosso meio, em nosso país, trabalharam, sofreram, alegraram-se, tudo de forma heroica. Foram heróis e heroínas até mesmo na aceitação e na superação dos próprios defeitos. Santos e pecadores nos quais a santidade superou o pecado.

Gente de fé convicta, de esperança permanente e de caridade ativa. Eles e elas viveram as bem-aventuranças praticando as obras de misericórdia. O que eles e elas foram e fizeram, por que não posso também ser e fazer? Não caíram do céu. Lutaram a luta de cada dia e, com muita paciência, suportaram os outros na caminhada para a casa do Pai. Suportaram, quer dizer, deram suporte, apoiaram, e também aguentaram.

Todo ser humano é imperfeito e a imperfeição se manifesta de diversas maneiras. Quando estavam em nosso mundo, os santos tinham seus defeitos. Eram, porém, sinceros e procuravam de coração amar a Deus sobre todas as coisas e o próximo, como Jesus o amou. Qual é o seu nome? É nome de algum santo? Procure conhecer a vida dele ou dela, olhe como o santo do seu nome viveu o Evangelho, como praticou a caridade, como equilibrou os seus defeitos.

Ou então escolha algum santo de sua devoção e leia algum livro sobre sua vida. Todos eles olham para Jesus e nos mostram o caminho que nos leva até Jesus. Eles e elas ensinam, são exemplo e intercedem. Conversam com Deus sobre nós. Se não houver nenhum santo com seu nome que tenha sido beatificado ou canonizado, seja você o primeiro e a primeira.

Faça força para ser santo como o Pai Celeste é santo, isto é, cheio de misericórdia. Nisto consiste a nossa perfeição, simplesmente em sermos bons e justos. Temos ainda três domingos do Tempo Comum, nos quais vamos proclamar, do Evangelho de Mateus, o Sermão dos Últimos Tempos. Meditaremos a parábola das dez moças descuidadas, a parábola dos talentos e, por fim, na solenidade de Cristo Rei, o juízo final de todos os povos e nações.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Hoje festejamos os outros santos, aqueles e aquelas que não figuram no calendário. É a grande multidão que ninguém podia contar, de todas as tribos, línguas e povos. Só Deus é santo. Os santos, nossos irmãos, são aqueles que se deixaram iluminar pela luz de Deus. Eles levaram Deus e seu projeto a sério. Vieram da grande tribulação, superaram os pecados e dificuldades. As bem-aventuranças constituem o retrato falado do Reino.

Não é um convite ao conformismo, mas à luta. Felizes os que choram, não as lágrimas; felizes os famintos, não a fome. Santidade não é passividade. Avante, vós, os pobres, os que choram, os que constroem a paz! É o caminho percorrido por tantos irmãos nossos.

É a nossa vocação. Podemos recordar os santos que são de nossa devoção, mas também os santos que viveram ou vivem conosco na família, na comunidade de fé e na comunidade de nosso trabalho.
Coloque-se em sintonia com as leituras desta liturgia e peça a Jesus que fique com você

Leitura (Verdade)

Leia novamente o Evangelho, com calma. Durante a leitura, permita que a Palavra toque profundamente sua vida.
“O monte é a figura terrena que denota a esfera divina em contato com a história humana. Lá não estavam os sábios, os poderosos, a hierarquia religiosa.

Lá estavam os últimos, os abandonados, os descartados da sociedade. Para eles é anunciada a Boa-Nova. Jesus não fala a eles das leis que os podem salvar e dar significado à vida. Jesus abre um horizonte novo, um horizonte que coloca sob suspeita os ideais de bem-estar do mundo.

Ele fala de um mundo novo, em que os últimos serão os primeiros. Ele não consagra o sofrimento. Felizes os pobres, mas não a pobreza. Não é um convite à passividade. “Felizes, avante, a caminho”, o Reino vai chegar. Festejamos hoje a todos os que, ao longo do tempo, viveram as bem-aventuranças.” 

Meditação (Caminho)

Que significado tem para mim a festa de todos os santos? Sinto-me feliz em saber que me aguardam um novo céu e uma nova terra, onde não haverá mais dor, lágrimas, pobreza, injustiças etc.? Com qual das bem-aventuranças me identifico melhor? Por quê? Acredito que estarei incluído nesses 144 mil assinalados?

Oração (Vida)

Recorde algumas pessoas que você admira e veja nelas uma grande santidade de vida, santidade que pode ser chamada de fidelidade a Deus e comprometimento com seu Evangelho.

“Senhor Jesus, eu agradeço essa maravilhosa revelação do livro do Apocalipse que me infunde esperança, fé e confiança em Vós. Vós dissestes: ‘Na casa de meu Pai há muitas moradas e eu vou preparar-vos um lugar e depois vos levarei comigo’.

O autor do livro do Apocalipse, escrito em tempo de perseguição do Império Romano aos cristãos, vem confirmar essa vossa promessa. Muito obrigado(a), Senhor da História, meu Senhor e meu Deus.”

Contemplação (Vida e Missão)

Com toda a Igreja contemple essa multidão vestida de branco seguindo a Jesus Ressuscitado, Ele, o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.

Que sentimentos invadem seu coração neste momento? Que propósito de vida nova surge dentro de você? Enxugar as lágrimas dos bem-aventurados de hoje é uma sugestão prática para quem quer viver segundo o Evangelho

Bênção

  • O Senhor Deus nosso Pai esteja sempre conosco.
  • Ele está no meio nós.

Oremos: “Senhor nosso Deus, Que enviastes Vosso Filho ao mundo Para curar as nossas enfermidades, Levar sobre Si as nossas dores, Redimir nossos pecados e Nos dar a Vida Eterna que vem de Vós, Tendes Piedade de nós!

Deus Misericordioso, Que cuida de todas as Vossas Criaturas, Atendei as nossas suplicas, e Segundo a Vossa Vontade, Protegei o Vosso Povo, Oprimido por essa doença terrível. Guardai e mantenhais a saúde daqueles Que não contraíram essa doença e Dai Senhor, aos que a contraíram, Paciência fortalecida, fé renovada e A cura desse mal, Para que todos nós desfrutemos De plena e duradoura saúde! Por Jesus Cristo nosso Senhor.” Amém.

Todo o Louvor, toda a Honra, toda a Gratidão, Toda a Fé, toda a Confiança, Toda a Adoração e toda a Glória Sejam dadas aos Senhor nosso Deus, Agora e para sempre! Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !