Oração diária, Coragem teus pecados estão perdoados! - Mt 9,1-8

PRECISAMOS MUITO DE SUA AJUDA

Estimados irmãos venho aqui pedir a sua ajuda se possível for. Estamos fechando o mês e não vou conseguir pagar a mensalidade da divida do site referente ao servidor onde o site fica hospedado. Pra complicar minha situação tenho pai acamado. Diante das dificuldades que todos estamos passando compreendo o qto esta difícil para todos, mas se vc tiver a possibilidade de AJUDAR COM UMA DOAÇÃO sera de muita ajuda para diminuir as dividas. .Clique aqui para Doar

13ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

02 de julho de 2020

ORAÇÃO DO DIA

ORAÇÃO DO DIA

Pai, que minha fé ilimitada em teu Filho Jesus seja penhor de perdão e cura. Que o poder de Jesus me cure a partir do meu interior

PRIMEIRA LEITURA: Am 7,10-17

Leitura da Profecia de Amós – Naqueles dias, 10Amasias, sacerdote de Betel, mandou dizer a Jeroboão, rei de Israel: “Amós conspira contra ti, dentro da própria casa de Israel; o país não consegue evitar que se espalhem todas as suas palavras. 11Ele anda dizendo: ‘Jeroboão morrerá pela espada, e Israel será deportado de sua pátria, como escravo’”.
12Disse depois Amasias a Amós: “Vidente, sai e procura refúgio em Judá, onde possas ganhar teu pão e exercer a profecia; 13mas em Betel não deverás insistir em profetizar, porque aí fica o santuário do rei e a corte do reino”.
14Respondeu Amós a Amasias, dizendo: “Não sou profeta nem sou filho de profeta; sou pastor de gado e cultivo sicômoros. 15O Senhor chamou-me, quando eu tangia o rebanho, e o Senhor me disse: ‘Vai profetizar para Israel, meu povo’.
16E agora ouve a Palavra do Senhor. Tu dizes: ‘Não profetizes contra Israel e não insinues palavras contra a casa de Isaac’. 17Pois bem, isto diz o Senhor: ‘Tua mulher se prostituirá na cidade, teus filhos e filhas morrerão pela espada, tuas terras serão tomadas e loteadas; tu mesmo morrerás em terra poluída, e Israel será levado em cativeiro para longe de seu país’”.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 18

          — Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente.
— Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente.

— A lei do Senhor Deus é perfeita, conforto para a alma! O testemunho do Senhor é fiel, sabedoria dos humildes.

— Os preceitos do Senhor são precisos, alegria ao coração. O mandamento do Senhor é brilhante, para os olhos é uma luz.

— É puro o temor do Senhor, imutável para sempre. Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente.

EVANGELHO: Mt 9,1-8

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1entrando em um barco, Jesus atravessou para a outra margem do lago e foi para a sua cidade. 2Apresentaram-lhe, então, um paralítico deitado numa cama. Vendo a fé que eles tinham, Jesus disse ao paralítico: “Coragem, filho, os teus pecados estão perdoados!”
3Então alguns mestres da Lei pensaram: “Esse homem está blasfemando!” 4Mas Jesus, conhecendo os pensamentos deles, disse: “Por que tendes esses maus pensamentos em vossos corações? 5O que é mais fácil, dizer: ‘Os teus pecados estão perdoados’, ou dizer: ‘Levanta-te e anda’?
6Pois bem, para que saibais que o Filho do Homem tem na terra poder para perdoar pecados, — disse, então, ao paralítico — “Levanta-te, pega a tua cama e vai para a tua casa”. 7O paralítico então se levantou, e foi para a sua casa. 8Vendo isso, a multidão ficou com medo e glorificou a Deus, por ter dado tal poder aos homens.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

É mais fácil dizer que os pecados de um paralítico estão perdoados do que fazê-lo andar, porque a transformação interior não é imediatamente visível como o é a cura de uma paralisia. O ensinamento dos escribas unia as enfermidades ao pecado. Uma doença era castigo de algum pecado cometido. Os pecados do paralítico foram perdoados e ele continuou paralítico. Depois Jesus o curou também da paralisia. Eliminada a causa, devia desaparecer o efeito. Jesus, porém, dissocia a enfermidade da culpa. Entendamos o pecado como qualquer ação má que alguém comete prejudicando a si mesmo e aos outros. O pecado pode ter como consequência a enfermidade, mas nem toda enfermidade é consequência do pecado, ao menos não de um pecado pessoal. A paralisia pode ter sido causada pela maldade de alguém, por más condições de trabalho, por algum acidente imprevisto. Não é bom emitir julgamentos precipitados, como fizeram os escribas.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
“Coragem, filho, teus pecados estão perdoados.” Com essas palavras, Jesus restituiu a saúde ao paralítico, depois de observar a grande fé daqueles que o conduziram até Ele e o aproximaram, colocando-o bem na sua presença.
Que a Palavra de Deus toque a nossa mente, nossa vontade e nosso coração e nos faça perceber a grande misericórdia que Deus tem para conosco.

Rezemos: “Senhor Jesus Cristo, envia sobre nós, como prometeste, teu Espírito Santo. Que Ele nos conceda a vida e nos ensine a plenitude da verdade. Que nele encontremos a salvação, felicidade e plenitude de amor. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Quem são os personagens presentes na narrativa? Quem critica Jesus e por quê? Por que Jesus perdoa os pecados para restituir a saúde ao paralítico? Por que a fé é o ponto de partida?

“O paralítico é figura do ser humano incapaz de qualquer atividade. Curá-lo significa restituir-lhe todas as suas possibilidades. A comunidade se mobiliza para levar o paralítico a Jesus. Vendo a fé que eles tinham – a comunidade –, Jesus realiza sua ação salvadora. Primeiro liberta o paralítico dos pecados. E diante do escândalo dos escribas, mostra seu poder realizando a cura física. Jesus pede ao paralítico que se levante, ande e carregue seu leito para casa, isto é, para sua vida. Jesus veio nos libertar do pecado e de todas as consequências do passado. Nem sempre, em nossa prece, conseguimos curas físicas, mas sempre Deus concede o perdão dos pecados ao pecador arrependido. O perdão nos possibilita uma vida nova.” (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Sobre o que o texto bíblico me leva a refletir? Tenho fé no Filho de Deus, que perdoa e restaura minha vida? Creio que Ele tem o poder de me libertar de tudo o que me paralisa? Como me comporto ao ver outros fazendo o bem? Como acolho as palavras de Jesus: “Coragem, filho, teus pecados estão perdoados”?

Oração (Vida)
Agradeça tudo que a Palavra lhe permitiu compreender e vivenciar do mistério de Cristo. Apresente ainda ao Senhor a oração que brotou em seu coração durante a leitura orante.

Conclua com o salmo 31:
Em ti, Senhor, me refugio;
nunca permitas que eu seja humilhado;
livra-me pela tua justiça.

Inclina os teus ouvidos para mim,
vem livrar-me depressa!

Sê minha rocha de refúgio,
uma fortaleza poderosa para me salvar.

Sim, tu és a minha rocha e a minha fortaleza;
por amor do teu nome, conduze-me e guia-me.
Contemplação (Vida e Missão)
Depois de orar com esse relato do Evangelho, com essa ação misericordiosa de Jesus, que sentimentos habitam seu coração? O que você se propõe a viver? Como pretende ser grato(a) a Deus pelas muitas vezes que você foi beneficiado(a) pela ajuda de outros?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.
    Ir. Carmen Maria Pulga

Confira a Homilia dominical.Clique aqui

[apss_share]