Liturgia diária, Não tenhais medo! - Mt 10,26-33

PRECISAMOS MUITO DE SUA AJUDA

Estimados irmãos venho aqui pedir a sua ajuda se possível for. Estamos fechando o mês e não vou conseguir pagar a mensalidade da divida do site referente ao servidor onde o site fica hospedado. Pra complicar minha situação tenho pai acamado. Diante das dificuldades que todos estamos passando compreendo o qto esta difícil para todos, mas se vc tiver a possibilidade de AJUDAR COM UMA DOAÇÃO sera de muita ajuda para diminuir as dividas. .Clique aqui para Doar

12ª Domingo do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

21 de junho de 2020

ORAÇÃO DO DIA

Senhor, nosso Deus, dai-nos por toda a vida a graça de vos amar e temer, pois nunca cessais de conduzir os que firmais no vosso amor.

PRIMEIRA LEITURA: Jr 20,10-13 

Leitura do Livro do Profeta Jeremias

10Eu ouvi as injúrias de tantos homens e os vi espalhando o medo em redor: “Denunciai-o, denunciemo-lo”. Todos os amigos observam minhas falhas: “Talvez ele cometa um engano e nós poderemos apanhá-lo e desforrar-nos dele”.
11Mas o Senhor está ao meu lado, como forte guerreiro; por isso, os que me perseguem cairão vencidos. Por não terem tido êxito, eles se cobrirão de vergonha. Eterna infâmia, que nunca se apaga! 12Ó Senhor dos exércitos, que provas o homem justo e vês os sentimentos do coração, rogo-te me faças ver tua vingança sobre eles; pois eu te declarei a minha causa. 13Cantai ao Senhor, louvai ao Senhor, pois ele salvou a vida de um pobre homem das mãos dos maus

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 69(68)

          — Atendei-me, ó Senhor, pelo vosso imenso amor!
— Atendei-me, ó Senhor, pelo vosso imenso amor!

— Por vossa causa é que sofri tantos insultos,/ e o meu rosto se cobriu de confusão;/ eu me tornei como um estranho a meus irmãos,/ como estrangeiro para os filhos de minha mãe./ Pois meu zelo e meu amor por vossa casa/ me devoram como fogo abrasador.

— Por isso elevo para vós minha oração,/ neste tempo favorável, Senhor Deus!/ Respondei-me pelo vosso imenso amor,/ pela vossa salvação que nunca falha!/ Senhor, ouvi-me, pois suave é vossa graça,/ ponde os olhos sobre mim com grande amor!

— Humildes, vede isto e alegrai-vos:/ o vosso coração reviverá,/ se procurardes o Senhor continuamente!/ Pois nosso Deus atende à prece dos seus pobres,/ e não despreza o clamor de seus cativos./ Que céus e terra glorifiquem o Senhor,/ com o mar e todo ser que neles vive!

SEGUNDA LEITURA: Rm 5,12-15

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:

Irmãos: 12O pecado entrou no mundo por um só homem. Através do pecado, entrou a morte. E a morte passou para todos os homens, porque todos pecaram.

13Na realidade, antes de ser dada a Lei, já havia pecado no mundo. Mas o pecado não pode ser imputado, quando não há lei. 14No entanto, a morte reinou, desde Adão até Moisés, mesmo sobre os que não pecaram como Adão, o qual era a figura provisória daquele que devia vir.

15Mas isso não quer dizer que o dom da graça de Deus seja comparável à falta de Adão! A transgressão de um só levou a multidão humana à morte, mas foi de modo bem superior que a graça de Deus, ou seja, o dom gratuito concedido através de um só homem, Jesus Cristo, se derramou em abundância sobre todos.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

EVANGELHO: Mt 10,26-33

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus apóstolos: 26“Não tenhais medo dos homens, pois nada há de encoberto que não seja revelado, e nada há de escondido que não seja conhecido. 27O que vos digo na escuridão dizei-o à luz do dia; o que escutais ao pé do ouvido, proclamai-o sobre os telhados!

28Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma! Pelo contrário, temei aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno!

29Não se vendem dois pardais por algumas moedas? No entanto, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do vosso Pai. 30Quanto a vós, até os cabelos da vossa cabeça estão contados. 31Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais.

32Portanto, todo aquele que se declarar a meu favor diante dos homens, também eu me declararei em favor dele diante do meu Pai que está nos céus. 33Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante do meu Pai que está nos céus.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Tudo é obra de Deus, que espera nossa colaboração, mas nos diz que os trabalhadores estão sendo poucos para uma colheita que é grande por ser obra dele mesmo. Os apóstolos Pedro e Paulo, colunas da Igreja que celebraremos no fim do mês, nos chamam a trabalhar na messe e dar testemunho público de Jesus Cristo, como eles, que derramaram seu sangue num martírio aceito com alegria.
Não tenham medo! A Palavra de Deus não ficará oculta. Será conhecida em toda parte. Se matarem nosso corpo, não matarão nossa alma, que é imortal. Deus nos dará um novo corpo ressuscitado. Valemos muito aos olhos de Deus. Valemos o sangue de nosso Senhor Jesus Cristo. Podemos dar testemunho público em favor de Jesus Cristo. Que nossa vida, nossas palavras e nossas ações não o reneguem diante de ninguém! Jesus vai testemunhar em nosso favor diante do Pai.
Ao longo da história, sempre algum cristão está sendo perseguido por sua adesão a Jesus Cristo e por suas convicções adquiridas na meditação do Evangelho. Olha o que fizeram com o profeta Jeremias! Ele anunciou o que Deus mandou e disse a verdade, mas o que disse não agradou a seus contemporâneos. Ele teve que anunciar invasões de povos estrangeiros. Armaram então ciladas contra o profeta, que permaneceu firme na certeza da proteção de Deus, que estava com ele como um lutador invencível. Ao pedir a proteção de Deus, Jeremias entoou antecipadamente um canto de agradecimento, sabendo que Deus não o abandonaria nas mãos dos inimigos. “Cantai ao Senhor, louvai o Senhor! Pois livrou das mãos dos malvados a vida do indigente.”
Quando dizemos com a Palavra de Deus que o pecado entrou no mundo e somos todos pecadores, declaramos que convivemos com o mal. O mal é o pecado do mundo do qual Jesus, o Cordeiro de Deus, nos veio libertar. Não é fácil entender por que temos que morrer, por que ficamos doentes, por que sofremos dores, por que há gente que nos prejudica, por que há gente que não nos quer bem, e assim por diante. A Bíblia Sagrada nos responde com o pecado original, que foi uma decisão errada dos primeiros pais. O Livro de Jó mostra que todo sofrimento deste homem santo e justo foi uma provação, um teste pedido por Satanás a Deus para verificar a firmeza e a persistência de Jó. São Paulo, aceitando a realidade do pecado no mundo, ensina que mais forte do que o pecado é a graça de Deus. A graça derramada sobre a humanidade pela morte e ressurreição de Jesus é a vencedora e com ela é possível superar a força do pecado. É por isso que evitamos a vingança e procuramos a compreensão misericordiosa para recuperar aqueles que se tornam dependentes da maldade do mundo.
Três vezes Jesus disse: “Não tenham medo!”, e deu três grandes motivos para não nos deixarmos paralisar pelo medo: não há nada oculto que não venha a ser revelado; ninguém pode matar a alma; no último dia, Jesus se declarará em nosso favor.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Neste 12º domingo do Tempo Comum, rezemos: “Senhor Jesus, nós vos agradecemos porque sois o Mestre de nossa vida e de toda a humanidade e nos convidais a seguir-vos. Que vossas palavras penetrem profundamente em nosso coração para que tenhamos coragem de mudar o que deve ser mudado em nossa vida, e confirmemos o que deve ser confirmado, de modo que possamos evangelizar os que desejam vos conhecer e amar.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? A quem Jesus está instruindo? Qual é o contexto da narrativa? Com quais disposições os discípulos são convidados a realizar a missão? O que significa: “Para o discípulo, basta ser como o seu mestre, e para o servo, ser como o seu senhor”?

“Jesus não trabalha com propaganda enganosa. Ele acena aos discípulos com perseguições, à maneira de ovelhas em meio a lobos. Os discípulos não podem esperar melhor tratamento que seu Mestre e Senhor, cuja história mostrará momentos de sofrimento, perseguição e morte. As dificuldades de todo tipo não devem impedir os discípulos de anunciar a Boa-Nova e denunciar todos os tipos de maldade. Em contrapartida, Jesus promete a proteção do Pai. Ele usa duas comparações simples: o Pai sabe o número de nossos cabelos e cuida até dos pardais. E por isso exorta: “Não tenhais medo!”. É bom participar de uma batalha quando temos garantia da vitória. Se existir o medo, ele deve estar relacionado com nossa debilidade.” (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim? Que luz Jesus me revela, com sua pessoa e sua mensagem? De que maneira esta passagem me compromete? O que ela me pede? Eu também sou convidado(a) ao seguimento de Jesus, de forma gratuita e generosa? Quais sentimentos a Palavra despertou em mim?

Oração (Vida)
“Senhor Jesus, tu és o Caminho. Em meio a sombras e luzes, alegrias e esperanças, tristezas e angústias, Tu nos levas ao Pai. Não nos deixes caminhar sozinhos. Fica conosco, Senhor! Tu és a Verdade. Desperta nossas mentes e faze arder nossos corações sedentos de justiça e santidade. Ajuda-nos a sentir a beleza de crer em Ti. Fica conosco, Senhor! Tu és a Vida. Abre nossos olhos para Te reconhecermos no ‘partir o Pão’, sublime sacramento da Eucaristia. Alimenta-nos com o Pão da Unidade. Sustenta-nos em nossos sofrimentos, faze-nos solidários com os pobres, os oprimidos e excluídos. Fica conosco, Senhor! Jesus Cristo, Caminho, Verdade e Vida, no vigor do Espírito Santo, faze-nos teus discípulos missionários. Com a humilde serva do Senhor, nossa Mãe Aparecida, queremos ser alegres no Caminho para a Terra Prometida. Corajosas testemunhas da Verdade libertadora. Promotores da vida em plenitude. Fica conosco, Senhor! Amém” (Oração composta pela Arquidiocese de Brasília).

Contemplação (Vida e Missão)
“Não tenhais medo” é o grito de Jesus no meio de nossa humanidade.
Com a Palavra de Deus na mente e no coração, o que você se propõe a viver hoje?

Bênção
“Àquele que é poderoso para vos confirmar, segundo o meu Evangelho, na pregação de Jesus Cristo – conforme a revelação do mistério, guardado em segredo durante séculos, mas agora manifestado por ordem do eterno Deus e, por meio das Escrituras proféticas, dado a conhecer a todas as nações, a fim de levá-las à obediência da fé – , a Deus, único, sábio, por Jesus Cristo, glória por toda a eternidade! Amém.” (Romanos 16, 25-26)

Ir. Carmen Maria Pulga

Confira a Homilia dominical.Clique aqui

[apss_share]