Liturgia diária, Sereis presos e perseguidos! - Lc 21,12-19

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Lc 21,12-19

Façamos a oração do dia: Pai, dá-me uma fé profunda que me possibilite perseverar nos momentos de dificuldade, sem abrir mão da tarefa que recebi: levar adiante o projeto de Jesus.

34ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico B

Liturgia do dia 24 de novembro de 2021

PRIMEIRA LEITURA: Dn 5,1-6.13-14.16-17.23-28 

Leitura da Profecia de Daniel.

Naqueles dias, 1o rei Baltazar ofereceu um grande banquete aos mil dignitários de sua corte, tomando vinho em companhia deles. 2Já embriagado, Baltazar mandou trazer os vasos de ouro e prata, que seu pai Nabucodonosor tinha tirado do templo de Jerusalém, para beberem deles o rei e os grandes do reino, suas mulheres e concubinas.

3Foram, pois, trazidos os vasos de ouro e prata, retirados do templo de Jerusalém, e deles se serviram o rei e os grandes do reino, suas mulheres e concubinas; 4bebiam vinho e engrandeciam seus deuses de ouro e prata, de bronze e ferro, de madeira e pedra. 5Naquele mesmo instante, apareceram dedos de mão humana que iam escrevendo, diante do candelabro, sobre a superfície da parede do palácio, e o rei via os dedos da mão que escrevia. 6Alterou-se o semblante do rei, confundiram-se suas ideias e ele sentiu vacilarem os ossos dos quadris e tremerem os joelhos.

13Então

Daniel foi introduzido à presença do rei, e este lhe disse: “És tu Daniel, um dos cativos de Judá, trazidos de Judá pelo rei, meu pai? 14Ouvi dizer que possuis o espírito dos deuses, e que em ti se acham ciência, entendimento e sabedoria em grau superior. 16Ora, ouvi dizer também que sabes decifrar coisas obscuras e deslindar assuntos complicados; se, portanto, conseguires ler o escrito e dar-me sua interpretação, tu te vestirás de púrpura, e levarás ao pescoço um colar de ouro, e serás o terceiro homem do reino”. 17Em resposta, disse Daniel perante o rei: “Fiquem contigo teus presentes e presenteia um outro com tuas honrarias; contudo, vou ler, ó rei, o escrito e fazer-te a interpretação. 23Tu te levantaste contra o Senhor do céu; os vasos de sua casa foram trazidos à tua presença e deles bebestes vinho, tu e os grandes do reino, suas mulheres e concubinas; ao mesmo tempo, celebravas os deuses de prata e ouro, de bronze e ferro, de madeira e pedra, deuses que não veem nem ouvem, e nada entendem — e ao Deus, que tem em suas mãos tua vida e teu destino, não soubeste glorificar. 24Por
isso, foram mandados por ele os dedos da mão, que fez este escrito. 25Assim se lê o escrito que foi traçado: mâne, técel, pársin. 26E esta é a explicação das palavras: mâne: Deus contou os dias de teu reinado e deu-o por concluído; 27técel: foste pesado na balança, e achado com menos peso; 28pársin: teu reino foi dividido e entregue aos medos e persas”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

SALMO Dn 3,62-67

— Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

— Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!

— Lua e sol, bendizei o Senhor!

— Astros e estrelas, bendizei o Senhor!

— Chuvas e orvalhos, bendizei o Senhor!

— Brisas e ventos, bendizei o Senhor!

— Fogo e calor, bendizei o Senhor!

— Frio e ardor, bendizei o Senhor!

EVANGELHO: Lc 21,12-19

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 12“Antes que estas coisas aconteçam, sereis presos e perseguidos; sereis entregues às sinagogas e postos na prisão; sereis levados diante de reis e governadores por causa do meu nome. 13Esta

será a ocasião em que testemunhareis a vossa fé. 14Fazei o firme propósito de não planejar com antecedência a própria defesa; 15porque eu vos darei palavras tão acertadas, que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater. 16Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais, irmãos, parentes e amigos. E eles matarão alguns de vós. 17Todos vos odiarão por causa do meu nome. 18Mas vós não perdereis um só fio de cabelo da vossa cabeça. 19É permanecendo firmes que ireis ganhar a vida!

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

O anúncio das perseguições é o anúncio de uma realidade que acompanhará a vida dos cristãos. Os santos mártires confirmam as palavras de Jesus. É mártir aquele que morre por causa da sua fé, por crer em Jesus Cristo e por praticar os seus ensinamentos. Os santos confessores, que não derramaram seu sangue por causa da fé, viveram também o que chamamos de martírio da paciência, carregando dia após dia a cruz de cada dia. Hoje celebramos os mártires do Vietnã. O padre André Dung Lac foi decapitado em 1839 por ordem do imperador vietnamita. 117 religiosos e leigos, adultos e crianças, homens e mulheres foram martirizados naqueles anos. Por sua perseverança, salvaram a própria vida na eternidade. A palavra “mártir” significa “testemunha”. O mártir dá testemunho da fé em Jesus Cristo. Há martírios também em outras denominações religiosas cristãs e não cristãs, e por razões sociais. Tiradentes em nossa história pátria é chamado de mártir da Inconfidência Mineira. A experiência de martírio no povo de Israel confirma a visão dos 144 mil assinalados, isto é, a totalidade das tribos do Livro do Apocalipse.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2021’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
Testemunhar o amor e a unidade foi a missão confiada por Jesus aos seus discípulos. Ser testemunha do Senhor, mesmo diante de perseguições e hostilidades, foi a opção de muitos cristãos ao longo da história e também nos nossos dias. Sermos testemunhas no mundo de hoje é o convite que a Palavra nos dirige.

Oremos: “Senhor Jesus Cristo, envia sobre nós, como prometeste, teu Espírito Santo. Que Ele nos conceda a vida e nos ensine a plenitude da verdade. Que nele encontremos salvação, felicidade e plenitude de amor. Amém.”

Leitura (Verdade)

No Evangelho de hoje, Jesus vai alertar os seus discípulos sobre a perseguição que vão sofrer no seu seguimento. E como podemos recordar, o cristianismo, desde que nasceu, foi perseguido. Desde que Jesus nasceu, aliás, sofreu a perseguição, e Ele deixa isso claro para os seus discípulos.
Faça uma leitura atenta e observe o contexto em que os discípulos são chamados a ser testemunhas do Senhor. O que significa ser testemunha?

“Sinal de contradição, Jesus escapou de ser morto por Herodes, com os santos inocentes. Aos seus discípulos ele promete proteção, mas não serão livres de perseguições e muitos derramarão seu sangue na defesa da fé. Eles deram o testemunho perfeito, que dispensa palavras. Nem assim, eles responderão ao ódio com o ódio; não serão lobos em meio a lobos. A sua resposta será o perdão e a prece pelos perseguidores. Do alto da cruz, Jesus nos ensinou a perdoar. Ele pediu por todos diante do Pai: eles não sabem o que fazem. De resto, a história do cristianismo confirma a velha frase de Tertuliano: “O sangue dos mártires é semente de novos cristãos”. O martírio é uma possibilidade remota; a fidelidade é um dever de cada dia.”

Meditação (Caminho)

O testemunho de perseverança é uma página linda da vida dos apóstolos. Nada nem ninguém os impediu de levar adiante a Palavra do Senhor. Dá-nos, Senhor, a coragem dos apóstolos!”
Faça a sua meditação, detendo-se naquele versículo ou palavra que mais o(a) toca.
Escute o que Jesus lhe diz e identifique o caminho que Ele lhe aponta.

Oração (Vida)

Invocações a Jesus Mestre:
“Jesus Mestre, santificai meus pensamentos e aumentai minha fé.
Jesus Mestre, libertai-me do desânimo e fortificai minha esperança.
Jesus, Mestre vivo na Igreja, ajudai-me a viver a solidariedade e o amor.
Jesus Mestre, caminho entre o Pai e nós, tudo vos ofereço e de Vós tudo espero.
Jesus, Caminho da santidade, tornai-me vosso fiel seguidor.
Jesus Caminho, tornai-me perfeito como o Pai que está nos céus.
Jesus Vida, vivei em mim, para que eu viva em Vós.
Jesus Vida, fazei-me viver eternamente na alegria do vosso amor.
Jesus Verdade, que eu seja luz para o mundo.
Jesus Caminho, que eu seja vossa testemunha autêntica diante de todos.
Jesus Vida, fazei que minha presença comunique vosso amor e vossa alegria. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)

Como você deseja viver concretamente durante este dia os apelos que o Senhor lhe faz? De que forma a Palavra de Deus estará presente neste seu dia? O que você deseja colocar em prática segundo os ensinamentos de Jesus?

Bênção

O Senhor, Deus de amor e paz, habite em vossos corações, oriente os vossos passos e confirme os vossos corações em seu amor. Vá em paz e seja um mensageiro (a) da Boa Nova.

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !