Liturgia diária Vinde, benditos de meu Pai!

A liturgia: No julgamento final tudo se resume no amor ao próximo. Toda vida de Jesus, o servo de Deus, foi servir aos sofredores

Façamos a oração do dia: Pai, reforça minha disposição para amar e servir meus semelhantes, sobretudo, os mais pobres e marginalizados. Esta será a única forma de me preparar para o encontro com Jesus.

Sábado depois das Cinzas – Ano Litúrgico C

Liturgia do dia 07 de março de 2022

PRIMEIRA LEITURA:  Lv 19,1-2.11-18

Leitura do Livro do Levítico.

1O Senhor falou a Moisés, dizendo: 2“Fala a toda a Comunidade dos filhos de Israel, e dize-lhes: Sede santos, porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo.

11Não furteis, não digais mentiras, nem vos enganeis uns aos outros. 12Não jureis falso por meu nome, profanando o nome do Senhor teu Deus. Eu sou o Senhor.

13Não explores o teu próximo nem pratiques extorsão contra ele. Não retenhas contigo a diária do assalariado até o dia seguinte. 14Não amaldiçoes o surdo, nem ponhas tropeço diante do cego, mas temerás o teu Deus. Eu sou o Senhor. 15Não cometas injustiças no exercício da justiça; não favoreças o pobre nem prestigieis o poderoso. Julga teu próximo conforme a justiça.

16Não sejas um maldizente entre o teu povo. Não conspires, caluniando-o, contra a vida do teu próximo. Eu sou o Senhor. 17Não

tenhas no coração ódio contra teu irmão. Repreende o teu próximo, para não te tornares culpado de pecado por causa dele.

18Não procures vingança, nem guardes rancor aos teus compatriotas. Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

SALMO 19(18)

— Ó Senhor, vossas palavras são espírito e vida!

— Ó Senhor, vossas palavras são espírito e vida!

— A lei do Senhor Deus é perfeita, conforto para a alma! O testemunho do Senhor é fiel, sabedoria dos humildes.

— Os preceitos do Senhor são precisos, alegria ao coração. O mandamento do Senhor é brilhante, para os olhos é uma luz.

— É puro o temor do Senhor, imutável para sempre. Os julgamentos do Senhor são corretos e justos igualmente.

— Que vos agrade o cantar dos meus lábios e a voz da minha alma; que ela chegue até vós, ó Senhor, meu Rochedo e Redentor!

EVANGELHO: Mt 25,31-46

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 31“Quando

o Filho do Homem vier em sua glória, acompanhado de todos os anjos, então se assentará em seu trono glorioso. 32Todos os povos da terra serão reunidos diante dele, e ele separará uns dos outros, assim como o pastor separa as ovelhas dos cabritos. 33E colocará as ovelhas à sua direita e os cabritos à sua esquerda. 34Então o Rei dirá aos que estiverem à sua direita: ‘Vinde benditos de meu Pai! Recebei como herança o Reino que meu Pai vos preparou desde a criação do mundo! 35Pois eu estava com fome e me destes de comer; eu estava com sede e me destes de beber; eu era estrangeiro e me recebestes em casa; 36eu estava nu e me vestistes; eu estava doente e cuidastes de mim; eu estava na prisão e fostes me visitar’. 37Então os justos lhe perguntarão: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome e te demos de comer? Com sede e te demos de beber? 38Quando foi que te vimos como estrangeiro e te recebemos em casa, e sem roupa e te vestimos? 39Quando
foi que te vimos doente ou preso, e fomos te visitar?’ 40Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo, que todas as vezes que fizestes isso a um dos menores de meus irmãos, foi a mim que o fizestes!’ 41Depois o Rei dirá aos que estiverem à sua esquerda: ‘Afastai-vos de mim, malditos! Ide para o fogo eterno, preparado para o diabo e para os seus anjos. 42Pois eu estava com fome e não me destes de comer; eu estava com sede e não me destes de beber; 43eu era estrangeiro e não me recebestes em casa; eu estava nu e não me vestistes; eu estava doente e na prisão e não fostes me visitar’. 44E responderão também eles: ‘Senhor, quando foi que te vimos com fome, ou com sede, como estrangeiro, ou nu, doente ou preso, e não te servimos?’ 45Então o Rei lhes responderá: ‘Em verdade eu vos digo, todas as vezes que não fizestes isso a um desses pequeninos, foi a mim que não o fizestes!’ 46Portanto, estes irão para o castigo eterno, enquanto os justos irão para a vida eterna”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

No julgamento, o que conta é o trato com toda sorte de pessoas sofredoras. Não se pede conta por ninharias morais, religiosas; mas sim sobre como se praticou a justiça para com os necessitados. Tudo se resume no amor ao próximo. Toda vida de Jesus, o servo de Deus, foi servir aos sofredores (cf. Lc 4,18-19). Logo, igualmente os discípulos devem pautar sua fidelidade a Deus como Boa Notícia a toda espécie de seres humanos que sofrem. Esta é a maneira de servir a Deus. O verdadeiro culto a Deus passa necessariamente pela relação com o próximo. Lindas liturgias, ritos pomposos etc., quando não levam ao compromisso com os sofredores (Is 1,10-20; 58,1-8), são abomináveis a Deus. O que conta no julgamento é a justiça feita aos marginalizados. O que se faz ao ser humano, se faz a Deus. Eis a verdadeira prática religiosa.

Frei Bruno Godofredo Glaab, ‘A Bíblia dia a dia 2022’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Em nossa caminhada em preparação à Páscoa do Senhor, o Evangelho hoje Jesus que se identifica com os pequenos, os necessitados, os excluídos. Para ter a força de assumir este desafio reze com o salmista:
“Tu, meu Deus, tem piedade de mim, pois a ti clamo todo o dia. Alegra a alma do teu servo, porque a ti elevo minha alma. Pois tu, Senhor, és bom e perdoas, és rico em misericórdia para todos os que te invocam”. (Sl 86)

Leitura (Verdade)

Quais são as comparações que Jesus utiliza no Evangelho de hoje? Qual a grande lição que Ele nos deixa?

“Jesus se identificou com os sofredores deste mundo. E insistiu para que os seus seguidores acolhessem e respeitassem os irmãos mais frágeis e necessitados. No final das contas, seremos julgados pelo amor que demonstramos por esses irmãos. Com a imagem do juízo final, Jesus fez uma lista de necessitados: famintos, sedentos, migrantes, maltrapilhos, doentes, presos. Alimentando, matando a sede, acolhendo, vestindo, cuidando, visitando os sofredores, estamos fazendo isso a ele próprio. O amor ao pobre se concretiza em nosso compromisso com a defesa da vida, do meio ambiente, do emprego, do salário decente, dos cuidados de saúde respeitosos da dignidade humana. Isso é amar o próximo’.

Meditação (Caminho)

Silencie e procure ouvir o que o texto diz para sua vida. Qual foi a classe social na qual Jesus se identifica que tocou mais fortemente o seu coração? Examine sua consciência, reveja suas ações, confronte suas atitudes com a mensagem de Jesus. Vá ao encontro de alguns desses necessitados.

Oração (Vida)

Apresente ao Senhor os sentimentos, apelos e desejos despertados pela Palavra em sua oração. Reze por todas essas classes sociais que Jesus menciona do Evangelho: os famintos, migrantes, injustiçados, doentes, presos, etc.
Reze também pelos responsáveis por conduzir a sociedade, que sejam capazes de elaborar políticas públicas que ofereçam dignidade ao povo.

Contemplação (Vida e Missão)

É preciso uma decisão constante de viver segundo os ensinamentos de Jesus. O que me proponho viver hoje como um passo de fidelidade ao mestre?

Bênção

Benção especial da Quaresma
– Deus Pai de misericórdia, conceda a todos, como concedeu ao filho pródigo, a alegria do retorno a casa. Amém.
– O Senhor Jesus Cristo, modelo de oração e de vida, nos guie nesta jornada quaresmal a uma verdadeira conversão. Amém.
– O Espírito de sabedoria e fortaleza nos sustente na luta contra o mal, para podermos com Cristo celebrar a vitória da Páscoa. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !