Liturgia diária, Se me amais, observareis os meus mandamentos... - Jo 14,15-21

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !

6º Domingo da Páscoa – Ano Litúrgico A

21 de maio de 2017

ORAÇÃO DO DIA

Pai, concede-me o dom do teu Espírito que, como luz, dissipa as trevas e me faz caminhar seguro pelos caminhos de teu Filho Jesus.

PRIMEIRA LEITURA: At 8,5-8.14-17 

Leitura dos Atos dos Apóstolos

Naqueles dias, 5Filipe desceu a uma cidade da Samaria e anunciou-lhes o Cristo. 6As multidões seguiam com atenção as coisas que Filipe dizia. E todos unânimes o escutavam, pois viam os milagres que ele fazia. 7De muitos possessos saíam os espíritos maus, dando grandes gritos. Numerosos paralíticos e aleijados também foram curados. 8Era grande a alegria naquela cidade.
14Os apóstolos, que estavam em Jerusalém, souberam que a Samaria acolhera a Palavra de Deus, e enviaram lá Pedro e João. 15Chegando ali, oraram pelos habitantes da Samaria, para que recebessem o Espírito Santo. 16Porque o Espírito ainda não viera sobre nenhum deles; apenas tinham recebido o batismo em nome do Senhor Jesus.
17Pedro e João impuseram-lhes as mãos, e eles receberam o Espírito Santo.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 65

— Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso!
— Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira,

cantai salmos a seu nome glorioso!

— Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira,/ cantai salmos a seu nome glorioso,/ dai a Deus a mais sublime louvação!/ Dizei a Deus: “Como são grandes vossas obras!/ Toda a terra vos adore com respeito/ e proclame o louvor de vosso nome!”/ Vinde ver todas as obras do Senhor:/ seus prodígios estupendos entre os homens!

— O mar ele mudou em terra firme,/ e passaram pelo rio a pé enxuto./ Exultemos de alegria no Senhor!/ Ele domina para sempre com poder!

— Todos vós, que a Deus temeis, vinde escutar:/ vou contar-vos todo bem que ele me fez!/ Bendito seja o Senhor Deus que me escutou,/ não rejeitou minha oração e meu clamor,/ nem afastou longe de mim o seu amor!

SEGUNDA LEITURA: 1Pd 3,15-18

Leitura da Primeira Carta de São Pedro

Caríssimos: 15Santificai em vossos corações o Senhor Jesus Cristo, e estai sempre prontos a dar razão da vossa esperança a todo aquele que vo-la pedir.
16Fazei-o, porém, com mansidão e respeito e com boa consciência. Então, se em alguma coisa fordes difamados, ficarão com vergonha aqueles

que ultrajam o vosso bom procedimento em Cristo. 17Pois será melhor sofrer praticando o bem, se esta for a vontade de Deus, do que praticando o mal.
18Com efeito, também Cristo morreu, uma vez por todas, por causa dos pecados, o justo, pelos injustos, a fim de nos conduzir a Deus. Sofreu a morte, na sua existência humana, mas recebeu nova vida pelo Espírito.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Jo 14,15-21

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 15Se me amais, guardareis os meus mandamentos, 16e eu rogarei ao Pai, e ele vos dará um outro Defensor, para que permaneça sempre convosco: 17o Espírito da Verdade, que o mundo não é capaz de receber, porque não o vê nem o conhece. Vós o conheceis, porque ele permanece junto de vós e

estará dentro de vós. 18Não vos deixarei órfãos. Eu virei a vós. 19Pouco tempo ainda, e o mundo não mais me verá, mas vós me vereis, porque eu vivo e vós vivereis. 20Naquele dia sabereis que eu estou no meu Pai e vós em mim e eu em vós. 21Quem acolheu os meus mandamentos e os observa, esse me ama. Ora, quem me ama será amado por meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

“O Senhor anuncia que vai partir, mas não nos deixará órfãos. Se ele é um defensor de nossa causa, outro defensor virá, e é o Espírito da verdade. No Espírito Jesus se manifesta a quem acolhe e guarda os seus mandamentos como sinal de amor por ele. Quem ama Jesus é amado pelo Pai e Jesus se manifesta a ele no Espírito Santo. Nossa integração no mistério da Trindade começou quando a fé recebida no Batismo se confirmou na integração comunitária. Os sucessores dos apóstolos impõem as mãos e ungem a cabeça dos batizados que, conscientes, reafirmam sua pertença a Cristo e à Igreja. O seguimento de Jesus não é feito espontaneamente por grupos autônomos, estanques e separados. Quem o segue se integra numa unidade universal em torno da sede de Pedro e dos sucessores dos apóstolos. O Espírito Santo se manifesta nessa unidade de Igreja e na missionariedade dos que são confirmados, que partem e comunicam a todos o dom que receberam e a alegria que experimentam no Espírito.
O Espírito dá vida, desperta entusiasmo, incentiva a solidariedade. Ele deu vida ao corpo de Jesus e o ressuscitou, e o mantém sempre vivo em seus membros. Ele é o Espírito da verdade, nosso defensor. Jesus deve partir. É uma exigência da encarnação. Não pode permanecer sempre entre nós em sua humanidade visível. Ele vai, mas não nos deixa órfãos, não nos deixa abandonados. Outro defensor vem, o Espírito Santo de Deus, que permanece em cada um de nós segundo o ritmo de nossa vida. Ele é a vida da comunidade dos seguidores de Jesus. Na realidade, Jesus volta no Espírito Santo.
Jesus subirá ao céu em sua ascensão e enviará o Espírito Santo sobre todo o universo. Jesus viveu o tempo de sua encarnação na terra de Israel. Foi o Emanuel, Deus conosco, que não pode ficar para sempre em sua humanidade neste mundo. O ser humano tem um tempo de permanência na terra. Por isso ele deve partir para voltar um dia. Enquanto esperamos sua vinda definitiva, expandimos o Amor que foi derramado em nossos corações por meio de ações concretas. Os cristãos, que amam o Senhor e querem fazer a sua vontade, penetram todas as camadas da vida humana para lhes dar sabor. Toda a ação da Igreja se encaminha para o que é primordial: a expansão do Espírito de Amor. O Espírito se manifesta nos gestos concretos de amor fraterno solidário que os discípulos de Jesus introduzem gratuitamente nos relacionamentos humanos.
O Espírito Santo se manifestou e a primeira comunidade se expandiu. Ao Batismo inicial, seguiu-se a confirmação com a presença dos apóstolos. Filipe, um dos sete, não restringiu sua atividade ao serviço da mesa. Sua ação social foi acompanhada do anúncio da palavra e de boas obras em favor dos doentes e oprimidos. Santificamos Jesus em nossos corações, deixando que o Espírito Santo vá se manifestando na mansidão, no respeito e na boa consciência no relacionamento mútuo. Assim procedendo, damos com segurança a razão da nossa esperança. Vamos entrar na sétima semana do Tempo Pascal, contemplando a ascensão do Senhor e aguardando em oração a manifestação do Espírito da Verdade no dia de Pentecostes.”

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2017’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Celebramos o 6º Domingo da Páscoa. Jesus nos promete um Defensor que ficará sempre conosco. Vivamos na fé este dia e peçamos para nós e para a Igreja os dons de abertura ao Santo Espírito.

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Faça uma leitura atenta e procure perceber os elementos presentes na narrativa. Leia também em sua Bíblia os textos de At 8,5-8.14-17 e 1Pd 3,15-18. Encontramos elementos comuns nos textos?
“A Promessa do Defensor é um enorme consolo para a comunidade. Diante do imponderável, que foi o retorno do Senhor, era o momento de consolidação do projeto do Reino. Sem a presença física do Mestre, quais seriam os rumos que os discípulos tomariam? Por isso, o Espírito da Verdade é quem assumirá a caminhada dos discípulos missionários doravante. O segredo da comunidade é observar os mandamentos, disse Jesus. Quanto ao Espírito Santo, ficará para sempre na Igreja. Os Apóstolos começaram a soprar o Espírito sobre todos, a exemplo de Filipe, Pedro e João. E todos, no Espírito, davam as razões de suas esperanças. Em toda assembleia litúrgica, celebramos a presença do Senhor. Ele está no meio de nós!” (Viver a Palavra 2017, Paulinas).

Meditação (Caminho)
Qual é a mensagem do Evangelho para a minha vida? De que forma ressoa em mim as palavras de Jesus: “Se me amais, observareis os meus mandamentos…”?

Oração (Vida)
“Vinde, Espírito Santo, e enviai-nos do alto do céu um raio da vossa luz. Vinde, Pai dos pobres, vinde, fonte de todos os dons, vinde, luz dos corações. Consolador magnífico. Doce hóspede da alma. Doce reconforto. Sois repouso para o nosso trabalho, força contra nossas paixões, conforto para as nossas lágrimas. Sem o vosso auxílio, nada pode o homem, nada produz de bom. Lavai as nossas manchas. Banhai nossa aridez. Curai nossas feridas. Dobrai a nossa dureza. Aquecei nossa frieza. Corrigi os nossos erros. Dai aos vossos fiéis, que em vós confiam, os sete dons sagrados. Dai-nos o mérito da virtude. Dai-nos o troféu da salvação, dai-nos a alegria eterna. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)
Qual é o apelo que a Palavra de Deus despertou para o seu dia? Pense em uma ação concreta e procure torná-la realidade.

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

[apss_share]