Liturgia diária, Solenidade da Santíssima Trindade - Jo 3,16-18

PRECISAMOS MUITO DE SUA AJUDA

Estimados irmãos venho aqui pedir a sua ajuda se possível for. Estamos fechando o mês e não vou conseguir pagar a mensalidade da divida do site referente ao servidor onde o site fica hospedado. Pra complicar minha situação tenho pai acamado. Diante das dificuldades que todos estamos passando compreendo o qto esta difícil para todos, mas se vc tiver a possibilidade de AJUDAR COM UMA DOAÇÃO sera de muita ajuda para diminuir as dividas. .Clique aqui para Doar

9ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

07 de junho de 2020

ORAÇÃO DO DIA

Ó Deus, fazei que, professando a verdadeira fé, reconheçamos a glória da Trindade e adoremos a Unidade onipotente.

PRIMEIRA LEITURA: Ex  34,4-6.8-9

Leitura do Livro do Êxodo – Naqueles dias, 4Moisés levantou-se, quando ainda era noite, e subiu ao monte Sinai, como o Senhor lhe havia mandado, levando consigo as duas tábuas de pedra. 5O Senhor desceu na nuvem e permaneceu com Moisés, e este invocou o nome do Senhor. 6Enquanto o Senhor passava diante dele, Moisés gritou: “Senhor, Senhor! Deus misericordioso e clemente, paciente, rico em bondade e fiel”. 8Imediatamente, Moisés curvou-se até o chão 9e, prostrado por terra, disse: “Senhor, se é verdade que gozo de teu favor, peço-te, caminha conosco; embora este seja um povo de cabeça dura, perdoa nossas culpas e nossos pecados e acolhe-nos como propriedade tua”.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO Dn 3

— A vós louvor, honra e glória eternamente!
— A vós louvor, honra e glória eternamente!

— Sede bendito, Senhor Deus de nossos pais.

— Sede bendito, nome santo e glorioso.

— No templo santo onde refulge a vossa glória.

— E em vosso trono de poder vitorioso.

— Sede bendito, que sondais as profundezas.

— E superior aos querubins vos assentais.

— Sede bendito no celeste firmamento.

SEGUNDA LEITURA: 2Cor 13,11-13

Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios – 11Irmãos, alegrai-vos, trabalhai no vosso aperfeiçoamento, encorajai-vos, cultivai a concórdia, vivei em paz, e o Deus do amor e da paz estará convosco. 12Saudai-vos uns aos outros com o beijo santo. Todos os santos vos saúdam. 13A graça do Senhor Jesus Cristo, o amor de Deus e a comunhão do Espírito Santo estejam com todos vós.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

EVANGELHO:  Jo 3, 16-18

— O Senhor esteja convosco.
— Ele está no meio de nós.
— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo  segundo João.
— Glória a vós, Senhor.

16Deus amou tanto o mundo, que deu o seu Filho unigênito, para que não morra todo o que nele crer, mas tenha a vida eterna. 17De fato, Deus não enviou o seu Filho ao mundo para condenar o mundo, mas para que o mundo seja salvo por ele. 18Quem nele crê não é condenado, mas quem não crê já está condenado, porque não acreditou no nome do Filho unigênito.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Temos muitos problemas na vida. Nossa realidade é, por vezes, tão sofrida que levou um autor sagrado a escrever o Livro de Jó. Há quem diga que Deus não existe, porque, se existisse, ele não permitiria tanto sofrimento. É uma concepção de Deus. Podemos dizer também que, se Deus não existir, não vale a pena viver. E podemos dizer ainda que vale a pena viver tirando para si mesmo o máximo proveito de tudo. Diziam os romanos antigos: “Carpe diem”, isto é, aproveite o máximo que puder, porque amanhã morreremos. A vida não deixa de ser um mistério, desde o início até o fim. Quer maior mistério do que a morte? Se Deus não existisse, como seriam nossas relações? Há quem resolva a questão apelando para a natureza humana, que poderia ser outro nome para Deus.

Os crentes são assim chamados porque acreditam na existência de um Deus. Os cristãos acreditam em um só Deus em Três Pessoas e celebram hoje a festa da Santíssima Trindade. Tendo terminado o Tempo da Páscoa, celebramos a Trindade Santa como uma síntese de toda a revelação que recebemos de Deus, que é Uno e Trino. A doutrina sobre a Santíssima Trindade diz simplesmente que há um só Deus em três pessoas realmente distintas, Pai, Filho e Espírito Santo. Não existe, porém, na Bíblia Sagrada nenhuma doutrina que retrate a realidade interior de Deus. Falar de Uno e Trino é falar de Deus como ele é por dentro. A Sagrada Escritura, porém, apresenta Deus agindo externamente para a salvação do mundo. A Bíblia descreve a experiência da ação salvífica de Deus em favor da humanidade. Não se encontra no Novo Testamento uma doutrina que retrate a realidade interior de Deus como ser diferenciado. A linguagem do Novo Testamento representa Deus em atividade no mundo, em prol da salvação humana. Relata a nossa experiência da ação de um Deus que nos salva.


Em linguagem humana, quando falamos de pessoa, de três pessoas, pensamos em três indivíduos conscientes, livres e independentes, que se relacionam entre si. Não se pode dizer o mesmo de Deus. Já dizia Santo Agostinho que não podemos colocar o grande mistério de Deus em nossa pequena cabeça, e explica com a história da criança que queria, com uma conchinha, colocar toda a água do mar num buraquinho na praia. A Trindade não é ponto de partida. É ponto de chegada. Nosso pensamento se move do mundo para Deus, e não o contrário.

Partimos da experiência do povo de Israel com o Deus dos pais. O Deus dos nossos pais, sem nome e sem imagem, nos acompanha em nossos deslocamentos ao longo da história humana. Ele é aquele que é, nos diz Moisés. Ele é o que existe. Sempre dentro do povo de Israel, encontramos um homem em Nazaré, em tudo semelhante a nós e que conhece Deus por dentro. A partir dele, da revelação que ele nos transmite, podemos saborear alguma coisa do que Deus é, para concluir com Santo Agostinho que “Deus é o amor com que amamos o nosso irmão”. Por isso Jesus diz: “Sede misericordiosos como o Pai celeste é misericordioso”. No Êxodo e no Deuteronômio, introduzindo os Dez Mandamentos, ouvimos da boca de Deus: “Eu sou o Senhor teu Deus, que te fez sair da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás outros deuses diante de mim”.

Um dia estaremos mergulhados em Deus, participando ativamente do grande movimento da Trindade, vendo como ela é por dentro. Não haverá paralisia na eternidade. Será um movimento contínuo do Pai que gera o Filho, do Filho que é gerado pelo Pai, do Pai e do Filho que inspiram o Espírito, do Espírito que procede do Pai e do Filho, e nós contemplando a beleza das relações existentes em Deus. Tendo experimentado aqui seu amor e sua bondade, nós o veremos como ele é, sem, no entanto, abrangê-lo totalmente, porque só ele é Deus e nós continuamos sendo criaturas.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Celebramos hoje a Solenidade da Santíssima Trindade. Nosso Deus é uma comunhão de três pessoas – o Pai, o Filho e o Espírito Santo –, que caminham conosco e nos ensinam a viver a comunhão. Com fé, celebremos a liturgia deste dia especial e abramos o nosso coração para nos aproximar com humildade deste amoroso mistério.

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Qual é o jeito de Deus amar? Qual é o ensinamento de Jesus?

“Deus nos surpreende sempre. A partir de nossas limitações, desfiguramos a adorável imagem do Pai. Por vezes falamos em Deus como juiz e nos castigos divinos. Era a visão do Antigo Testamento, quando Deus era apresentado em sua majestade com a espada da ira. O próprio João Batista participava, em parte, desta visão. Jesus veio anunciar um Pai cheio de amor, sempre pronto a perdoar. Na ótica humana, merecemos o castigo; já a ótica divina apresenta o perdão e a salvação. Hoje lembramos nossa condição de templos da Trindade Santa. É esta presença que nos torna santos, amados pelo Pai. Deus é infinito e ama de maneira infinita. A presença da Trindade supõe o respeito com nosso corpo e com o corpo dos demais.” (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Minha fé me leva a mergulhar no Mistério da Trindade, mergulhar no amor do Pai, no Filho e no Espirito Santo? Esse amor que recebo como dom me impulsiona a uma prática do amor que me realiza e me faz feliz? Quais outros questionamentos a Palavra me faz hoje? Quais respostas ela me apresenta?

Oração (Vida)
Peçamos que a Trindade Santa esteja muito presente em nossa vida e nos conduza nos caminhos do amor, da justiça, da fraternidade e da comunhão.

“Bendito sejas, Pai, que em vosso infinito amor nos tem dado a vosso Unigênito Filho, feito carne por obra do Espírito Santo no seio puríssimo da Virgem Maria, e nascido em Belém faz agora dois mil anos.
Ele se tinha feito nosso companheiro de viagem e tinha dado novo significado a historia, que é um caminho feito juntos, no trabalho e no sofrimento, na fidelidade e no amor, até aqueles céus novos e até aquela terra nova, na que Tu, vencida a morte, serás tudo em todos.
Adoração e glória a Vos, Trindade e Santíssima, único e sumo Deus! Faça Pai, que por tua graça o ano jubilar seja um tempo de conversão profunda e de alegre retorno a Vós;
Concedei-nos que seja um tempo de reconciliação entre os homens e de redescobrir a concórdia entre as nações; tempo no que as lanças se troquem em rosas, e ao fragor das armas sucedam cantos de paz.
Concedei-nos, Pai, viver o ano jubilar dóceis a voz do espírito, fiéis no seguimento de Cristo, assíduos na escuta da Palavra e na assiduidade as fontes da graça.
Adoração e glória a Vós, Trindade e Santíssima, único e sumo Deus!
Sustenta, Pai, com a força do espírito, o empenho da Igreja em favor da nova evangelização e guia nossos passos pelos caminhos do mundo para anunciar a Cristo com a vida, orientando nossa peregrinação terrena a Cidade da luz.
Fazei Pai, que brilhem os discípulos de vosso Filho por seu amor fazia os pobres e oprimidos; que sejam solidários com os necessitados, e generosos nas obras de misericórdia, e indulgentes com os irmãos para obter eles mesmos de Vós indulgência e perdão.
Adoração e glória a Vós, Trindade e Santíssima, único e sumo Deus!
Fazei Pai, que os discípulos de vosso Filho, purificada a memória e reconhecidas as próprias culpas, sejam uma única coisa, de sorte que o mundo creia.
Outorga que se dilate o diálogo entre os seguidores das grandes religiões, de sorte que todos os homens descubram a alegria de ser teus filhos.
Fazei que a voz suplicante de Maria, mãe das gentes, se unam às vozes orantes dos apóstolos e dos mártires cristãos, dos justos de todo povo e de todo tempo, para que o ano Santo seja para todos e para a Igreja, motivo de renovada esperança e de júbilo no espírito. Adoração e glória a Vós, Trindade e Santíssima, único e sumo Deus!
A Vós, Pai onipotente, origem do cosmos e do homem, por Cristo, o Vivente, Senhor do tempo e da historia, no espírito que santifica o universo, a Adoração, a honra, a glória, hoje e nos séculos sem fim. Amém!” (Oração à Santíssima Trindade por sua Santidade João Paulo II)

Contemplação (Vida e Missão)
De que forma a Palavra de Deus estará presente em seu dia? O que você deseja colocar em prática, segundo os ensinamentos de Jesus?

Bênção
“Irmãos, que a graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja com o espírito de vocês.”(Gl 6,18)

Ir. Carmen Maria Pulga

Confira a Homilia dominical.Clique aqui

[apss_share]