Oração diária, Quem será esse homem, sobre quem ouço falar estas coisas? - Lc 9,7-9

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho:  Lc 9,7-9

O Evangelho de hoje se situa entre o início da missão dos Doze e o episódio da alimentação prodigiosa da multidão no deserto.

Façamos a oração do dia: Pai, diversamente dos inimigos de Jesus, quero conhecer a identidade e a missão de teu Filho, pois é por ele que me guiarei para ser fiel a ti.

25ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

Liturgia do dia 24 de setembro de 2020

PRIMEIRA LEITURA: Ecle 1,2-11

Leitura do Livro do Eclesiastes – 2“Vaidade das vaidades, diz o Eclesiastes, vaidade das vaidades! Tudo é vaidade”. 3Que proveito tira o homem de todo o trabalho com o qual se afadiga debaixo do sol? 4Uma geração passa, outra lhe sucede, enquanto a terra permanece sempre a mesma. 5O sol se levanta, o sol se deita, apressando-se para voltar a seu lugar, donde novamente torna a levantar-se. 6Dirigindo-se para o sul e voltando para o norte, ora para cá, ora para lá, vai soprando o vento, para retomar novamente o seu curso. 7Todos os rios correm para o mar, e contudo o mar não transborda; voltam ao lugar de onde saíram para tornarem a correr. 8Tudo é penoso, difícil para o homem explicar. A vista não se

cansa de ver, nem o ouvido se farta de ouvir. 9O que foi será; o que aconteceu, acontecerá: 10não há nada de novo debaixo do sol. Uma coisa da qual se diz: “Eis aqui algo de novo”, também esta já existiu nos séculos que nos precederam. 11Não há memória do que aconteceu no passado, nem também haverá lembrança do que acontecer, entre aqueles que viverão depois.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO  90(89) 

— Ó Senhor, vós fostes sempre um refúgio para nós.
— Ó Senhor, vós fostes sempre um refúgio para nós.

— Vós fazeis voltar ao pó todo mortal, quando dizeis: “Voltai ao pó, filhos de Adão!” Pois mil anos para vós são como ontem, qual vigília de uma noite que passou.

— Eles passam como o sono da manhã, são iguais à erva verde pelos campos: De manhã ela floresce vicejante, mas à tarde é cortada e logo seca.

— Ensinai-nos a contar os nossos dias, e dai ao nosso coração sabedoria! Senhor, voltai-vos! Até quando tardareis? Tende piedade e compaixão de vossos servos!

— Saciai-nos de manhã com vosso amor, e exultaremos de alegria todo

o dia! Que a bondade do Senhor e nosso Deus repouse sobre nós e nos conduza! Tornai fecundo, ó Senhor, nosso trabalho.

EVANGELHO:   Lc 9,7-9

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
– Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 7o tetrarca Herodes ouviu falar de tudo o que estava acontecendo, e ficou perplexo, porque alguns diziam que João Batista tinha ressuscitado dos mortos. 8Outros diziam que Elias tinha aparecido; outros ainda, que um dos antigos profetas tinha ressuscitado. 9Então Herodes disse: “Eu mandei degolar João. Quem é esse homem, sobre quem ouço falar essas coisas?” E procurava ver Jesus. – Palavra da Salvação.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Herodes tinha vontade de ver Jesus. Por quê? Por curiosidade, para se precaver de um possível concorrente, como foi João? São Lucas menciona rapidamente a decapitação de João Batista por ordem de Herodes. Este é o Herodes Antipas, filho do outro Herodes

que mandou matar as crianças de Belém, segundo o Evangelho de Mateus.

Afirmando que Herodes queria ver Jesus, Lucas prepara o encontro que acontecerá entre os dois. Nos dias da paixão de Jesus, Pilatos enviou Jesus a Herodes, que se achava em Jerusalém. Vindo da Galileia, Jesus pertencia à jurisdição de Herodes. Herodes ficou contente quando viu Jesus, “e esperava ver algum milagre feito por ele”.

Zaqueu também queria ver Jesus. O mesmo desejo em dois homens diferentes com conotações muito distintas. Jesus fala com Zaqueu, mas não fala com Herodes. Herodes lhe fez muitas perguntas, mas Jesus não deu nenhuma resposta. Foi devolvido a Pilatos com uma roupa de gala, fina expressão da zombaria de Herodes. Realizou-se, então, o que diziam os latinos: “Pares com pares facilmente se congregam”.

Pilatos e Herodes ficaram amigos, porque antes não se davam bem. Herodes não está procurando conhecer Jesus. Quer apenas ver um espetáculo feito por Jesus com algum milagre. Tampouco lhe interessa a pessoa do miraculado em caso de cura. Diante de Herodes, Jesus fez o que de melhor podia ter feito: silenciou.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Na escuta, meditação e contemplação da Palavra de Deus, acolhamos o Senhor que nos fala ao coração. Ele se dá a conhecer e encontrar por aqueles que estão abertos ao mistério de Deus.

Rezemos: “Vem, Espírito Santo! Faze-nos amar as Escrituras, para reconhecermos a voz viva de Jesus. Torna-nos humildes e simples, a fim de compreendermos os mistérios do Reino de Deus. Amém.”

Leitura (Verdade)

O que diz o texto? De quais acontecimentos Herodes teria ouvido falar? Por que Herodes identifica Jesus com João Batista? Qual é a relação entre eles? Quem é João Batista? Qual é o motivo da morte de João Batista?

“O Evangelho de hoje se situa entre o início da missão dos Doze e o episódio da alimentação prodigiosa da multidão no deserto. Herodes Antipas – filho do Herodes, o Grande, que tentara matar Jesus – está confuso. A seus ouvidos chegaram os ecos das maravilhas operadas por Jesus.

“Quem é esse homem?”, interroga-se Herodes, e o fantasma da cabeça ensanguentada do Batista certamente o perturbava. Sua vontade de ver Jesus é inconsequente: não pretende mudar de vida. Os tiranos tentam sufocar as ideias de libertação. No máximo conseguem matar alguns líderes. Mas não se matam as ideias; como o grão, elas retornam multiplicadas. A Igreja não quer nem deve temer as perseguições. Elas mostram a maturidade do projeto.”

Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim hoje? Com que disposições acolho as palavras e os ensinamentos de Jesus em minha vida? Qual atitude o texto me convida a viver hoje?

Oração (Vida)

O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Na oração, temos um encontro direto com Deus. Ele está conosco e quer nos ouvir. Aproxime-se do Senhor sem medo e faça a sua oração, apresentando-lhe suas necessidades e preocupações.
“Jesus, princípio e realização do homem novo, convertei a vós o meu coração, para que, deixando as sendas do erro, siga os vossos passos no caminho que conduz à vida.”

Contemplação (Vida e Missão)

Meditar a frase: “Não tenham medo! Eu estou com vocês!”. O que a Palavra o(a) convida a viver neste dia?

Bênção

  • O Senhor Deus nosso Pai esteja sempre conosco.
  • Ele está no meio nós.

Oremos: “Senhor nosso Deus, Que enviastes Vosso Filho ao mundo Para curar as nossas enfermidades, Levar sobre Si as nossas dores, Redimir nossos pecados e Nos dar a Vida Eterna que vem de Vós, Tendes Piedade de nós!

Deus Misericordioso, Que cuida de todas as Vossas Criaturas, Atendei as nossas suplicas, e Segundo a Vossa Vontade, Protegei o Vosso Povo, Oprimido por essa doença terrível. Guardai e mantenhais a saúde daqueles Que não contraíram essa doença e Dai Senhor, aos que a contraíram, Paciência fortalecida, fé renovada e A cura desse mal, Para que todos nós desfrutemos De plena e duradoura saúde! Por Jesus Cristo nosso Senhor.” Amém.

Todo o Louvor, toda a Honra, toda a Gratidão, Toda a Fé, toda a Confiança, Toda a Adoração e toda a Glória Sejam dadas aos Senhor nosso Deus, Agora e para sempre! Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui