Oração diária Quem buscar sua vida a perderá

15ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

13 de julho de 2020

ORAÇÃO DO DIA

ai, robustece minha adesão a teu Reino, levando-me a pautar por ele todo meu agir e a atrair para ti quem optou pelo caminho da maldade e do egoísmo.

PRIMEIRA LEITURA:  Is 1,10-17

Leitura do Livro do Profeta Isaías – 10Ouvi a palavra do Senhor, magistrados de Sodoma, prestai ouvidos ao ensinamento do nosso Deus, povo de Go¬morra. 11Que me importa a abundância de vossos sacrifícios? — diz o Senhor. Estou farto de holocaustos de carneiros e de gordura de animais cevados; do sangue de touros, de cordeiros e de bodes, não me agrado.
12Quando entrais para vos apresentar diante de mim, quem vos pediu para pisardes os meus átrios? 13Não continueis a trazer oferendas vazias! O incenso é para mim uma abominação! Não suporto lua nova, sábado, convocação de assembleia: iniquidade com reunião solene! 14Vossas luas novas e vossas solenidades, eu as detesto! Elas são para mim um peso, estou cansado de suportá-las.
15Quando estendeis as vossas mãos, escondo de vós os meus olhos. Ainda que multipliqueis a oração, eu não ouço: Vossas mãos estão cheias de sangue! 16Lavai-vos, purificai-vos. Tirai a maldade de vossas ações de minha frente. Deixai de fazer o mal! 17Aprendei a fazer o bem! Pro¬curai o direito, corrigi o opressor. Julgai a causa do órfão, defendei a viúva.
– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 49

— A todo homem que procede retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.
— A todo homem que procede retamente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

— Eu não venho censurar teus sacrifícios, pois sempre estão perante mim teus holocaustos; não preciso dos novilhos de tua casa nem dos carneiros que estão nos teus rebanhos.

— “Como ousas repetir os meus preceitos e trazer minha Aliança em tua boca? Tu que odiaste minhas leis e meus conselhos e deste as costas às palavras dos meus lábios!

— Diante disso que fizeste, eu calarei? Acaso pensas que eu sou igual a ti? É disso que te acuso e repreendo e manifesto essas coisas aos teus olhos”.

— Quem me oferece um sacrifício de louvor, este sim é que honra de verdade. A todo homem que procede retamente eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

EVANGELHO: Mt 10,34–11,1

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 10,34“Não penseis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer a paz, mas sim a espada. 35De fato, vim separar o filho de seu pai, a filha de sua mãe, a nora de sua sogra.
36E os inimigos do homem serão os seus próprios familiares. 37Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim, não é digno de mim. Quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim, não é digno de mim. 38Quem não toma a sua cruz e não me segue, não é digno de mim.
39Quem procura conservar a sua vida vai perdê-la. E quem perde a sua vida por causa de mim vai encontrá-la. 40Quem vos recebe a mim recebe; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou. 41Quem recebe um profeta, por ser profeta, receberá a recompensa de profeta. E quem recebe um justo, por ser justo, receberá a recompensa de justo. 42Quem der, ainda que seja apenas um copo de água fresca, a um desses pequeninos, por ser meu discípulo, em verdade vos digo: não perderá a sua recompensa”. 11,1Quando Jesus acabou de dar essas instruções aos doze discípulos, partiu daí, a fim de ensinar e pregar nas cidades deles

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Termina aqui o Discurso Missionário, bem marcado pela frase final: “Quando Jesus terminou essas instruções, partiu dali”. As instruções terminam dizendo que Jesus não veio trazer a paz, mas a espada; que os inimigos serão os familiares; que não é digno de Jesus quem ama os familiares mais do que a ele; que não é digno dele quem não toma a sua cruz e o segue; e quem busca sua vida, vai perdê-la. É dito também que, quem perde a sua vida por causa de Jesus, a encontrará; quem recebe o discípulo missionário, recebe Jesus e o Pai; quem de alguma maneira ajuda o discípulo, não ficará sem recompensa. Portanto, ser discípulo missionário é uma altíssima vocação, destinada a gente corajosa que parte, “a fim de ensinar e proclamar nas cidades da região”.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Iniciemos nossa oração em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
Peçamos ao Espírito Santo que nos ajude a compreender sua Palavra. “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Leitura (Verdade)
Neste início da nossa leitura orante, leia o Evangelho com muita atenção, destacando os versículos e os verbos que mais se destacam. Em uma segunda leitura, repita em voz alta os termos destacados e procure identificar o tema central do Evangelho. Relembre outros textos que possam ajudá-lo(a) na compreensão deste.

“A paz era a finalidade da chegada do Messias, e Mateus apresenta Jesus como o Rei que vem trazer a paz. No entanto, o caminho para ela não evita o conflito. O próprio Jesus se envolveria em grandes controvérsias a fim de estabelecer o Reino pacífico de Deus. Ele mesmo sofreu a pressão do seu clã familiar que pedia para, na condição de primogênito, deixar a pregação e dedicar-se a uma família. Deus espera dos seus o primeiro lugar. Isto não apenas na teoria, mas também na prática. Quando colocamos a Deus como nosso valor maior, os outros valores assumem seu lugar. Em contrapartida, Deus não deixará nem um copo de água sem uma recompensa. Deus é infinito no amor, e isto afeta a recompensa.” (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o Senhor me diz por meio desta Palavra? Qual palavra ficou gravada com mais força em mim e para mim?
Medite a Palavra lida e permita que ela se misture a sua vida.

Oração (Vida)
O que a Palavra suscitou em você? Que tipo de oração deseja fazer ao Senhor? Aproxime-se dele sem medo e faça a sua oração, seja de louvor, gratidão ou pedido de perdão. O Senhor está com você e deseja escutá-lo(a).

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? O que o Senhor o(a) convida a viver?

Bênção
O Senhor Jesus Cristo esteja ao meu lado para me sustentar,
Dentro de mim para me encorajar,
Diante de mim para me orientar,
Atrás de mim para me proteger,
Acima de mim para me abençoar.
Ele que vive e reina pelos séculos dos séculos. Amém.
Que a bênção de Deus Pai de amor e bondade desça sobre mim, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Ir. Carmen Maria Pulga

Confira a Homilia dominical.Clique aqui

[apss_share]