Oração diária Que queres de nós, Filho de Deus?

PRECISAMOS MUITO DE SUA AJUDA

Estimados irmãos venho aqui pedir a sua ajuda se possível for. Estamos fechando o mês e não vou conseguir pagar a mensalidade da divida do site referente ao servidor onde o site fica hospedado. Pra complicar minha situação tenho pai acamado. Diante das dificuldades que todos estamos passando compreendo o qto esta difícil para todos, mas se vc tiver a possibilidade de AJUDAR COM UMA DOAÇÃO sera de muita ajuda para diminuir as dividas. .Clique aqui para Doar

13ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

01 de julho de 2020

ORAÇÃO DO DIA

Pai, coloca-me bem junto de teu Filho Jesus, para que as forças do mal não prevaleçam contra mim nem me mantenham prisioneiro de seu poder opressor.

PRIMEIRA LEITURA: Am 5,14-15.21-24

Leitura da Profecia de Amós – 14Buscai o bem, não o mal, para terdes mais vida, só assim o Senhor Deus dos exércitos vos assistirá, como tendes afirmado. 15Odiai o mal, amai o bem, res­tabelecei a justiça no julgamento, talvez o Senhor Deus dos exércitos se compadeça do resto da tribo de José. 21“Aborreço, rejeito vossas festas, diz o Senhor, não me agradam vossas assembleias de culto. 22Se me oferecerdes holo­caustos, não aceitarei vossas oblações e não farei caso de vossos gordos animais de sacrifício. 23Livra-me da balbúrdia dos teus cantos, não quero ouvir a toada de tuas liras. 24Que a justiça seja abundante como água e a vida honesta, como torrente perene”. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 50(49)

 — A todos que procedem re­ta­mente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.
— A todos que procedem re­ta­mente, eu mostrarei a salvação que vem de Deus.

— Escuta, ó meu povo, eu vou falar; ouve, Israel, eu testemunho contra ti: Eu, o Senhor, somente eu, sou o teu Deus!

— Eu não venho censurar teus sacrifícios, pois sempre estão perante mim teus holocaustos; não preciso dos novilhos de tua casa nem dos carneiros que estão nos teus rebanhos.

— Porque as feras da floresta me pertencem e os animais que estão nos montes aos milhares. Conheço os pássaros que voam pelos céus e os seres vivos que se movem pelos campos.

— Não te diria, se com fome eu estivesse, porque é meu o universo e todo ser. Porventura comerei carne de touros? Beberei, acaso, o sangue de carneiros?

— Como ousas repetir os meus preceitos e trazer minha Aliança em tua boca? Tu que odiaste minhas leis e meus conselhos e deste as costas às palavras dos meus lábios!

EVANGELHO:  Mt 8,28-34

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 28quando Jesus chegou à outra margem do lago, na região dos gadarenos, vieram ao seu encontro dois homens possuídos pelo demônio, saindo dos túmulos. Eram tão violentos, que ninguém podia passar por aquele caminho. 29Eles então gritaram: “Que tens a ver conosco, Filho de Deus? Tu vieste aqui para nos atormentar antes do tempo?”.
30Ora, a certa distância deles estava pastando uma grande manada de porcos. 31Os demônios suplicavam-lhe: “Se nos expulsas, manda-nos para a manada de porcos”.
32Jesus disse: “Ide”. Os demônios saíram, e foram para os porcos. E logo toda a manada atirou-se monte abaixo para dentro do mar, afogando-se nas águas. 33Os homens que guardavam os porcos fugiram e, indo até a cidade, contaram tudo, inclusive o caso dos possuídos pelo demônio. 34Então a cidade toda saiu ao encontro de Jesus. Quando o viram, pediram-lhe que se retirasse da região deles.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Jesus se encontra com dois homens violentos, saindo de túmulos. Não eram fantasmas nem mortos ressuscitando. Eram seres humanos em situação desumana. Pareciam possessos. De fato, estavam possuídos por um sistema sem justiça e sem direito, no qual porcos valiam mais do que seres humanos. Há aqui um simbolismo que indica fatos e ideias. Por trás da história estão a Décima Legião Fretense do exército romano, com a insígnia do porco, e os soldados do Faraó, que se precipitaram no mar quando Deus libertou o seu povo. Jesus libertou os dois possessos do domínio do Maligno e liberou o caminho por onde ninguém podia passar, mas não foi compreendido. Ajuda-nos a pensar as frases finais de George Orwell em A Revolução dos Bichos: “As criaturas de fora olhavam de um porco para um homem, de um homem para um porco e de um porco para um homem outra vez; mas já se tornara impossível distinguir quem era homem, quem era porco”.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Bendito sejas, Deus da vida, por este novo dia. Na escuta da Palavra, reconheceremos que nosso Deus esta junto dos que sofrem e buscam seu auxílio. A presença de Cristo liberta aqueles dois homens que viviam excluídos e rejeitados. O Filho de Deus, Jesus de Nazaré é o Senhor da vida. Ele veio para libertar-nos de tudo aquilo que nos impede de viver com dignidade.

No início da nossa leitura orante, peçamos: “Vem, Espírito Santo! Faze-nos amar as Escrituras, para reconhecermos a voz viva de Jesus. Torna-nos humildes e simples, a fim de compreendermos os mistérios do Reino de Deus. Amém.”
Leitura (Verdade)
Em qual contexto se desenvolve a narrativa deste evangelho? Quais expressões do texto significam impureza? Como os homens possuídos pelo demônio reagem à presença de Jesus? Qual é a ação de Jesus? Como a multidão reage diante do acontecido? Quem é Jesus segundo a narrativa?

“Os demônios ou espíritos maus eram figuras culturais à época e indicavam forças externas ao ser humano, que o impediam de agir com autonomia. Para esta mentalidade, os demônios estavam autorizados a atormentar a humanidade até o tempo final. Eles reconhecem que a chegada de Jesus marca o triunfo de Deus sobre Satanás. Jesus assume o comando da situação, os endemoniados estão livres dos seus males. Aí entram em ação os porcos, animais imundos, morada adequada para os espíritos maus. A sua ação suicida significa o fim do seu poder. O que surpreende é a atitude dos gadarenos. Saíram ao encontro de Jesus e, rejeitando aquele que poderia ser o momento da salvação, pedem que ele se retire. Preferiram os porcos e rejeitaram a Boa-Nova”. (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que diz o texto para mim hoje? Como Jesus se revela? Busco o Senhor em minhas fragilidades e amarras que me escravizam? É Ele meu libertador? De quais males desejo que o Senhor me liberte?

Oração (Vida)
O Senhor é nossa força, consolo e abrigo. A Ele entregamos nossa vida e este novo dia. A Ele confiamos as pessoas que amamos e todas aquelas com as quais partilharemos a vida neste dia.

“Senhor Jesus, tu és o Caminho. Em meio a sombras e luzes, alegrias e esperanças, tristezas e angústias, Tu nos levas ao Pai. Não nos deixes caminhar sozinhos. Fica conosco, Senhor! Tu és a Verdade. Desperta nossas mentes e faze arder nossos corações sedentos de justiça e santidade. Ajuda-nos a sentir a beleza de crer em ti. Fica conosco, Senhor! Tu és a Vida. Abre nossos olhos para te reconhecermos no ‘partir o Pão’, sublime sacramento da Eucaristia. Alimenta-nos com o Pão da Unidade. Sustenta-nos em nossos sofrimentos, faze-nos solidários com os pobres, os oprimidos e excluídos. Fica conosco, Senhor! Jesus Cristo, Caminho, Verdade e Vida, no vigor do Espírito Santo, faze-nos teus discípulos missionários. Com a humilde serva do Senhor, nossa Mãe Aparecida, queremos ser alegres no caminho para a Terra Prometida. Corajosas testemunhas da verdade libertadora. Promotores da vida em plenitude. Fica conosco, Senhor! Amém” (Oração composta pela Arquidiocese de Brasília).

Contemplação (Vida e Missão)
Contemplando o poder de Jesus e sua força libertadora como quero estar junto dele neste dia e deixar que Ele expulse de mim tudo o que me impede de amar com liberdade de coração?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.
    Ir. Carmen Maria Pulga

Confira a Homilia dominical.Clique aqui

[apss_share]