Oração diária A voz de quem grita no deserto - Jo 1,19-28

Basílio Magno e Gregório Nazianzeno – Ano Litúrgico A

02 de janeiro de 2020

ORAÇÃO DO DIA

Pai, teu servo João Batista soube reconhecer o que esperavas dele, e conservou sua postura com extrema humildade. Torna-me teu servidor, nos mesmos moldes de João.

PRIMEIRA LEITURA: 1Jo 2,22-28

Leitura da Primara Carta de São João Caríssimos: 22Quem é mentiroso, senão aquele que nega que Jesus é o Cristo? O Anticristo é aquele que nega o Pai e o Filho. 23Todo aquele que nega o Filho também não possui o Pai. Quem confessa o Filho possui também o Pai.

24Permaneça dentro de vós aquilo que ouvistes desde o princípio. Se o que ouvistes desde o princípio permanecer em vós, permanecereis com o Filho e com o Pai. 25E esta é a promessa que ele nos fez: a vida eterna. 26Escrevo isto a respeito dos que procuram desencaminhar-vos.

27Quanto a vós mesmos, a unção que recebestes da parte de Jesus permanece convosco, e não tendes necessidade de que alguém vos ensine. A sua unção vos ensina tudo, e ela é verdadeira e não mentirosa. Por isso, conforme a unção de Jesus vos ensinou, permanecei nele. 28Então, agora, filhinhos, per­manecei nele. Assim poderemos ter plena confiança, quando ele se manifestar, e não seremos vergonhosamente afastados dele, quando da sua vinda

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 98(97)

          — Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus.
— Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus.

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, porque ele fez prodígios! Sua mão e seu braço forte e santo alcançaram-lhe a vitória.

— O Senhor fez conhecer a salvação, e às nações, sua justiça; recordou o seu amor sempre fiel pela casa de Israel.

— Os confins do universo contemplaram a salvação do nosso Deus. Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, alegrai-vos e exultai!

EVANGELHO: Jo 1,19-28

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Evangelho de Jesus Cristo, segundo João

19Este foi o testemunho de João, quando os judeus enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para perguntar: “Quem és tu?” 20João confessou e não negou. Confessou: “Eu não sou o Messias”. 21Eles perguntaram: “Quem és, então? És Elias?” João respondeu: “Não sou”. Eles perguntaram: “És o Profeta?” Ele respondeu: “Não”. 22Perguntaram então: “Quem és, afinal? Temos de levar uma resposta àqueles que nos enviaram. Que dizes de ti mesmo?”

23João declarou: “Eu sou a voz que grita no deserto: ‘Aplainai o caminho do Senhor’” — conforme disse o profeta Isaías. 24Ora, os que tinham sido enviados pertenciam aos fariseus 25e perguntaram: “Por que então andas batizando, se não és o Messias, nem Elias, nem o Profeta?”

26João respondeu: “Eu batizo com água; mas no meio de vós está aquele que vós não co­nheceis, 27e que vem depois de mim. Eu não mereço desamarrar a correia de suas sandálias”. 28Isso aconteceu em Betânia além do Jordão, onde João estava batizando.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Jesus acaba de nascer. A liturgia toma o testemunho de João Batista para nos dizer quem é esse menino. O testemunho é inicialmente negativo: João não é o Messias prometido. Em seguida, o testemunho começa a se abrir: “Ele está entre vocês e vocês não o conhecem, ele vem depois de mim, eu não sou digno de desatar as correias das sandálias dele”. João afirma que o menino que acaba de nascer é superior a ele. O testemunho é dado às autoridades religiosas, da época e de hoje. Tais autoridades têm que saber que não são dignas de desatar as correias das sandálias de Jesus. Entre vocês está alguém que não conhecem. Onde está e quem é? Jesus inicia sua caminhada terrestre de forma oculta e humilde. É uma criança, em tudo dependente, mas presente. Modelo único para os seus seguidores.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Com a Igreja, celebramos hoje São Basílio Magno e São Gregório Nazianzeno. Iniciemos a nossa oração, colocando-nos à disposição para ouvir e compreender o Evangelho.
Com humildade, peçamos a luz do Espírito Santo: “Ó Espírito Santo, ilumina-nos e santifica-nos. Vem sobre nós e enche nosso coração com o fogo do teu amor, para escutarmos a Palavra do Pai com o ouvido e o coração atentos. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!” Cantar ou rezar interiorizando o seu ser:
Ó LUZ DO SENHOR, QUE VEM SOBRE A TERRA, INUNDA MEU SER, PERMANECE EM MIM.

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? “Eu sou uma voz de quem grita no deserto…” Leia o Evangelho de hoje com bastante calma e atenção e procure compreendê-lo. Qual é o motivo do interrogatório feito a João Batista? Qual é a problemática apresentada no texto?
“João é o grande profeta, com um pé no Antigo e outro no Novo Testamento. Não se trata de um dos profetas, mas o Profeta, aquele prometido por Moisés no Deuteronômio. Enquanto Jesus é a Palavra que se fez carne, João é a voz que clama no deserto, dando testemunho de Jesus. É a primeira vez que que aparece o termo judeus neste Evangelho. Quase sempre este termo se refere às autoridades religiosas judaicas. Sacerdotes e levitas estavam ligados ao Templo de Jerusalém. Não existe aqui, por parte dos judeus, o desejo de conhecer a Verdade, apenas um conhecimento racional. Os evangelizadores, à semelhança de João, devem colocar-se apenas como referência e apontar aquele que é o Caminho, a Verdade e a Vida.”(Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Neste momento de meditação, leia o Evangelho novamente e abra-se à escuta do Senhor. Não perca de vista o que Ele quer lhe dizer por meio da Palavra. Qual palavra mais encontrou sintonia com a realidade que você está vivendo?
Como são meus caminhos? Estou na estrada de Jesus?

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Coloque-se neste momento em oração, recordando o Evangelho lido. A partir da Palavra, apresente ao Senhor as suas necessidades e a oração que nasceu em seu coração.

Contemplação (Vida e Missão)
O que a Palavra o(a) convida a viver? Determine em seu coração atitudes de integridade como foi João Batista. Como ser verdadeiro(a) com minhas palavras e ações? Permitir que o SENHOR cresça com minhas palavras e atitudes.

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas

[apss_share]