Liturgia diária Pedro, tu me amas?

7ª Semana da Páscoa – Ano Litúrgico C

13 de maio de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Pai, torna cada vez mais consistente meu amor a teu Filho Jesus, e confirma minha condição de discípulo que deseja dar testemunho autêntico de sua fé.

PRIMEIRA LEITURA:  At 25,13b-21

Leitura dos Atos dos Apóstolos – Naqueles dias, 13bo rei Agripa e Berenice chegaram a Cesareia e foram cumprimentar Festo. 14Como ficassem alguns dias aí, Festo expôs ao rei o caso de Paulo, dizendo: “Está aqui um homem que Félix deixou como prisioneiro. 15Quando eu estive em Jerusalém, os sumos sacerdotes e os anciãos dos judeus apresentaram acusações contra ele e pediram-me que o condenasse. 16Mas eu lhes respondi que os romanos não costumam entregar um homem antes que o acusado tenha sido confrontado com os acusadores e possa defender-se da acusação.
17Eles vieram para cá e, no dia seguinte, sem demora, sentei-me no tribunal e mandei trazer o homem. 18Seus acusadores compareceram diante dele, mas não trouxeram nenhuma acusação de crimes de que eu pudesse suspeitar. 19Tinham somente certas questões sobre a sua própria religião e a respeito de um certo Jesus que já morreu, mas que Paulo afirma estar vivo. 20Eu não sabia o que fazer para averiguar o assunto. Perguntei então a Paulo se ele preferia ir a Jerusalém, para ser julgado lá. 21Mas Paulo fez uma apelação para que a sua causa fosse reservada ao juízo do Augusto Imperador. Então ordenei que ficasse preso até que eu pudesse enviá-lo a César. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 102

    — O Senhor pôs o seu trono lá nos céus.
— O Senhor pôs o seu trono lá nos céus.

— Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e todo o meu ser, seu santo nome! Bendize, ó minha alma, ao Senhor, não te esqueças de nenhum de seus favores!

— Quanto os céus por sobre a terra se elevam, tanto é grande o seu amor aos que o temem; quanto dista o nascente do poente, tanto afasta para longe nossos crimes.

— O Senhor pôs o seu trono lá nos céus, e abrange o mundo inteiro seu reinado. Bendizei ao Senhor Deus, seus anjos todos, valorosos que cumpris as suas ordens

EVANGELHO: Jo 21,15-19  

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Jesus manifestou-se aos seus discípulos 15e, depois de comerem, perguntou a Simão Pedro: “Simão, filho de João, tu me amas mais do que estes?” Pedro respondeu: “Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo”. Jesus disse: “Apascenta os meus cordeiros”.
16E disse de novo a Pedro: “Simão, filho de João, tu me amas?” Pedro disse: “Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo”. Jesus disse-lhe: “Apascenta as minhas ovelhas”. 17Pela terceira vez, perguntou a Pedro: “Simão, filho de João, tu me amas?” Pedro ficou triste, porque Jesus perguntou três vezes se ele o amava. Respondeu: “Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo”. Jesus disse-lhe: “Apascenta as minhas ovelhas. 18Em verdade, em verdade te digo: quando eras jovem, tu te cingias e ias para onde querias. Quando fores velho, estenderás as mãos e outro te cingirá e te levará para onde não queres ir”.
19Jesus disse isso, significando com que morte Pedro iria glorificar a Deus. E acrescentou: “Segue-me”. – Palavra da Salvação.
– Glória a vós, Senhor.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Jesus e Pedro. Terminada a refeição na praia, Jesus pergunta a Pedro: Simão, você me ama mais do que estes seus companheiros. Pergunta constrangedora, resposta verdadeira. Recebe então o ofício de pastor de todo o rebanho. Esta é a condição para qualquer função de pastoreio do rebanho de Cristo: amar de verdade. A função não o torna menos humano e mais privilegiado. Passará pelo que passou o Mestre. Vão te conduzir aonde não queres. Pedro, pastor, o primeiro do rebanho e mártir. Neste momento estariam andando os dois pela praia. Segue-me, lhe diz Jesus, usando o verbo-chave para o discipulado. Pedro, porém, olha para trás e vê o discípulo amado. Com aparente incômodo, Pedro pergunta: E este, o que será dele? De novo o mesmo verbo na resposta. Deixa, Pedro, segue-me. Foi a última palavra de Jesus a Pedro.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
“Sim, Senhor, tu sabes que te amo” (Jo 21,16). Essa foi a resposta de Pedro quando Jesus lhe perguntou se o amava. Neste início de nossa oração, pensemos por um instante no modo como amamos e na qualidade de nosso amor cristão. Rezemos ao Espírito Santo: “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações dos vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: ó Deus, que instruístes os corações dos vossos fiéis com a luz do Espírito Santo, fazei que apreciemos retamente todas as coisas, segundo o mesmo Espírito, e gozemos sempre da sua consolação, por Cristo, Senhor nosso. Amém!”

Leitura (Verdade)
Lembre-se de que, neste primeiro momento da leitura orante, devemos ler o texto quantas vezes acharmos necessário, devagar e atentamente, para responder à pergunta: o que diz o texto bíblico? Responda sem fugir de seu tema central, sem acrescentar suas próprias percepções a ele. Ao fazer a leitura, identifique os verbos mais marcantes, os personagens e outros elementos que possam ajudá-lo(a) na compreensão do texto.
No Evangelho de hoje, veremos que Pedro é convidado a cuidar das ovelhas do Senhor. Para isso, será exigido dele um amor verdadeiro e radical a Cristo.

Meditação (Caminho)
Podemos notar que, no Evangelho de hoje, há uma clara atitude de escuta, pois Pedro é interrogado por Jesus. O que o texto diz a você? Leia-o novamente, procurando perceber o que o Senhor lhe diz por meio de sua Palavra.

Oração (Vida)
Esta é a hora de falar com Deus, e, nesse diálogo, você é convidado a dizer-lhe tudo o que desejar. O Senhor está com você e quer escutar a sua voz e acolher a sua oração. Leve a Ele também as realidades sofridas de seu povo.

Contemplação (Vida e Missão)
Em silêncio, identifique o que a Palavra o(a) leva a experimentar. O que da Palavra mais o(a) tocou? O que ela o(a) instiga a viver neste dia? Faça uma síntese de tudo aquilo que experimentou durante a leitura orante, para viver este dia no “ritmo” da Palavra.

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

[apss_share]