Oração diária, A parábola do semeador - Mt 13,18-23

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Mt 13,18-23

Jesus explica para os discípulos a parábola do semeador. Que nosso coração seja também um terreno de terra boa e fértil para acolher a palavra de Deus Façamos a oração do dia: Pai, enche de misericórdia o meu coração para que, como Jesus, eu me solidarize com os pecadores, e procure atraí-los para ti.

16ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

Liturgia do dia 24 de julho de 2020

PRIMEIRA LEITURA: Jr 3,14-17

Leitura do Livro do Profeta Jeremias – 14”Convertei-vos, filhos, que vos tendes afastado de mim, diz o Senhor, pois eu sou vosso Senhor; vou tomar-vos, um de uma cidade e dois de uma família, e vos reconduzirei a Sião; 15eu vos darei pastores segundo o meu coração, que vos apascentarão com clarividência e sabedoria. 

16Quando vos tiverdes multiplicado e crescerdes na terra, naqueles dias, diz o Senhor, não se falará mais da ‘arca da aliança do Senhor’; ela não virá à memória de ninguém, não se lembrarão dela, não a procurarão nem fabricarão outra. 17Naquele tempo, chamarão Jerusalém Trono do Senhor, em torno dela se reunirão, em nome do Senhor, todos os povos; eles não se deixarão mais levar pelas inclinações de um coração mau”.

SALMO Jr 31,10-13 

— O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.

— O Senhor nos guardará qual pastor a seu rebanho.

— Ouvi, nações, a Palavra do Senhor e anunciai-a nas ilhas mais distantes: “Quem dispersou Israel, vai congregá-lo, e o guardará qual pastor a seu rebanho!”

— Pois, na verdade, o Senhor remiu Jacó e o libertou do poder do prepotente. Voltarão para o monte de Sião, entre brados e cantos de alegria afluirão para as bênçãos do Senhor.

— Então a virgem dançará alegremente, também o jovem e o velho exultarão; mudarei em alegria o seu luto, serei consolo e conforto após a guerra.

EVANGELHO: Mt 13,18-23

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
– Glória a vós, Senhor.

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
– Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 18“Ouvi a parábola do semeador: 19Todo aquele que ouve a palavra do Reino e não a compreende, vem o Maligno e rouba o que foi semeado em seu coração. Este é o que foi semeado à beira do caminho.

 20A semente que caiu em terreno pedregoso é aquele que ouve a palavra e logo a recebe com alegria; 21mas ele não tem raiz em si mesmo, é de momento: quando chega o sofrimento ou a perseguição, por causa da palavra, ele desiste logo. 22A semente que caiu no meio dos espinhos é aquele que ouve a palavra, mas as preocupações do mundo e a ilusão da riqueza sufocam a palavra, e ele não dá fruto. 

23A semente que caiu em boa terra é aquele que ouve a palavra e a compreende. Esse produz fruto. Um dá cem, outro sessenta e outro trinta”

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Se você for o semeador, persevere até encontrar terreno bom. Sendo o terreno, examine-se e verifique o que significa estar à beira do caminho, o que significa ser pedregoso ou cheio de espinhos. Sejais terra boa, por que produz trinta e não sessenta; sessenta e não cem? A semente é a Palavra. A Palavra existe em sua vida: você a ouve, você a lê? Se for o Maligno quem rouba o que foi semeado em seu coração, proteja-se dele.

Peça que São Miguel Arcanjo ajude-o na batalha. Em todo caso, esteja atento para não cair em tentação. Quem é de momento, como diz o texto, quem se entusiasma logo e depois não persevera, procure aprofundar a Palavra, exercite a vontade para que não seja fraca; mortifique-se, deixe de lado o que é bom para você, para ter força de rejeitar o que não convém. São Sarbélio Makhluf, o santo de hoje, dizia: “A pobreza favorece a salvação. A frugalidade fortalece a alma. Quero viver nas privações, ignorando os prazeres e as doçuras deste mundo. Quero ser o servidor de Cristo e de meus irmãos”.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Precisamos acolher a Palavra de Deus em nossa vida como a terra boa que recebe a semente. Só assim ela produzirá o seu fruto.

Rezemos: “Vem, Espírito Santo! Faze-nos amar as Escrituras, para reconhecermos a voz viva de Jesus. Torna-nos humildes e simples, a fim de compreendermos os mistérios do Reino de Deus. Amém.”

Leitura (Verdade)

O que diz o texto? A quem Jesus está instruindo? Qual é o ensinamento da parábola? Quais são os terrenos em que a Palavra é semeada? Qual é o melhor terreno para que a Palavra produza frutos?

“Normalmente as parábolas não vêm acompanhadas de explicação, mas esta reforça o privilégio dos discípulos diante da multidão. Este texto pode ser tomado a partir do semeador ou da semente. Os batizados, em força da graça recebida, têm o compromisso de perpetuar a semente recebida. Ao mesmo tempo, nosso coração é o terreno onde cai a Palavra e pode encontrar, por diferentes motivos, um solo mal preparado e que produzirá pouco.

A semeadura acontece ao longo de toda a vida. Qualquer agricultor sabe que o terreno deve ser preparado para acolher a semente com diferentes graus de possibilidades. Não podemos querer o mínimo necessário, mas o máximo possível. Quem muito recebeu, tem obrigação de produzir mais frutos.”

Meditação (Caminho)

“A parábola do semeador é de uma simplicidade impressionante. A semente da palavra cai em terrenos humanos, em corações. Esses terrenos, por vezes, são pessoas diversas ou fases de uma mesma pessoa. Como nas vezes em que não estamos abertos à escuta da Palavra e o maligno a rouba do nosso coração; ou quando o entusiasmo nos toma em um momento de nossa caminhada e depois vem o desencanto, isto é, é uma alegria sem raiz; já o coração espinhoso, desse nos livramos pouco, e é quando nos deixamos sufocar pelas preocupações do mundo e suas ilusões, sufocando a Palavra. Então, que nosso terreno interior esteja sempre preparado para ser terra boa e produzir muitos frutos!”

Oração (Vida)

Jesus Mestre, agradeço-vos as luzes que me destes nesta meditação. Perdoai-me pelos limites que me impediram de fazê-la melhor. Ofereço-vos a resolução que tomei, e que espero viver, pela vossa graça. Amém.”

Contemplação (Vida e Missão)

A Palavra deste dia falou ao seu coração, tocou sua vida? Guarde tudo o que o Senhor, por meio da Palavra, o(a) chama a viver neste dia.

Bênção

  • O Senhor Deus nosso Pai esteja sempre conosco.
  • Ele está no meio nós.

Oremos: “Senhor nosso Deus, Que enviastes Vosso Filho ao mundo Para curar as nossas enfermidades, Levar sobre Si as nossas dores, Redimir nossos pecados e Nos dar a Vida Eterna que vem de Vós, Tendes Piedade de nós!

Deus Misericordioso, Que cuida de todas as Vossas Criaturas, Atendei as nossas suplicas, e Segundo a Vossa Vontade, Protegei o Vosso Povo, Oprimido por essa doença terrível. Guardai e mantenhais a saúde daqueles Que não contraíram essa doença e Dai Senhor, aos que a contraíram, Paciência fortalecida, fé renovada e A cura desse mal, Para que todos nós desfrutemos De plena e duradoura saúde! Por Jesus Cristo nosso Senhor.” Amém.

Todo o Louvor, toda a Honra, toda a Gratidão, Toda a Fé, toda a Confiança, Toda a Adoração e toda a Glória Sejam dadas aos Senhor nosso Deus, Agora e para sempre! Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui