Liturgia diária, O tesouro escondido num campo - Mt 13,44-52

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho:

Jesus compara o Reino dos Céus como um tesouro escondido num campo que quem o encontra fica cheio de alegria. Façamos a oração do dia: Pai, meu grande anseio é deixar-te ser o senhor de minha vida. Faze-me suficientemente audacioso para renunciar a tudo quanto me afasta deste objetivo.

17º Domingo do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

Liturgia do dia 22 de julho de 2020

PRIMEIRA LEITURA: 1Rs 3,5.7-12

Leitura do Primeiro Livro dos Reis – Naqueles dias, 5em Gabaon, o Senhor apareceu a Salomão, em sonho, e lhe disse: “Pede o que desejas, e eu te darei”.

7E Salomão disse: “Senhor meu Deus, tu fizeste reinar o teu servo em lugar de Davi, meu pai. Mas eu não passo de um adolescente, que não sabe ainda como governar. 8Além disso, teu servo está no meio do teu povo eleito, povo tão numeroso que não se pode contar ou calcular. 9Dá, pois, ao teu servo, um coração compreensivo, capaz de governar o teu povo e de discernir entre o bem e o mal. Do contrário, quem poderá governar este teu povo tão numeroso?”

10Esta oração de Salomão agradou ao Senhor.

11E Deus disse a Salomão: “Já que pediste esses dons e não pediste para ti longos anos de vida, nem riquezas, nem a morte de teus inimigos, mas sim sabedoria para praticar a justiça, 12vou satisfazer o teu pedido; dou-te um coração sábio e inteligente, como nunca houve outro igual antes de ti, nem haverá depois de ti”.

SALMO 119(118)

— Como eu amo, ó Senhor, vossa lei, vossa palavra!
— Como eu amo, ó Senhor, vossa lei, vossa palavra!

— É esta a parte que escolhi por minha herança:/ observar vossas palavras, ó Senhor!/ A lei de vossa boca, para mim,/ vale mais do que milhões em ouro e prata.

— Vosso amor seja um consolo para mim,/ conforme a vosso servo prometestes. Venha a mim o vosso amor e viverei,/ porque tenho em vossa lei o meu prazer!

— Por isso amo os mandamentos que nos destes,/ mais que o ouro, muito mais que o ouro fino!/ Por isso eu sigo bem direito as vossas leis,/ detesto todos os caminhos da mentira.

— Maravilhosos são os vossos testemunhos,/ eis por que meu coração os observa!/ Vossa palavra, ao revelar-se, me ilumina,/ ela dá sabedoria aos pequeninos

Segunda Leitura: Rm 8,28-30

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos – Irmãos: 28Sabemos que tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados para a salvação, de acordo com o projeto de Deus.

29Pois aqueles que Deus contemplou com seu amor desde sempre, a esses ele predestinou a serem conformes à imagem de seu Filho, para que este seja o primogênito numa multidão de irmãos.

30E aqueles que Deus predestinou, também os chamou. E aos que chamou, também os tornou justos; e aos que tornou justos, também os glorificou.

EVANGELHO: Mt 13,44-46

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
– Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 44“O Reino dos Céus é como um tesouro escondido no campo. Um homem o encontra e o mantém escondido. Cheio de alegria, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquele campo.

45O Reino dos Céus é também como um comprador que procura pérolas preciosas. 46Quando encontra uma pérola de grande valor, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquela pérola.

47O Reino dos Céus é ainda como uma rede lançada ao mar e que apanha peixes de todo tipo. 48Quando está cheia, os pescadores puxam a rede para a praia, sentam-se e recolhem os peixes bons em cestos e jogam fora os que não prestam.

49Assim acontecerá no fim dos tempos: os anjos virão para separar os homens maus dos que são justos, 50e lançarão os maus na fornalha de fogo. E aí haverá choro e ranger de dentes.

51Compreendestes tudo isso?” Eles responderam: “Sim”.
52Então Jesus acrescentou: “Assim, pois, todo o mestre da Lei, que se torna discípulo do Reino dos Céus, é como um pai de família que tira do seu tesouro coisas novas e velhas”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Jesus faz duas comparações para mostrar o valor absoluto do Reino dos Céus. A primeira é a do tesouro escondido num campo. Alguém o encontra e vende tudo o que tem para comprar o campo onde está o tesouro. A segunda é a da pérola de grande valor. Quem a encontra, vende tudo o que tem para poder adquiri-la. Jesus conta ainda uma terceira parábola sobre o fim dos tempos, quando os anjos vão separar os maus dos justos. A rede lançada ao mar apanha peixes de todo tipo. Eles são separados e o pescador fica com os que ele considera bons. Os outros são jogados fora.

Se eu encontrar uma pérola que vale mais do que tudo o que tenho, o que farei? Certamente venderei tudo o que tenho para ficar com a pérola. Depois da compra, já não tenho mais nada, mas tenho a pérola. É assim o Reino dos Céus? É parecido, diz Jesus. A comparação indica que o Reino dos Céus vale mais do que tudo o que podemos ter neste mundo. Ele, então, deve ser o próprio Jesus Cristo, que é o absoluto da nossa vida. Um homem encontrou um tesouro escondido num campo. Vendeu tudo o que tinha e comprou o campo, não pelo campo, mas pelo valor do tesouro. O valor do campo aumentou muito por causa do tesouro. O que é este campo? É o mundo, a Igreja, a sua comunidade, as pessoas. O tesouro os valoriza, mas está oculto. Só o sábio o descobre.

Deus permitiu que o rei Salomão lhe pedisse o que quisesse. Salomão se revelou um homem cheio de sabedoria e pediu a Deus um coração compreensivo, capaz de discernir entre o bem e o mal para poder governar o seu povo. Ele poderia ter pedido muita riqueza e muitos anos de vida, além da morte dos seus inimigos. Ao contrário, ele pediu sabedoria para praticar a justiça. Deus gostou do pedido de Salomão e lhe concedeu o que queria. Salomão é o sábio que descobre o tesouro. Ele percebeu o que tem valor na existência humana.

O salmista também é sábio e sabe que a Palavra de Deus ilumina a vida dos pequeninos e lhes dá sabedoria, por isso ele não deseja para si mesmo milhões em ouro e prata, e sim poder observar a Palavra de Deus. Não precisamos ter medo de escolher o que Deus quer, porque tudo contribui para o bem dos que amam a Deus. Se nossa opção de vida é fazer a vontade de Deus, tudo o que nos acontece contribui para o nosso bem. Nada é negativo em nossa vida.

A separação entre bons e maus no fim dos tempos, na parábola da rede e dos peixes, aponta para o juízo final. Acreditamos que Deus fará justiça a seus servos. No entanto, os peixes foram separados de acordo com o critério do pescador. A separação final será feita de acordo com os critérios de Deus. Quem é, então, a pérola? É aquele mesmo que nos conta a parábola, com tudo o que ele significa de caminho, verdade e vida. O tesouro escondido nos lembra o que Paulo dizia aos coríntios: “Trazemos este tesouro em vasos de barro, para que esse incomparável poder seja de Deus e não de nós”.Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Liturgia do 17º domingo do Tempo Comum. O Reino dos Céus é comparado a um tesouro escondido num campo ou a uma rede lançada ao mar. Acolhamos esta realidade do Reino de Deus em nossa vida e peçamos que a Palavra de Deus esteja em nossa mente, em nosso coração e em nossas ações.

Rezemos: “Vem, Espírito Santo! Faze-nos amar as Escrituras, para reconhecermos a voz viva de Jesus. Torna-nos humildes e simples, a fim de compreendermos os mistérios do Reino de Deus. Amém.”

Leitura (Verdade)

“Onde está o teu tesouro, aí está o teu coração.” No Evangelho de hoje, há verbos muito fortes. Faça a leitura do texto e procure destacar os verbos e as palavras que mais o(a) tocam. Recorde outros textos que podem ajudá-lo(a) na compreensão do Evangelho de hoje.

“A vida é a arte das escolhas. Nós fazemos as escolhas e as escolhas fazem nossa vida. A possibilidade de escolhas é infinita. Elas partem de um juízo de valor e este valor nem sempre corresponde à realidade. Na época das descobertas, os índios trocavam ouro puro por pequenos espelhos. Esaú trocou o valioso direito de primogenitura por um prato de lentilhas. Aparentemente, o negociante das duas parábolas fez mau negócio. Trocou tudo o que tinha – casa, terreno, objetos – por uma pérola. Mas esta troca o faz feliz e só ele pode entender. Assim é o Reino. Não se trata de renunciar, mas de escolher um bem maior. Na história do cristianismo, tantos venderam tudo para ficar com o tesouro, e foram felizes!” (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim? Meditar não é ficar no vazio, então volte ao texto bíblico, leia-o com bastante atenção e deixe-se tocar pela Palavra. Procure ver e acolher o tesouro que o Senhor lhe oferece neste momento.

Oração (Vida)

O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Faça sua oração sem medo de abrir o coração ao seu Senhor e Mestre. Deus espera que, no momento da oração, seus filhos falem com Ele, pois deseja ouvir a voz de cada um. Seja para agradecer, seja para pedir, o Senhor o(a) escuta.

Contemplação (Vida e Missão)

O que o Evangelho o(a) levou a experimentar? Qual novo olhar nasceu em você a partir da Palavra? Faça uma síntese do que o texto bíblico despertou em seu coração, para vivê-lo em seu dia.

Bênção

  • O Senhor Deus nosso Pai esteja sempre conosco.
  • Ele está no meio nós.

Oremos: “Senhor nosso Deus, Que enviastes Vosso Filho ao mundo Para curar as nossas enfermidades, Levar sobre Si as nossas dores, Redimir nossos pecados e Nos dar a Vida Eterna que vem de Vós, Tendes Piedade de nós!

Deus Misericordioso, Que cuida de todas as Vossas Criaturas, Atendei as nossas suplicas, e Segundo a Vossa Vontade, Protegei o Vosso Povo, Oprimido por essa doença terrível. Guardai e mantenhais a saúde daqueles Que não contraíram essa doença e Dai Senhor, aos que a contraíram, Paciência fortalecida, fé renovada e A cura desse mal, Para que todos nós desfrutemos De plena e duradoura saúde! Por Jesus Cristo nosso Senhor.” Amém.

Todo o Louvor, toda a Honra, toda a Gratidão, Toda a Fé, toda a Confiança, Toda a Adoração e toda a Glória Sejam dadas aos Senhor nosso Deus, Agora e para sempre! Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui