Oração diária, A morte de João Batista - Mt 14,1-12

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho:

O profeta tem dupla missão: anunciar e denunciar. João Batista morreu por causa da sua fidelidade à profecia. Façamos a oração do dia: Pai, na qualidade de discípulo de teu Filho Jesus, quero inspirar-me na coragem inabalável de João Batista, denunciando profeticamente a prepotência dos grandes.

17ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

Liturgia do dia 01 de agosto de 2020

PRIMEIRA LEITURA: Jr 26,11-16.24

Leitura do Livro do Profeta Jeremias – Naqueles dias, 11os sacerdotes e profetas dirigiram-se aos chefes e a todo o povo, dizendo: “Este homem foi julgado réu de morte, porque profetizou contra esta cidade, como ouvistes com vossos ouvidos”.

12Disse Jeremias aos dignitários e a todo o povo: “O Senhor incumbiu-me de profetizar para esta casa e para esta cidade através de todas as palavras que ouvistes. 13Agora, portanto, tratai de emendar a vossa vida e as obras, ouvi a voz do Senhor, vosso Deus, que ele voltará atrás da decisão que tomou contra vós. 14Eu estou aqui, em vossas mãos, fazei de mim o que vos parecer conveniente e justo, 15mas ficai sabendo que, se me derdes a morte, tereis derramado sangue inocente contra vós mesmos e contra esta cidade e seus habitantes, pois em verdade o Senhor enviou-me a vós para falar tudo isso a vossos ouvidos”.

16Os chefes e o povo em geral disseram aos sacerdotes e profetas: “Este homem não merece ser condenado à morte; ele falou-nos em nome do Senhor, nosso Deus”. 24Jeremias passou a ter proteção de Aicam, filho de Safã, para não cair nas mãos do povo e evitar ser morto.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 69(68)

— No tempo favorável, escutai-me, ó Senhor!
— No tempo favorável, escutai-me, ó Senhor!

— Retirai-me deste lodo, pois me afundo! Libertai-me, ó Senhor, dos que me odeiam, e salvai-me destas águas tão profundas! Que as águas turbulentas não me arrastem, não me devorem violentos turbilhões, nem a cova feche a boca sobre mim!

— Pobre de mim, sou infeliz e sofredor! Que vosso auxílio me levante, Senhor Deus! Cantando eu louvarei o vosso nome e agradecido exultarei de alegria!

— Humildes, vede isto e alegrai-vos: o vosso coração reviverá, se procurardes o Senhor continuamente! Pois nosso Deus atende à prece dos seus pobres, e não despreza o clamor de seus cativos.

EVANGELHO:  Mt 14,1-12

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
– Glória a vós, Senhor.

1Naquele tempo, a fama de Jesus chegou aos ouvidos do governador Herodes. 2Ele disse a seus servidores: “É João Batista, que ressuscitou dos mortos; e, por isso, os poderes miraculosos atuam nele”. 3De fato, Herodes tinha mandado prender João, amarrá-lo e colocá-lo na prisão, por causa de Herodíades, a mulher de seu irmão Filipe.

4Pois João tinha dito a Herodes: “Não te é permitido tê-la como esposa”. 5Herodes queria matar João, mas tinha medo do povo, que o considerava como profeta. 6Por ocasião do aniversário de Herodes, a filha de Herodíades dançou diante de todos, e agradou tanto a Herodes 7que ele prometeu, com juramento, dar a ela tudo o que pedisse.

8Instigada pela mãe, ela disse: “Dá-me aqui, num prato, a cabeça de João Batista”. 9O rei ficou triste, mas, por causa do juramento diante dos convidados, ordenou que atendessem o pedido dela. 10E mandou cortar a cabeça de João, no cárcere. 11Depois a cabeça foi trazida num prato, entregue à moça e esta a levou a sua mãe. 12Os discípulos de João foram buscar o corpo e o enterraram. Depois foram contar tudo a Jesus.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Durante o mês de agosto, que estamos iniciando, continuaremos a leitura do Evangelho de São Mateus, nos domingos e na semana. No último dia do mês começaremos a leitura semanal de São Lucas. Mateus reúne as palavras de Jesus em cinco discursos, precedidos de uma parte narrativa. Estamos entrando na parte narrativa da vida fraterna na Igreja. Depois de visitar Nazaré, Jesus ficou sabendo que Herodes tinha mandado executar João Batista. Herodes pensava que Jesus fosse João Batista ressuscitado. Ficou triste por ter que executá-lo, reconheceu forças extraordinárias em Jesus, mas não se deixou tocar. Jesus o chamou de raposa. O imperador Calígula o exilou na Gália, onde morreu.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Na escuta, meditação e contemplação da Palavra de Deus, acolhamos o Senhor que fala ao nosso coração. No testemunho de João Batista, encontraremos a prefiguração da Paixão e morte de Jesus.

Rezemos: “Vem, Espírito Santo! Faze-nos amar as Escrituras, para reconhecermos a voz viva de Jesus. Torna-nos humildes e simples, a fim de compreendermos os mistérios do Reino de Deus. Amém.”

Leitura (Verdade)

Por que Herodes tinha medo que João Batista estivesse de volta e o identifica Jesus ? Qual é a relação entre eles? Quem é João Batista? Qual é o motivo de sua morte?

“O profeta tem dupla missão: anunciar e denunciar. João Batista morreu por causa da sua fidelidade à profecia. Embora não fosse um judeu ortodoxo, seu pai era um idumeu e a mãe samaritana, Herodes era acusado pelo profeta: “Não te é lícito viver com a mulher do teu irmão”. Sem nenhuma ética, Herodes assumira o compromisso diante dos convidados. Contudo, a cabeça decapitada de João Batista continua dizendo ao tirano: “Não te é lícito…”. João Batista deu sua última contribuição como profeta, derramando seu sangue pela justiça. O relato diz que seus discípulos enterraram o corpo. Eles irão assumir a missão do profeta. Matando uma pessoa, não se mata uma ideia. Tertuliano garantia: ‘O sangue dos mártires é semente de novos cristãos’. ”(Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)

“O austero João Batista tinha sido um trovão que retumbou, com estridência, perante a corrupção de Herodes. Por isso, perdeu a cabeça: por denunciar as injustiças. Hoje, quando tantas pessoas ‘perdem a cabeça’ por bobagens, o exemplo do Batista ensina-nos que é possível perdê-la por coisas mais importantes. Hoje poderemos refletir: o que me faz perder a cabeça?” (Frei Mário Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)

Rezemos com o papa Francisco: “Quando eu leio este trecho, comovo-me. […] Penso nos nossos mártires, nos mártires dos nossos dias, aqueles homens, mulheres, crianças que são perseguidos, odiados, afugentados das casas, torturados, massacrados. E esta não é uma coisa do passado: hoje acontece isto. Os nossos mártires, que acabam a sua vida sob a autoridade corrupta de pessoas que odeiam Jesus Cristo. Por isso far-nos-á bem pensar nos nossos mártires. […] Que o Senhor nos ilumine, nos faça compreender este caminho de João, o precursor do caminho de Jesus; e o caminho de Jesus ensina-nos como deve ser o testemunho dos cristãos.

Contemplação (Vida e Missão)

Qual é a aplicação da Palavra em sua vida? O que você se propõe a viver? Como pretende atingir esse propósito?

Bênção

  • O Senhor Deus nosso Pai esteja sempre conosco.
  • Ele está no meio nós.

Oremos: “Senhor nosso Deus, Que enviastes Vosso Filho ao mundo Para curar as nossas enfermidades, Levar sobre Si as nossas dores, Redimir nossos pecados e Nos dar a Vida Eterna que vem de Vós, Tendes Piedade de nós!

Deus Misericordioso, Que cuida de todas as Vossas Criaturas, Atendei as nossas suplicas, e Segundo a Vossa Vontade, Protegei o Vosso Povo, Oprimido por essa doença terrível. Guardai e mantenhais a saúde daqueles Que não contraíram essa doença e Dai Senhor, aos que a contraíram, Paciência fortalecida, fé renovada e A cura desse mal, Para que todos nós desfrutemos De plena e duradoura saúde! Por Jesus Cristo nosso Senhor.” Amém.

Todo o Louvor, toda a Honra, toda a Gratidão, Toda a Fé, toda a Confiança, Toda a Adoração e toda a Glória Sejam dadas aos Senhor nosso Deus, Agora e para sempre! Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui