Oração diária O grão que morre, produz muito fruto

19ª Semana Comum – Ano Litúrgico C

10 de agosto de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Senhor Jesus, a vida jorrou abundante de tua fidelidade até à morte de cruz. Possa eu beneficiar-me desta plenitude de vida.

PRIMEIRA LEITURA: 2Cor 9,6-10

Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios – Irmãos, 6“Quem semeia pouco colherá também pouco e quem semeia com largueza colherá também com largueza”. 7Dê cada um conforme tiver decidido em seu coração, sem pesar nem constrangimento; pois Deus “ama quem dá com alegria”.
8Deus é poderoso para vos cumular de toda sorte de graças, para que, em tudo, tenhais sempre o necessário e ainda tenhais de sobra para toda obra boa, 9como está escrito: “Distribuiu generosamente, deu aos pobres; a sua justiça permanece para sempre”.
10Aquele que dá a semente ao semeador e lhe dará o pão como alimento, ele mesmo multiplicará as vossas sementes e aumentará os frutos da vossa justiça. – Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 111

          — Feliz o homem caridoso e prestativo!
— Feliz o homem caridoso e prestativo!

— Feliz o homem que respeita o Senhor e que ama com carinho a sua lei! Sua descendência será forte sobre a terra, abençoada a geração dos homens retos!

— Feliz o homem caridoso e prestativo, que resolve seus negócios com justiça. Porque jamais vacilará o homem reto, sua lembrança permanece eternamente!

— Ele não teme receber notícias más: confiando em Deus, seu coração está seguro. Seu coração está tranquilo e nada teme, e confusos há de ver seus inimigos.

— Ele reparte com os pobres os seus bens, permanece para sempre o bem que fez, e crescerão a sua glória e seu poder.

EVANGELHO: Jo 12, 24-26

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo disse Jesus a seus discípulos: 24“Em verdade, em verdade vos digo: Se o grão de trigo que cai na terra não morre, ele continua só um grão de trigo; mas se morre, então produz muito fruto.
25Quem se apega à sua vida, perde-a; mas quem faz pouca conta de sua vida neste mundo conservá-la-á para a vida eterna. 26Se alguém me quer servir, siga-me, e onde eu estou estará também o meu servo. Se alguém me serve, meu Pai o honrará”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

São Lourenço, mártir, era arquidiácono do Papa Sixto II. Os sete diáconos da Igreja de Roma administravam os bens da Igreja, cuidavam dos necessitados e dos cemitérios, eram arquivistas, conselheiros, pregadores. Naquele tempo havia perseguições contra os cristãos. O Papa Sixto II tinha sido executado com quatro dos seus diáconos. Alguns dias depois, Lourenço foi preso com a ordem de entregar ao imperador os bens da Igreja. Apresentou então ao juiz inúmeros pobres de Roma dizendo: Estes são o tesouro da Igreja. Foi condenado à morte, queimado sobre um grelha.
O imperador Constantino mandou construir uma basílica em honra de São Lourenço e o Papa Dâmaso colocou na basílica a inscrição: “Só a fé de Lourenço conseguiu vencer os flagelos do algoz, as chamas, os tormentos, as cadeias. Dâmaso suplicante enche de dons estes altares, admirando os méritos do glorioso mártir”. Os seus restos mortais repousam na basílica que lhe foi dedicada, de S. Lourenço Fora dos Muros. O sangue dos mártires é semente de cristãos. O grão de trigo caído na terra deve morrer para produzir muito fruto. Caso contrário ficará só. Lourenço foi um servo fiel que agora está com o Senhor na glória. Os diáconos são sucessores daqueles Sete primeiros escolhidos pelos apóstolos para organizarem a vida prática da comunidade iniciante. Em Roma, foram os cardeais da época, braço direito do Papa.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! Vamos começar a nossa oração recordando por um instante o dia de ontem. Depois, agradeçamos a Deus este novo dia que Ele nos dá. Glória ao Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Amém!
Peçamos ao Senhor as luzes de seu Espírito, para que vivamos este dia de acordo com a sua Palavra e estejamos atentos ao que Ele vai colocar em nossa mente e nosso coração. Repita três vezes a jaculatória: “Espírito Santo, Ilumine-nos!”

Leitura (Verdade)
“Em verdade, em verdade, vos digo: se o grão de trigo que cai na terra não morre, fica só. Mas, se morre, produz muito fruto” (Jo 12,24) O que diz o texto bíblico? Coloque-se na presença de Deus e leia pausadamente sua Palavra, quantas vezes achar necessário. Destaque, durante a leitura, as palavras que mais lhe chamaram atenção. Qual é o tema central do texto? Sobre o que Jesus está falando?

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Neste momento de meditação, leia o Evangelho mais uma vez, procurando compreender o que o Senhor lhe diz por meio de sua Palavra. Leia o texto e detenha-se naquele versículo que mais o(a) toca: é a voz de Deus chegando até você.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Neste momento, você é convidado a responder a essa pergunta por meio de sua oração. Durante a meditação, você ouviu o que o Senhor tinha a lhe dizer; agora, é a sua vez de dizer a Ele o que se passa em sua mente e em seu coração. Apresente ao Senhor suas intenções, preces ou louvores.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? O que você sente ressoar em seu coração? Identifique o sentimento que a Palavra de Deus despertou em você e procure vivê-lo durante o dia, transformando-o em atitudes.

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

[apss_share]