Liturgia diária, Prestas conta de tua administração - Lc 16,1-8

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Lc 16,1-8

 Jesus pediu aos seus discípulos renúncia aos bens deste mundo para que pudessem segui-lo com total liberdade. Os bens materiais devem nos ajudar, e não nos atrapalhar no caminho para a casa do Pai.

Façamos a oração do dia: Pai, torna-me esperto em relação às coisas do Reino, e sempre misericordioso no trato com o meu semelhante, pois é assim que alcançarei a comunhão contigo.

31ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

Liturgia do dia 06 de novembro de 2020

PRIMEIRA LEITURA: Lc 16,1-8

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses.

Irmãos, 10grande foi minha alegria no Senhor, porque afinal vi florescer seu afeto por mim. Na verdade estava sempre vivo mas faltava-lhe oportunidade de manifestar-se. 11Não é por necessidade minha que vos digo, pois aprendi muito bem a contentar-me em qualquer situação. 

12Sei viver na miséria e sei viver na abundância. Eu aprendi o segredo de viver em toda e qualquer situação, estando saciado ou passando fome, tendo de sobra ou sofrendo necessidade. 13Tudo posso naquele que me dá força. 14No entanto fizestes bem em compartilhar as minhas dificuldades. 

15Filipenses, bem sabeis que, no início da pregação do evangelho, quando parti da Macedônia, nenhuma Igreja, a não ser a vossa, se juntou a mim numa relação de crédito. 16Já em Tessalônica, mais de uma vez, me enviastes aquilo de que eu precisava. 17Não que eu procure presentes, porém, o que eu busco é o fruto que cresça no vosso crédito. 

18Agora, tenho tudo em abundância. Tenho até de sobra, desde que recebi de Epafrodito o vosso donativo, qual perfume suave, sacrifício aceito e agradável a Deus. 19O meu Deus proverá esplendidamente com sua riqueza a todas as vossas necessidades, em Cristo Jesus.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

SALMO 122(121)

— Feliz aquele que respeita o Senhor!

— Feliz aquele que respeita o Senhor!

— Feliz o homem que respeita o Senhor e que ama com carinho a sua lei! Sua descendência será forte sobre a terra, abençoada a geração dos homens retos!

— Feliz o homem caridoso e prestativo, que resolve seus negócios com justiça. Porque jamais vacilará o homem reto, sua lembrança permanece eternamente!

— Seu coração está tranquilo e nada teme, e confusos há de ver seus inimigos. Ele reparte com os pobres os seus bens, permanece para sempre o bem que fez, e crescerão a sua glória e seu poder.

EVANGELHO:  Lc 16,1-8

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
– Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 9“Usai o dinheiro injusto para fazer amigos, pois, quando acabar, eles vos receberão nas moradas eternas. 10Quem é fiel nas pequenas coisas também é fiel nas grandes, e quem é injusto nas pequenas também é injusto nas grandes. 

11Por isso, se vós não sois fiéis no uso do dinheiro injusto, quem vos confiará o verdadeiro bem? 12E se não sois fiéis no que é dos outros, quem vos dará aquilo que é vosso? 13Ninguém pode servir a dois senhores: porque ou odiará um e amará o outro, ou se apegará a um e desprezará o outro. Vós não podeis servir a Deus e ao dinheiro”. 

14Os fariseus, que eram amigos do dinheiro, ouviam tudo isso e riam de Jesus. 15Então, Jesus lhes disse: “Vós gostais de parecer justos diante dos homens, mas Deus conhece vossos corações. Com efeito, o que é importante para os homens, é detestável para Deus”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Não nos deixemos paralisar. Vamos fazer alguma coisa depois de termos sido acolhidos por Jesus com os publicanos e pecadores. O que vamos fazer? Jesus nos mostra o caminho a partir do exemplo de outro pecador, o administrador infiel. Ele foi esperto. Com o dinheiro deste mundo fez amigos que o acolheriam quando fosse despedido.

Este é o caminho para todos, discípulos e pecadores: fazer amigos partilhando o que temos com quem não tem. Eles nos abrirão as portas do céu. Jesus pediu aos seus discípulos renúncia aos bens deste mundo para que pudessem segui-lo com total liberdade. Os bens materiais devem nos ajudar, e não nos atrapalhar no caminho para a casa do Pai.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
Nossa vida exige que avaliemos constantemente nossas atitudes e o caminho pelo qual andamos.

“Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Leitura (Verdade)

O que diz o texto bíblico? Faça a leitura do Evangelho quantas vezes julgar necessário, grifando as palavras que mais chamaram sua atenção. Qual é o comportamento do administrador? Como ele procura resolver seu problema de má administração? Qual é a mensagem central do texto? “Ontem e hoje, a figura do administrador é comum. Ele deve, acima de tudo, ter duas qualidades: competência e fidelidade.

Suas atribuições devem levar à prosperidade os bens do patrão, mas sua autonomia pode terminar a qualquer momento. Na parábola, havia indícios claros de má administração, e o administrador foi convidado a prestar contas. Aparentemente Jesus elogia seu comportamento imoral, mas, na realidade, exalta a “coerência” dele. Tinha um projeto imoral e o levou até o fim.

Hoje somos nós os administradores das coisas de Deus. Filhos da luz, somos convidados a dar o melhor de nós mesmos na missão. Recebemos dele preciosos talentos; nosso dever é fazê-los frutificar. Vida, família e fé são parte dos bens do Senhor.” 

Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim? Faça a sua meditação, escute o que Jesus tem a lhe dizer e deixe que a Palavra se misture com a sua vida. Aos discípulos de Jesus é pedida a atitude de esperteza e de ousadia na busca dos seus objetivos ou no trabalho pelo Reino. Pensemos por alguns instantes no desafio que é o trabalho de evangelização nos dias de hoje.

Os valores do Reino e do Evangelho ainda encontram espaço no coração das pessoas? Que atitudes são pedidas aos cristãos para que o seu testemunho continue revelando o rosto de Cristo?

Oração (Vida)

O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? O templo do Senhor deve ser o nosso coração, e Ele deseja escutar o que temos a dizer. Aproxime-se de Deus e faça a sua oração, mantendo em mente que é com muito amor e carinho que Ele o(a) acolhe. Abra o seu coração e faça a sua oração, que pode ser de súplica, louvor ou agradecimento. Reze e expresse-se sem medo.

Contemplação (Vida e Missão)

Um pequeno gesto de amor pode fazer alguém feliz. Como você que acolher e alegrar os que aproximam de você hoje?

Bênção

“Alegrem-se na esperança, sejam pacientes na tribulação, perseverem na oração. (…) Não se deixem vencer pelo mal, mas vençam o mal com o bem.” (Romanos 12, 12; 21)

  • O Senhor Deus nosso Pai esteja sempre conosco.
  • Ele está no meio nós.

Oremos: “Senhor nosso Deus, Que enviastes Vosso Filho ao mundo Para curar as nossas enfermidades, Levar sobre Si as nossas dores, Redimir nossos pecados e Nos dar a Vida Eterna que vem de Vós, Tendes Piedade de nós!

Deus Misericordioso, Que cuida de todas as Vossas Criaturas, Atendei as nossas suplicas, e Segundo a Vossa Vontade, Protegei o Vosso Povo, Oprimido por essa doença terrível. Guardai e mantenhais a saúde daqueles Que não contraíram essa doença e Dai Senhor, aos que a contraíram, Paciência fortalecida, fé renovada e A cura desse mal, Para que todos nós desfrutemos De plena e duradoura saúde! Por Jesus Cristo nosso Senhor.” Amém.

Todo o Louvor, toda a Honra, toda a Gratidão, Toda a Fé, toda a Confiança, Toda a Adoração e toda a Glória Sejam dadas aos Senhor nosso Deus, Agora e para sempre! Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui