Oração diária, Conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus - Lc 1,26-38

20ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

22 de agosto de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, plenifica-me com tua graça, como fizeste com Maria, de forma que eu possa ser fiel como ela ao teu desígnio de salvação para a humanidade.

PRIMEIRA LEITURA: Is 9,1-6

Leitura do Livro do Profeta Isaías – 1O povo, que andava na escuridão, viu uma grande luz; para os que habitavam nas sombras da morte, uma luz resplandeceu. 2Fizeste crescer a alegria, e aumentaste a felicidade; todos se regozijam em tua presença como alegres ceifeiros na colheita, ou como exaltados guerreiros ao dividirem os despojos. 3Pois o jugo que oprimia o povo — a carga sobre os ombros, o orgulho dos fiscais —, tu os abateste como na jornada de Madiã.
4Botas de tropa de assalto, trajes manchados de sangue, tudo será queimado e devorado pelas chamas. 5Porque nasceu para nós um menino, foi-nos dado um filho; ele traz aos ombros a marca da realeza; o nome que lhe foi dado é: Conselheiro admirável, Deus forte, Pai dos tempos futuros, Príncipe da Paz.
6Grande será o seu reino e a paz não há de ter fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reinado, que ele irá consolidar e confirmar em justiça e santidade, a partir de agora e para todo o sempre. O amor zeloso do Senhor dos exércitos há de realizar estas coisas.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 112(113)

— Bendito seja o nome do Senhor, agora e por toda a eternidade!
— Bendito seja o nome do Senhor, agora e por toda a eternidade!

— Louvai, louvai ó servos do Senhor, louvai, louvai o nome do Senhor. Bendito seja o nome do Senhor, agora e por toda a eternidade!

— Do nascer do sol até o seu ocaso, louvado seja o nome do Senhor! O Senhor está acima das nações, sua glória vai além dos altos céus.

— Quem pode comparar-se ao nosso Deus, ao Senhor, que no alto céu tem o seu trono e se inclina para olhar o céu e a terra?

— Levanta da poeira o indigente e do lixo ele retira o pobrezinho, para fazê-lo assentar-se com os nobres, assentar-se com os nobres do seu povo!

EVANGELHO:  Lc 1,26-38

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Mateus.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 26o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, 27a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da Virgem era Maria.
28O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!” 29Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação.
30O anjo, então, disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. 31Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. 32Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. 33Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”.
34Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?” 35O anjo respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus. 36Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, 37porque para Deus nada é impossível”.
38Maria, então, disse: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!” E o anjo retirou-se.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Tendo sido elevada ao céu em corpo e alma, Maria mergulha no mistério da Trindade e está para sempre, como sempre esteve, com o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Mãe do Salvador, imaculada sempre virgem, cheia de graça, ela é naturalmente a rainha do céu e da terra, por ser Mãe daquele a quem pertencem o reino, o poder e a glória para sempre. O principal argumento em que se funda a dignidade régia de Maria é sem dúvida a maternidade divina. O Filho, que Maria dá à luz, recebe o trono de Davi, seu pai, e reina na casa de Jacó eternamente, e seu reino não terá fim. Maria é rainha, por ter dado a vida a um Filho, que no próprio instante da sua concepção, mesmo como homem, era rei e senhor de todas as coisas. Dela escreveu São João Damasceno dizendo: “Tornou-se verdadeiramente senhora de toda a criação, no momento em que se tornou Mãe do Criador”. E nós, na simplicidade de filhos, dizemos: “Salve Rainha, Mãe de misericórdia!”.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Memória litúrgica de Nossa Senhora Rainha. O Evangelho de hoje nos relata o anúncio do anjo Gabriel a Maria. Maria é totalmente impregnada pela presença do Espírito Santo para conceber e gerar o Filho de Deus.
Peçamos que o mesmo Espírito que gerou Jesus no seio de Maria nos configure a cada dia ao Cristo pela escuta e meditação da Palavra: “Senhor Jesus, dá-me um coração simples para compreender a riqueza de ensinamentos escondida em tua Palavra. Envia teu Espírito Santo para que eu não tenha medo de escutá-la e vivê-la conforme a tua vontade. Que a Palavra transforme o meu coração através da fé e confiança que eu deposito em ti. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto? Leia-o em voz alta e pausadamente e procure repetir as palavras que mais chamaram sua atenção. Qual tema perpassa o diálogo?
“Os relatos evangélicos da infância de Jesus são frutos do aprofundamento e da compreensão da fé cristã. Eles são consequência, assim como todo o evangelho, da ressurreição de Jesus Cristo, que é o fundamento da fé cristã. No texto do anúncio do nascimento de Jesus pelo anjo Gabriel a Maria, a jovem de Nazaré é apresentada como aquela que recebeu o favor de Deus. O favor de Deus a Maria é a sua eleição para ser, segundo a carne, mãe do Filho único de Deus. A iniciativa da encarnação do Verbo é de Deus, mas, para ser plenamente humano, Deus conta com o consentimento livre de Maria, que, com José, seu esposo, dará existência histórica e humana à Palavra eterna do Pai. Assim como a idade avançada de Zacarias e Isabel e a esterilidade desta não foram impedimento para a concepção de João Batista, do mesmo modo a dificuldade humana da virgindade de Maria será superada pelo poder divino na concepção de Jesus. Na resposta a Deus, Maria se confia plenamente ao Senhor, sem reservas nem condições. Nisso ela é modelo de discípulo: ela é a mulher que escuta a palavra e a põe em prática” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você hoje? Qual palavra encontrou sintonia com a realidade que você está vivendo? Como você compreende a missão confiada a Maria de ser Mãe do Filho de Deus? Como acolhe a ação do Espírito Santo, que realiza a obra de Deus em nós? Como entende o “Eis aqui a serva do Senhor! Faça-se em mim segundo a tua palavra” na vida de Maria e na sua? O que significa estar disponível aos projetos de Deus?
“Um dos momentos mais sublimes da história da nossa salvação é o anúncio do Arcanjo Gabriel a Maria, de que ela foi escolhida para ser a mãe do Salvador. O sonho de Deus começa a ser gestado no ventre virginal daquela que foi preparada para essa missão. A demonstração de fé de Maria é um espelho para nossa vivência do discipulado. O Senhor nos pede nossa resposta de amor ao seu projeto de construção do Reino. Maria, mesmo sem entender o que estava acontecendo, colocou toda sua confiança em Deus. Acreditou no Deus que realiza o impossível, como o fizera com Isabel. Seja como a dela a nossa resposta: ‘Eis aqui a serva do Senhor! Faça-se em mim segundo a tua palavra!’” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
Acolhemos hoje o anúncio da nossa redenção. Deus escolheu habitar entre nós.
Proclamemos as maravilhas da encarnação de Cristo, rezando:

  • O Anjo do Senhor anunciou a Maria.
  • E ela concebeu do Espírito Santo.
  • Eis aqui a serva do Senhor.
  • Faça-se em mim segundo a vossa palavra.
  • E o Verbo divino se fez homem.
  • E habitou entre nós.
    Ave-Maria…
  • Rogai por nós, Santa Mãe de Deus.
  • Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
    Oremos: “Infundi, Senhor, em nossos corações a vossa graça, a fim de que, conhecendo pela anunciação do Anjo a encarnação de Jesus Cristo, vosso Filho, cheguemos pela sua paixão e morte à glória da ressurreição. Pelo mesmo Cristo, nosso Senhor. Amém.”
    Glória ao Pai…

Contemplação (Vida e Missão)
Em quais realidades você percebe a necessidade de uma pronta resposta aos apelos do Senhor? O que você pretende fazer para que isso aconteça?

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas

[apss_share]