Liturgia diária, A palavra escondida será descoberta - Lc 8,16-18

25ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico C

24 de setembro de 2019

ORAÇÃO DO DIA

Pai, transforma-me em lâmpada do Reino, para que, por meio de meu testemunho de vida, eu possa mostrar teu caminho a muitas pessoas que vagam nas trevas.

PRIMEIRA LEITURA: Esd 1,1-6

Leitura do livro de Esdras –  1No primeiro ano de Ciro, rei da Pérsia, para que se cumprisse a profecia posta pelo Senhor na boca de Jeremias, o Senhor suscitou o espírito de Ciro, rei da Pérsia, o qual mandou fazer em todo o seu reino, de viva voz e por escrito, a proclamação seguinte: 2Assim fala Ciro, rei da Pérsia: o Senhor, Deus do céu, deu-me todos os reinos da terra, e encarregou-me de construir-lhe um templo em Jerusalém, que fica na terra de Judá. 3Quem é dentre vós pertencente ao seu povo, que seu Deus o acompanhe, suba a Jerusalém que fica na terra de Judá e construa o templo do Senhor, Deus de Israel, o Deus que reside em Jerusalém. 4Que todos os sobreviventes (de Judá) onde quer que residam, sejam providos pelos habitantes da localidade onde se encontrarem, de prata, ouro, cereais e gado, bem como de oferendas voluntárias para o templo do Deus que reside em Jerusalém. 5Então os chefes de família de Judá e de Benjamim, bem como todos os sacerdotes e os levitas, principalmente todos aqueles cujo espírito Deus havia tocado, prepararam-se para ir reedificar o templo do Senhor em Jerusalém. 6Todos os que habitavam pelas redondezas ajudaram-nos, dando-lhes prata, ouro, bens diversos, gado, cereais e coisas preciosas, além das outras ofertas voluntárias.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 125(126)

         — Maravilhas fez conosco o Senhor!
— Maravilhas fez conosco o Senhor!

— Quando o Senhor reconduziu nossos cativos, parecíamos sonhar; encheu-se de sorriso nossa boca, nossos lábios, de canções.

— Entre os gentios se dizia: “Maravilhas fez com eles o Senhor!” Sim, maravilhas fez conosco o Senhor, exultemos de alegria!

— Mudai a nossa sorte, ó Senhor, como torrentes no deserto. Os que lançam as sementes entre lágrimas, ceifarão com alegria.

— Chorando de tristeza sairão, espalhando suas sementes; cantando de alegria voltarão, carregando os seus feixes!

EVANGELHO: Lc 8,16-18

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 16Ninguém acende uma lâmpada e a cobre com um vaso ou a põe debaixo da cama; mas a põe sobre um castiçal, para iluminar os que entram. 17Porque não há coisa oculta que não acabe por se manifestar, nem secreta que não venha a ser descoberta. 18Vede, pois, como é que ouvis. Porque ao que tiver, lhe será dado; e ao que não tiver, até aquilo que julga ter lhe será tirado

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Os frades dominicanos, da Ordem dos Pregadores, têm como lema “contemplar e transmitir aos outros o que foi contemplado”. Quando lemos em Lucas, e nos outros Evangelhos, que não há nada escondido que não venha a ser descoberto, não há nada de secreto que não venha a ser conhecido e se tornar público, a afirmação se refere ao anúncio da Palavra de Deus. Ouvida na intimidade do convívio de Jesus com seus discípulos, ela se tornará pública e, apesar dos obstáculos colocados em seu caminho, ela será conhecida. Daí a advertência: “Olhai, portanto, a maneira como a ouvis”. A Palavra deve ser bem ouvida para ser bem transmitida. Deve ser contemplada para ser depois transmitida aos outros. Ao ouvir, meditar e contemplar a Palavra que o Senhor nos dirige cada dia, nós a aplicamos primeiramente a nós mesmos, para que ela se transforme depois em anúncio. Será Palavra proclamada com o som da nossa voz e será Palavra proclamada com a nossa vida. O modo como vivemos interpreta a Palavra escrita. Encontre tempo para ler e para meditar. Ler as Escrituras, ler os Escritos da Patrística, ler comentários e meditações. Simplesmente ler e partilhar a leitura. Às vezes, a dificuldade que temos de entender a Bíblia está na falta de hábito de leitura. Ler, meditar, orar e agir são degraus da escada da união com Deus.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2019’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Memória litúrgica de São Pio de Pietrelcina. Aproximemo-nos de Deus por meio da nossa oração e peçamos ao Espírito Santo que nos ajude a compreender sua Palavra de vida, que hoje vai nos falar da luz. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!
“Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Faça a leitura do Evangelho de hoje, destacando os verbos e as palavras que mais vai lhe chamaram atenção, e procure identificar seu tema central.
“A Palavra de Deus, afirma o salmista, é uma lâmpada que ilumina os passos, isto é, o modo de proceder na vida (Sl 118,105). A lâmpada é acesa para iluminar toda a casa, a fim de que o interior da casa esteja iluminado e os que entram possam se localizar. A lâmpada é acesa por Jesus através do seu ensinamento e ela ilumina não somente os fiéis cristãos, mas todos os que se aproximam dele de coração sincero. Dito com outras palavras, o Reino de Deus, escondido e revelado no ensinamento de Jesus, é uma luz no coração do discípulo, luz que brilha e atrai outros. Isso é exemplificado pelo provérbio do v. 17: tudo o que o discípulo aprende de Jesus, em particular (v. 9), deve se manifestar para que outros também possam ser iluminados. A palavra de Jesus Cristo é uma verdadeira luz, pois ela revela o mistério do Reino de Deus. Em consequência disso, o anúncio cristão é igualmente uma luz que faz conhecer o mistério de Cristo e, por ele, o mistério de Deus. A advertência do v. 18a é um alerta, pois uma escuta autêntica leva a transmitir o que se escutou, a fim de que outros sejam iluminados. Sem essa transmissão, é como se faltasse à lâmpada o combustível que a faz brilhar e iluminar” (Carlos Alberto Contieri, sj, em “A Bíblia dia a dia”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Leia o Evangelho novamente e detenha-se no versículo ou palavra que mais o(a) tocou.
“A alegoria da luz sempre foi usada pelos evangelistas como uma forma de falar da presença de Deus na vida da pessoa. A luz é sinônimo de transparência nas atitudes, de pureza aos olhos de Deus e do mundo e de testemunho. O cristão e a cristã como luz do mundo têm uma missão muito grande e importante: mostrar a beleza de viver a alegria do evangelho. Essa luminosidade não pode ficar escondida debaixo de uma vasilha ou de uma cama, como ilustração de uma verdade que só existe para mim ou dentro de mim. Mas devemos partilhar nossa luz com as pessoas, com o mundo ao nosso redor. Deus nos confiou muitas coisas. Por isso, prestaremos contas dessa riqueza que temos dentro de nós. Brilhe a vossa luz diante dos homens!” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer ao Senhor? Abra o seu coração e faça a sua oração de louvor, súplica ou agradecimento.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Identifique a palavra que ficou em seu coração, para bem viver este dia com o Senhor. Ao longo do dia, procure colocar em prática o apelo que o Evangelho despertou em você.

2017/09/25-1.jpg

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas

[apss_share]