Liturgia diária, Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo - Lc 2,1-14

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Lc 2,1-14

Celebremos o Natal do Senhor, o Deus Conosco, pois sua manifestação traz a salvação para todos.

Façamos a oração do dia: Pai, ajuda-me a contemplar tua ação maravilhosa em relação à concepção de teu Filho Jesus. Que eu reconheça nela tua oferta gratuita de salvação para toda a humanidade.

Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo – Ano Litúrgico B

Liturgia do dia 25 de dezembro de 2020

PRIMEIRA LEITURA: Is 9,1-6

Leitura do Livro Profeta Isaías

1O povo, que andava na escuridão, viu uma grande luz; para os que habitavam nas sombras da morte, uma luz resplandeceu.
2Fizeste crescer a alegria e aumentaste a felicidade; todos se regozijam em tua presença como alegres ceifeiros na colheita ou como exaltados guerreiros ao dividirem os despojos.

3Pois o jugo que oprimia o povo — a carga sobre os ombros, o orgulho dos fiscais — tu os abateste como na jornada de Madiã.
4Botas de tropa de assalto, trajes manchados de sangue, tudo será queimado e devorado pelas chamas.

5Porque nasceu para nós um menino, foi-nos dado um filho; ele traz aos ombros a marca da realeza; o nome que lhe foi dado é: Conselheiro admirável, Deus forte, Pai dos tempos futuros, Príncipe da paz.

6Grande

será o seu reino e a paz não há de ter fim sobre o trono de Davi e sobre o seu reinado, que ele irá consolidar e confirmar em justiça e santidade, a partir de agora e para todo o sempre. O amor zeloso do Senhor dos exércitos há de realizar essas coisas.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 96(95) 

— Hoje nasceu para nós o Salvador, que é Cristo, o Senhor.
— Hoje nasceu para nós o Salvador, que é Cristo, o Senhor.

— Cantai ao Senhor Deus um canto novo, cantai ao Senhor Deus, ó terra inteira! Cantai e bendizei seu santo nome!

— Dia após dia anunciai sua salvação, manifestai a sua glória entre as naçoes, e entre os povos do universo seus prodígios!

— O céu se rejubile e exulte a terra, aplauda o mar com o que vive em suas águas; os campos com seus frutos rejubilem e exultem as florestas e as matas

— na presença do Senhor, pois ele vem, porque vem para julgar a terra inteira. Governará o mundo todo com justiça, e os povos julgará com lealdade.

SEGUNDA LEITURA: Tt
2,11-14

Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Tito

Caríssimo: 11A graça de Deus se manifestou trazendo salvação para todos os homens. 12Ela nos ensina a abandonar a impiedade e as paixões mundanas e a viver neste mundo com equilíbrio, justiça e piedade, 13aguardando a feliz esperança e a manifestação da glória do nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo.

14Ele se entregou por nós, para nos resgatar de toda maldade e purificar para si um povo que lhe pertença e que se dedique a praticar o bem.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

EVANGELHO:  Lc 2,1-14

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas
– Glória a vós, Senhor.

1Aconteceu que, naqueles dias, César Augusto publicou um decreto, ordenando o recensea­mento de toda a terra.
2Este primeiro recenseamento foi feito quando Quirino era governador da Síria.
3Todos iam registrar-se cada um na sua cidade natal.

4Por ser da família e descendência de Davi, José subiu da cidade de Nazaré, na Galileia, até a cidade de Davi, chamada Belém, na Judeia, 5para

registrar-se com Maria, sua esposa, que estava grávida.

6Enquanto estavam em Belém, completaram-se os dias para o parto, 7e Maria deu à luz o seu filho primogênito. Ela o enfaixou e o colocou na manjedoura, pois não havia lugar para eles na hospedaria.

8Naquela região havia pastores que passavam a noite nos campos, tomando conta do seu rebanho.

9Um anjo do Senhor apareceu aos pastores, a glória do Senhor os envolveu em luz, e eles ficaram com muito medo. 10O anjo, porém, disse aos pastores: “Não tenhais medo! Eu vos anuncio uma grande alegria, que o será para todo o povo: 11Hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós um Salvador, que é o Cristo Senhor. 12Isto vos servirá de sinal: Encontrareis um recém-nascido envolvido em faixas e deitado numa manjedoura”.

13E, de repente, juntou-se ao anjo uma multidão da coorte celeste. Cantavam louvores a Deus, dizendo: 14“Glória a Deus no mais alto dos céus, e paz na terra aos homens por ele amados”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Com Cristo ressuscitamos na Páscoa, com ele morremos na cruz e com ele nascemos no Natal. O mistério do nascimento de Cristo é nosso próprio mistério, tanto mais quando renascemos pela graça; quando, deixando a velha criatura decidimos, nós e o Espírito Santo começarmos uma vida nova de justiça e santidade. Se antes vivemos no pecado, hoje nascemos com Cristo, pequenos e frágeis, envoltos na alegria da vida que se manifesta.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

“O povo que andava na escuridão viu uma grande luz, para os que habitavam as sombras da morte uma luz resplandeceu” (Is 9,1). Celebremos o Natal do Senhor, o Deus Conosco, pois sua manifestação traz a salvação para todos.

Peçamos: “Pai, dá-me um coração de pobre que me permita contemplar o nascimento de teu Filho Jesus, que viveu pobre para ser solidário com os pobres. Amém.”

Leitura (Verdade)

O que diz o texto? Destaque os personagens que aparecem na narrativa, imagine os elementos que compõem o relato bíblico e coloque-se na cena. Quais palavras mais se destacaram durante a leitura?

“Lucas situa o nascimento de Jesus na História: o imperador Augusto era senhor de Roma e Quirino, governador da Síria. Enquanto os projetos humanos continuam, a engrenagem da Salvação começa a caminhar. Jesus nasce no silêncio da noite, abrigado numa gruta de animais, e os Anjos anunciam a paz.

Não há motivo para medo, porque a sofrida história humana se torna História da Salvação. O Filho de Deus assume nossa carne, nossa história, e ficará conosco para sempre. Os primeiros convidados para este grande evento são humildes pastores, considerados fora da lei, mas que tinham um coração simples e aberto como a gruta. Jesus continua nascendo onde encontra lugar. Ele pede licença para habitar a gruta do nosso coração.”

Meditação (Caminho)

Para nossa meditação, sirvamo-nos das palavras do Papa Francisco: “Quando ouvirmos falar do nascimento de Cristo, permaneçamos em silêncio e deixemos que seja aquele Menino a falar; gravemos no nosso coração as suas palavras, sem afastar o olhar do seu rosto. Se O tomarmos nos nossos braços e nos deixarmos abraçar por Ele, dar-nos-á a paz do coração que jamais terá fim. Este Menino ensina-nos aquilo que é verdadeiramente essencial na nossa vida.

Nasce na pobreza do mundo, porque, para Ele e sua família, não há lugar na hospedaria. Encontra abrigo e proteção num estábulo e é deitado numa manjedoura para animais. E todavia, a partir deste nada, surge a luz da glória de Deus. A partir daqui, para os homens de coração simples, começa o caminho da verdadeira libertação e do resgate perene.”

Oração (Vida)

Reze com a canção a seguir e, no silêncio do seu coração, apresente ao Menino Deus a sua oração:

Contemplação (Vida e Missão)

Qual é o sentido do Natal em sua vida? Ao longo deste dia, por meio de gestos concretos, procure dar uma resposta a essa pergunta.

Bênção

Para você um Natal abençoado e cheio de paz e alegria da fé no Deus Salvador.
Deseje um Natal Feliz, com a presença de Deus, a todos os que você encontrar nesses dias.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui

AJUDE A MANTER O SITE NO AR !

Nosso site tem uma divida mensal e a cada dia está mais difícil manter o site no ar. Doe qualquer valor e você ira muito ajudar na manutenção e permanência do site no ar ! O seu gesto de amor ajudara muitos catequistas que visitam nosso site

FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

ou

PIX CHAVE EMAIL: [email protected]
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Deus te abençoe !