Liturgia diária, Meu jugo é suave e o meu fardo é leve - Mt 11, 28-30

PRECISO MUITO TE AJUDA ! FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

O site acumula uma divida e diante a crise que todos estamos passando essa divida esta aumentando podendo até o site sair fora do ar.

Divida atual: R$ 2800,00
Valor arrecadado: R$ 709,00 (última doação recebida em 16/04/2021 - 16:42 - atualizaremos quando recebermos uma nova doação)

Peço se alguém puder ajudar com uma doação de qualquer valor, agradeço imensamente.

PIX CHAVE CELULAR: 19 987634283
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

OU

PIX CHAVE EMAIL: doacao@catequizar.com.br
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Quem não tem pix e puder doar por boleto esse é meu numero de WhatsApp 19 987634283 me chama e como forma de agradecimento dou acesso ao site missa com crianças que tem historinhas para catequese. Quem nao puder ajudar, peço oraçoes ! Deus abençoe a todos. Anderson

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Mt 11,28-30

Jesus nos ensina como sofrer e fazer de nossa dor uma oração. Mais: ele nos ajuda a carregar a cruz das limitações e oferece seu ombro amigo.

Façamos a oração do dia: Pai, dá-me disposição para pôr em prática as exigências do Reino, assumidas como expressão de minha fé sincera em teu Filho Jesus. Que elas sejam para mim um jugo suave!

2ª Semana do Advento – Ano Litúrgico B

Liturgia do dia 09 de dezembro de 2020

PRIMEIRA LEITURA:  Is 40,25-31

Leitura do Profeta Isaías

25“Com quem haveis de me comparar, e a quem seria eu igual?” – fala o Santo. 26Levantai os olhos para o alto e vede: Quem criou tudo isto? – Aquele que expressa em números o exército das estrelas e a cada uma chama pelo nome: tal é a grandeza e força e poder de Deus que nenhuma delas falta à chamada. 27Então, por que dizes, Jacó, e por que falas, Israel: “Minha vida ocultou-se da vista do Senhor e meu julgamento escapa ao do meu Deus?” 28Acaso ignoras, ou não ouviste? O Senhor é o Deus eterno que criou os confins da terra; ele não falha nem se cansa, insondável é sua sabedoria; 29ele dá coragem

ao desvalido e aumenta o vigor do mais fraco. 30Cansam-se as crianças e param, os jovens tropeçam e caem, 31mas os que esperam no Senhor renovam suas forças, criam asas como as águias, correm sem se cansar, caminham sem parar.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 103(102)

— Bendize, ó minha alma, ao Senhor.
— Bendize, ó minha alma, ao Senhor.

— Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e todo o meu ser, o seu santo nome! Bendize, ó minha alma, ao Senhor, não te esqueças de nenhum de seus favores!

— Pois ele te perdoa toda culpa e cura toda a tua enfermidade; da sepultura ele salva a tua vida e te cerca de carinho e compaixão;

— O Senhor é indulgente, é favorável, é paciente, é bondoso e compassivo, não nos trata como exigem nossas faltas, nem nos pune em proporção às nossas culpas.

EVANGELHO:  Mt 11,28-30

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas
– Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, tomou Jesus a palavra e disse: 28“Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados

sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso. 29Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso. 30Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve”.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

São Juan Diego é o índio mexicano que viu Nossa Senhora de Guadalupe. Esta semana está bem mariana, o que para os católicos é sempre uma alegria. É sempre uma alegria festejar a Mãe do nosso Salvador, a Mãe de Jesus. Queremos tão bem a Jesus que, quando encontramos sua Mãe, aquela que o deu à luz, logo nos vêm à memória as palavras de Santa Isabel: “Bendito é o fruto do teu ventre!”.

Jesus é o fruto do “teu” ventre, do ventre de Maria. É difícil entender que alguém possa aceitar Jesus e rejeitar sua Mãe. E rejeitá-la por quê? Ela não é deusa nem é mais do que Jesus,

mas é a Mãe dele, a quem recorremos em nossas necessidades. Ela sempre nos leva a Jesus, a quem carrega no ventre. Em Maria encontramos Jesus e nele, o descanso que procuramos.

No dia de hoje, em 1531, Juan Diego, índio pobre e viúvo, de 57 anos, viu pela primeira vez Nossa Senhora, que receberá o título de Guadalupe. Ela o chamou, em sua língua materna, de “Dieguito, meu filho caçula”. No dia 12 de dezembro aconteceu a segunda aparição. Maria pediu que ele colhesse flores na colina chamada Tepeyac. Não era para ter flores, porque fazia muito frio, mas tinha.

Juan Diego as levou em seu manto até o Bispo, como prova das aparições. Abrindo o manto, as flores caíram e no tecido estava estampada a figura de Nossa Senhora de Guadalupe. Juan Diego era cristão, sua esposa tinha morrido e ele praticava sua fé com devoção e humildade. Tinha aprendido a ser manso e humilde de coração, como Jesus.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Rezemos: “Vinde, Espírito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o fogo do vosso amor. Enviai, Senhor, o vosso Espírito, e tudo será criado, e renovareis a face da terra. Oremos: Senhor, nosso Deus, que pela luz do Espírito Santo instruístes o coração dos vossos fiéis, fazei-nos dóceis ao mesmo Espírito, para apreciarmos o que é justo e nos alegrarmos sempre com a sua presença. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”

Na escuta, meditação e contemplação da Palavra de Deus, acolhamos o Senhor que fala ao nosso coração. Peçamos que renove em nós a disposição para acolhermos a sua Palavra e caminharmos à luz desse convite: “Vinde a mim, vós que estais cansados e carregados de fardos, e eu vos darei descanso”.
Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

Leitura (Verdade)

Faça a leitura do Evangelho quantas vezes julgar necessário e destaque os verbos que mais lhe falam ao coração.

“Achamos natural ser felizes. Nunca nos questionamos sobre a felicidade e, por vezes, ela nos distancia de Deus. Porém, quando o sofrimento bate à nossa porta, nos desestabilizamos e, muitas vezes, nos revoltamos. Deus que é Pai, deseja a felicidade de seus filhos e filhas. O pecado entrou no mundo e com ele a dor com todas as suas consequências. Jesus nos ensina como sofrer e fazer de nossa dor uma oração. Mais: ele nos ajuda a carregar a cruz das limitações. Ele é especialista em carregar a cruz e oferece seu ombro amigo. E aí nos damos conta de que seu jugo – que é amor – torna leves nossos fardos. E sua presença dá tranquilidade e equilíbrio. E a cruz do sofrimento nos encaminha para a ressurreição.

Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim? Que sentimentos as palavras de Jesus no Evangelho de hoje despertaram em mim?
Faça a leitura do texto novamente e traga-o para os nossos dias. Medite a Palavra e permita que ela se misture com a sua vida. O que Jesus nos pede?

Oração (Vida)

O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Neste passo da leitura orante, mantendo em mente o que você leu e meditou, faça a sua oração. A oração nos leva a viver a experiência pessoal com Jesus, que nos escuta com todo amor e carinho. Fale com o Senhor sem medo e entregue a Ele tudo o que você tem e deseja ser.

Contemplação (Vida e Missão)

Lembrar que o convite de Jesus “Vinde a mim….”, é para hoje. Como quero responder a este convite?

Bênção

Concedei, ó Deus, a vossos filhos a benção desejada, para que nutridos por vosso amor produzam frutos de paz e de justiça. Amém.

  • O Senhor Deus nosso Pai esteja sempre conosco.
  • Ele está no meio nós.

Oremos: “Senhor nosso Deus, Que enviastes Vosso Filho ao mundo Para curar as nossas enfermidades, Levar sobre Si as nossas dores, Redimir nossos pecados e Nos dar a Vida Eterna que vem de Vós, Tendes Piedade de nós!

Deus Misericordioso, Que cuida de todas as Vossas Criaturas, Atendei as nossas suplicas, e Segundo a Vossa Vontade, Protegei o Vosso Povo, Oprimido por essa doença terrível. Guardai e mantenhais a saúde daqueles Que não contraíram essa doença e Dai Senhor, aos que a contraíram, Paciência fortalecida, fé renovada e A cura desse mal, Para que todos nós desfrutemos De plena e duradoura saúde! Por Jesus Cristo nosso Senhor.” Amém.

Todo o Louvor, toda a Honra, toda a Gratidão, Toda a Fé, toda a Confiança, Toda a Adoração e toda a Glória Sejam dadas aos Senhor nosso Deus, Agora e para sempre! Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui