Oração diária Jovem, eu te digo, levanta-te!

24ª Semana Comum – Ano Litúrgico C

18 de setembro de 2016

ORAÇÃO DO DIA

Pai, torna-me sensível ao sofrimento e à dor de cada pessoa que encontro no meu caminho. Que a minha compaixão se demonstre com gestos concretos.

PRIMEIRA LEITURA:  1Cor 12,12-14.27-31a

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios – Irmãos, 12como o corpo é um, embora tenha muitos membros, e como todos os membros do corpo, embora sejam muitos, formam um só corpo, assim também acontece com Cristo. 13De fato, todos nós, judeus ou gregos, escravos ou livres, fomos batizados num único Espírito, para formarmos um único corpo, e todos nós bebemos de um único Espírito. 14Com efeito, o corpo não é feito de um membro apenas, mas de muitos membros.
27Vós, todos juntos, sois o corpo de Cristo e, individualmente, sois membros desse corpo. 28E, na Igreja, Deus pôs, em primeiro lugar, os apóstolos; em segundo lugar, os profetas; em terceiro lugar, os que têm o dom e a missão de ensinar; depois, outras pessoas com dons diversos, a saber: dom de milagres, dom de curas, dom para obras de misericórdia, dom de governo e direção, dom de línguas. 29Acaso todos são apóstolos? Todos são profetas? Todos ensinam? Todos realizam milagres? 30Todos têm o dom das curas? Todos falam em línguas? Todos as interpretam? 31aAspirai aos dons mais elevados.
– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 99

          — Nós somos o seu povo e seu rebanho.
— Nós somos o seu povo e seu rebanho.

— Aclamai o Senhor, ó terra inteira, servi ao Senhor com alegria, ide a ele cantando jubilosos!

— Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, Ele mesmo nos fez, e somos seus, nós somos seu povo e seu rebanho.

— Entrai por suas portas dando graças, e, em seus átrios com hinos de louvor; dai-lhe graças, seu nome bendizei!

— Sim, é bom o Senhor e nosso Deus, sua bondade perdura para sempre, seu amor é fiel eternamente!

EVANGELHO: Lc 7,11-17

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Lucas.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 11Jesus dirigiu-se a uma cidade chamada Naim. Com ele iam seus discípulos e uma grande multidão. 12Quando chegou à porta da cidade, eis que levavam um defunto, filho único; e sua mãe era viúva. Grande multidão da cidade a acompanhava. 13Ao vê-la, o Senhor sentiu compaixão para com ela e lhe disse: “Não chores!”
14Aproximou-se, tocou o caixão, e os que o carregavam pararam. Então, Jesus disse: “Jovem, eu te ordeno, levanta-te!” 15O que estava morto sentou-se e começou a falar. E Jesus o entregou à sua mãe. 16Todos ficaram com muito medo e glorificavam a Deus, dizendo: “Um grande profeta apareceu entre nós e Deus veio visitar o seu povo”. 17E a notícia do fato espalhou-se pela Judeia inteira e por toda a redondeza.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Jesus vai à aldeia de Naim. Nas portas da cidade há um encontro de duas multidões em movimento. A que entra com a vida e a que sai com a morte. Jesus, discípulos e grande multidão querem entrar. A viúva, o filho morto e grande multidão estão para sair. Deus, porém, veio visitar o seu povo. Lá está ele, cheio de compaixão não pelo filho que morreu, mas pela mãe viúva que chora. Não importa por que chora. A sobrevivência dependia daquele filho? Como ficam as contas? Seu coração está partido pela partida de um filho amado? Quem o substituirá? O que importa é a compaixão que o Senhor sente por ela. Enfim, Jesus chama o rapaz de volta a esta vida e o dá à sua mãe. O profeta Elias pegou o filho da viúva de Sarepta e o deu à sua mãe. Os dois rapazes morreram e não precisavam de compaixão. Adormecendo aqui, teriam acordado na Casa do Pai. De compaixão precisam aqueles que ficam, pela dor da separação. O sinal feito por Jesus aponta para a vida plena, além desta. Os dois rapazes morreram um dia assim como suas mães.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2016’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Hoje a Igreja celebra o dia de São João Crisóstomo, um homem de grandes virtudes e simplicidade. Peçamos a sua intercessão para que estejamos cada dia mais abertos à simplicidade e à compreensão da Palavra de Deus. Iniciemos a nossa oração, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém! “Ó Espírito Santo de Deus, vem nos iluminar.”

Leitura (Verdade)
O que diz o texto bíblico? Faça a leitura do Evangelho de hoje, quantas vezes julgar necessário, buscando identificar seu tema central. No texto, perceberemos que Deus, por meio de Jesus, consola uma mãe que chora a morte de seu próprio filho, trazendo-o à vida novamente. Com isso, o povo reconhece que Deus o visitou.

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Nesta meditação, busque perceber o toque que Deus dá em sua vida por meio da Palavra. Leia o Evangelho novamente e detenha-se naquele versículo ou palavra que o(a) toca mais profundamente. Deus fala com você por meio desse versículo ou palavra; deixe-se tocar por Ele e escute-o.

Oração (Vida)
O que o texto o(a) leva a dizer ao Senhor? Agora que você já ouviu a Palavra de Deus, o que gostaria de dizer a Ele? Abra o seu coração e faça a sua oração de louvor, de súplica ou de agradecimento. Tenha em mente também as necessidades do povo de Deus.

Contemplação (Vida e Missão)
Qual novo olhar nasceu em você, a partir da Palavra? Qual ação você deseja praticar no dia de hoje, partindo do que o Evangelho deixou em seu coração?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

[apss_share]