Liturgia diaria 05 de fevereiro de 2016

4ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

07 de fevereiro de 2020

Deseja ler a liturgia diária do dia 06 de fevereiro Clique aqui

ORAÇÃO DO DIA

Pai, que as contrariedades da vida jamais me intimidem e impeçam de seguir adiante, cumprindo minha missão de evangelizador.

PRIMEIRA LEITURA: Eclo 47,2-13

Leitura do Livro do Eclesiástico – 2Como a gordura, que se separa do sacrifício pacífico, assim também sobressai Davi, entre os israelitas. 3Brincou com leões como se fossem cabritos e com ursos, como se fossem cordeiros. 4Não foi ele que, ainda jovem, matou o gigante e retirou do seu povo a desonra? 5Ao levantar a mão com a pedra na funda, ele abateu o orgulho de Golias. 6Pois invocou o Senhor, o Altíssimo, e este deu força a seu braço direito e ele acabou com um poderoso guerreiro e reergueu o poder do seu povo.
7Assim foi que o glorificaram por dez mil e o louvaram pelas bênçãos do Senhor, oferecendo-lhe uma coroa de glória. 8Pois esmagou os inimigos por toda a parte, e aniquilou os filisteus, seus adversários, abatendo até hoje o seu poder. 9Em todas as suas obras dava graças ao Santo Altíssimo, com palavras de louvor: 10de todo o coração louvava o Senhor, mostrando que amava a Deus, seu criador. 11Diante do altar colocou cantores, que deviam acompanhar suavemente as melodias. 12Deu grande esplendor às festas e ordenou com perfeição as solenidades até o fim do ano: fez com que louvassem o santo Nome do Senhor, enchendo o santuário de harmonia desde a aurora.
13O Senhor lhe perdoou os seus pecados, e exaltou para sempre o seu poder; concedeu-lhe a aliança real e um trono glorioso em Israel. 

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 18(17)

— Louvado seja Deus, meu Salvador!
— Louvado seja Deus, meu Salvador!

— São perfeitos os caminhos do Senhor, sua palavra é provada pelo fogo; nosso Deus é um escudo poderoso para aqueles que a ele se confiam.

— Viva o Senhor! Bendito seja o meu Rochedo! E louvado seja Deus, meu Salvador! Por isso, entre as nações, vos louvarei, cantarei salmos, ó Senhor, ao vosso nome.

— Concedeis ao vosso rei grandes vitórias e mostrais misericórdia ao vosso Ungido, a Davi e à sua casa para sempre.

EVANGELHO: Mc 6,14-29

          – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Marcos.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 14o rei Herodes ouviu falar de Jesus, cujo nome se tinha tornado muito conhecido. Alguns diziam: “João Batista ressuscitou dos mortos. Por isso os poderes agem nesse homem”. 15Outros diziam: “É Elias”. Outros ainda diziam: “É um profeta como um dos profetas”. 16Ouvindo isto, Herodes disse: “Ele é João Batista. Eu mandei cortar a cabeça dele, mas ele ressuscitou!” 17Herodes tinha mandado prender João, e colocá-lo acorrentado na prisão. Fez isso por causa de Herodíades, mulher do seu irmão Filipe, com quem se tinha casado.
18João dizia a Herodes: “Não te é permitido ficar com a mulher do teu irmão”. 19Por isso Herodíades o odiava e queria matá-lo, mas não podia. 20Com efeito, Herodes tinha medo de João, pois sabia que ele era justo e santo, e por isso o protegia. Gostava de ouvi-lo, embora ficasse embaraçado quando o escutava.
21Finalmente, chegou o dia oportuno. Era o aniversário de Herodes, e ele fez um grande banquete para os grandes da corte, os oficiais e os cidadãos importantes da Galileia. 22A filha de Herodíades entrou e dançou, agradando a Herodes e seus convidados. Então o rei disse à moça: “Pede-me o que quiseres e eu te darei”. 23E lhe jurou dizendo: “Eu te darei qualquer coisa que me pedires, ainda que seja a metade do meu reino”. 24Ela saiu e perguntou à mãe: “Que vou pedir?” A mãe respondeu: “A cabeça de João Batista”. 25E, voltando depressa para junto do rei, pediu: “Quero que me dês agora, num prato, a cabeça de João Batista”. 26O rei ficou muito triste, mas não pôde recusar. Ele tinha feito o juramento diante dos convidados. 27Imediatamente, o rei mandou que um soldado fosse buscar a cabeça de João. O soldado saiu, degolou-o na prisão, 28trouxe a cabeça num prato e a deu à moça. Ela a entregou à sua mãe. 29Ao saberem disso, os discípulos de João foram lá, levaram o cadáver e o sepultaram.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

O rei Herodes estava convencido de que Jesus era João Batista ressuscitado. De fato, ele tinha mandado cortar a cabeça de João Batista. Este é o Herodes Antipas, filho de Herodes, o Grande, com a samaritana Menace. Em seu reinado morreram João Batista e Jesus. No Evangelho de Lucas, Jesus se refere a Herodes como “aquela raposa”. Jesus não disse uma palavra quando Pilatos o enviou para ser interrogado por Herodes. É certo historicamente que João foi preso algum tempo depois do Batismo de Jesus e executado por ordem de Herodes Antipas. Jesus dá continuidade ao ministério de João no mesmo espaço geográfico governado por Herodes. A morte violenta do precursor transformou-se em sinal e alerta para o profeta que anunciava com o mesmo vigor a chegada do Reino de Deus. A pregação do Reino de Deus une estreitamente João Batista e Jesus. Conhecendo a história dos profetas e vendo o fim de João, Jesus de Nazaré, o Filho do Homem, podia prever a própria morte. O historiador Flávio Josefo dá a entender que Herodes tinha medo da força política de João Batista.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Divino Espírito Santo ajude-me entender o alcance da mensagem do Evangelho que a liturgia proclama hoje. Rezo com fé: Vem Espírito Santo Vem! Ilumina minha mente para que eu compreenda a profundidade e a extensão dessa mensagem, que Jesus veio nos trazer, por meio do testemunho de vida do seu precursor – João, Batista. São João, Batista sede meu intercessor junto a Jesus e livra-me de todos os perigos e tentações visíveis e invisíveis. Amém.

Leitura (Verdade)
Releio mais de uma vez esse Evangelho e me pergunto: qual é a mensagem central? o que ele quer me ensinar? O que significa ser profeta? Ter atitudes de profeta? Como me comporto diante dos falsos profetas, como o rei Herodes, capaz de tirar a vida de um inocente só para justificar sua maldade? Sou capaz de ser fiel a essa missão profética de denunciar com todas as forças o mal e proclamar, divulgar o bem?
“Herodes representa o poder corrompido, capaz de fazer qualquer coisa para salvar sua situação. Ele gostava de ouvir João Batista, mas não seguia suas normas. Agora ouve falar de Jesus. Mal sabe ele que se trata daquele Menino que veio para salvar Israel, que seu pai tentou matar na infância. Uns têm medo de não encontrar Jesus; Herodes tem medo de encontrá-lo. Santo Agostinho dizia: “Tenho medo da graça [Jesus] que passa sem que eu perceba”. No texto de hoje Jesus é considerado profeta; de fato ele o é. Faz parte do ser cristão assumir a missão profética, como Jesus assumiu, e aceitar os desafios que surgem desta atitude. A missão do profeta é denunciar o mal e – principalmente – anunciar a Boa-Nova.” (Frei Mário Sérgio Souza, em “Viver a Palavra”, da Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
“Não te é permitido ter a mulher do teu irmão”. Meu irmão, minha irmã não são somente meus familiares, mas todo homem e toda mulher são meus irmãos. Como respeito esses meus irmãos, sobretudo a mulher? Seja ela criança, adolescente, jovem ao adulta: como me comporto diante do sexo feminino? Sou capaz de respeitá-la em toda a sua dignidade de “minha” irmã?

Oração (Vida)
Senhor Jesus, tu que sempre e em todas as circunstâncias defendeste a dignidade da mulher, tu que enalteceste a mulher começando por tua mãe; tu que defendeste a pecadora revelando os pecados secretos de seus apedrejadores, tem compaixão de toda mulher que sofre qualquer tipo de opressão.Tem piedade Senhor, tem piedade! Rezo com profunda devoção: Ave Maria, cheia de graça, o Senhor é convosco. Bendita sois vós entre as mulheres. Santa Maria Mãe de Deus, rogai por todas as mulheres do mundo para que sejam respeitadas e dignas das promessas de Jesus Cristo. Amém.

Contemplação (Vida e Missão)
Me aproximo de Jesus e procuro observar como ele trata com ternura todas as pessoas. Como ele se relaciona com as mulheres que o seguiam, como apóstolas e discípulas e com aquelas que o serviam com seus bens. Essa contemplação me estimula a ser como ele – um defensor(a) da mulher em todas as suas etapas e situações de vida.

Bênção

  • Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
  • Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
  • Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
  • Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Paulinas

[apss_share]