Oração diária, Testemunho de João Batista - Lc 3,10-18

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Lc 3,10-18

Façamos a oração do dia: Espírito que converte para Deus, que eu permaneça atento aos apelos de conversão que me são dirigidos, para merecer ser acolhido no Reino proclamado pelo Messias Jesus.

3ª Domingo do Advento – Ano Litúrgico C

Liturgia do dia 12 de dezembro de 2021

PRIMEIRA LEITURA: Sf 3,14-18a  

Leitura da Profecia de Sofonias:

14Canta de alegria, cidade de Sião; rejubila, povo de Israel! Alegra-te e exulta de todo o coração, cidade de Jerusalém!

15O Senhor revogou a sentença contra ti, afastou teus inimigos; o rei de Israel é o Senhor, ele está no meio de ti, nunca mais temerás o mal.

16Naquele dia, se dirá a Jerusalém: “Não temas, Sião, não te deixes levar pelo desânimo! 17O Senhor, teu Deus, está no meio de ti, o valente guerreiro que te salva; ele exultará de alegria por ti, movido por amor; exultará por ti, entre louvores, 18acomo nos dias de festa”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

SALMO  Is 12,2-6

— Exultai cantando alegres, habitantes de Sião,/ porque é grande em vosso meio o Deus Santo de Israel!

— Exultai cantando alegres, habitantes de Sião,/ porque é grande em vosso meio o Deus Santo de Israel!

— Eis o Deus, meu Salvador, eu confio e nada temo;/ o Senhor é minha força, meu louvor e salvação./ Com alegria bebereis no manancial da salvação,/ e direis naquele dia: “Dai louvores ao Senhor.

— Invocai

seu santo nome, anunciai suas maravilhas,/ entre os povos proclamai que seu nome é o mais sublime.

— Louvai cantando ao nosso Deus, que fez prodígios e portentos,/ publicai em toda a terra suas grandes maravilhas!/ Exultai cantando alegres, habitantes de Sião,/ porque é grande em vosso meio o Deus Santo de Israel!”

SEGUNDA LEITURA: Fl 4,4-7  

Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses:

Irmãos: 4Alegrai-vos sempre no Senhor; eu repito, alegrai-vos. 5Que a vossa bondade seja conhecida de todos os homens! O Senhor está próximo!

6Não vos inquieteis com coisa alguma, mas apresentai as vossas necessidades a Deus, em orações e súplicas, acompanhadas de ação de graças. 7E a paz de Deus, que ultrapassa todo o entendimento, guardará os vossos corações e pensamento em Cristo Jesus.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

EVANGELHO: Lc 3,10-18

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós!

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 10as multidões perguntavam a João: “Que devemos fazer?” 11João

respondia: “Quem tiver duas túnicas, dê uma a quem não tem; e quem tiver comida, faça o mesmo!” 12Foram também para o batismo cobradores de impostos, e perguntaram a João: “Mestre, que devemos fazer?”

13João respondeu: “Não cobreis mais do que foi estabelecido”. 14Havia também soldados que perguntavam: “E nós, que devemos fazer?”

João respondia: “Não tomeis à força dinheiro de ninguém, nem façais falsas acusações; ficai satisfeitos com o vosso salário!”

15O povo estava na expectativa e todos perguntavam no seu íntimo se João não seria o Messias. 16Por isso, João declarou a todos: “Eu vos batizo com água, mas virá aquele que é mais forte do que eu. Eu não sou digno de desamarrar a correia de suas sandálias. Ele vos batizará no Espírito Santo e no fogo. 17Ele virá com a pá na mão: vai limpar sua eira e recolher o trigo no celeiro; mas a palha ele a queimará no fogo que não se apaga”.

18E ainda de muitos outros modos, João anunciava ao povo a Boa Nova.

Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

O profeta Sofonias conclama Israel, que ele chama de filha de Sião e filha de Jerusalém, a cantar com todo o coração porque o Senhor aboliu a sentença que tinha contra ela. Os inimigos foram afastados. Jerusalém não precisa ter medo. Sião não deve desanimar. No meio de Israel está um rei que é um valente guerreiro. Ele se move por amor, salva o povo e se alegra.

Ele é o Senhor. Paulo também se alegra e incentiva os filipenses a se alegrarem sempre no Senhor: “Alegrai-vos sempre no Senhor, porque o Senhor está próximo”. Faz votos de que a bondade dos filipenses seja conhecida de todos, que a amabilidade com que se tratam e tratam os outros seja também um motivo de alegria. João Batista não fala da alegria. Ele fala do que pode ser causa de alegria. Perguntam a ele: “O que devemos fazer”? Tudo o que João propõe como resposta se tornará causa de alegria se for posto em prática. Tem duas túnicas? Dê uma para quem não tem nenhuma. Tem comida? Faça alguém feliz. Reparta com quem não tem.

Cobrem preço justo, não roubem, contentem-se com o próprio salário, não façam acusações falsas. Em suma, tratem-se com gentileza, bondade e justiça. O povo que ouvia João falar e conhecia seu modo de viver se perguntava se não era ele o Messias esperado. Sabendo disso, ele explicava: “Eu batizo com água. Virá aquele que batizará com o Espírito Santo e com fogo”. João queria que o povo estivesse preparado para o Dia do Senhor, o dia do juízo final. Esse Dia, tão distante, tornou-se mais próximo com a revelação feita a João sobre aquele que entrou nas águas do Jordão para ser batizado. No seu dia, o dia de Cristo Salvador, começou o julgamento da humanidade. Com os mesmos olhos que se voltam para o fim dos tempos, olhamos para trás, numa visão que chega até Belém de Judá, onde está um recém-nascido.

O Natal é comemoração de um acontecimento do passado. O Julgamento final deve acontecer no futuro. E a alegria é para hoje. O Senhor está conosco e está em nós, e nós estamos nele e com ele. Nenhuma preocupação nos ocupa. Pedimos e já agradecemos na certeza de termos sido atendidos. Estamos em paz. No meio do turbilhão deste mundo, a paz de Deus guarda o nosso coração e a nossa mente. Preparando-nos para o Natal, nós nos preparamos para prestar contas de nossa vida ao Senhor que virá. Não queremos ir de qualquer jeito ao encontro do Menino, de Maria e de José.

Queremos estar em ordem, por fora e por dentro. Alegres, com a consciência em paz. O caminho para Belém será o mesmo para o encontro definitivo. Será um caminho de conversão no sentido literal da palavra. Fizemos uma conversão de caminho, por isso estamos neste que nos leva ao encontro do Senhor. Convertidos, deixamos para trás o que passou e avançamos para frente. Aquele que vem “traz a pá para limpar a plantação”. Vamos logo a Belém, enquanto a pá está encostada.

O Menino ainda não tem mãos fortes para manejar a pá e limpar a eira. O terceiro domingo do Advento é um dia de alegria pela proximidade do Natal. Um novo símbolo é introduzido na liturgia, a cor dos paramentos. O austero roxo se esmaece e se torna rosa. Mais suave e de acordo com o ambiente de alegria.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2021’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

3º Domingo do Advento. O Evangelho vem nos ensinar a sair do egoísmo e aprender a partilhar, praticar a justiça, renunciar à violência, apoiar a dignidade humana. Transformai-nos, Senhor, por vossa graça e bondade.

Ó Deus de bondade, que vedes o vosso povo esperando fervoroso o natal do Senhor, dai chegarmos às alegrias da Salvação e celebrá-las sempre com intenso júbilo na solene liturgia. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Verdade)

Escutemos o convite do profeta Sofonias: “Canta de alegria, rejubila, exulta de todo o coração.” A liturgia deste domingo, também nos convida ao júbilo pela vinda de nosso libertador.

“Há trezentos anos nenhum profeta surgia no meio do povo de Deus. Agora a Palavra foi revelada ao rude profeta do deserto, João Batista. Ele pedia frutos que mostrassem seu arrependimento. As multidões, grupos de publicanos e soldados, percebiam que se tratava de um questionamento pessoal. O Reino estava aberto a todos. As respostas de João não falavam de questões estritamente religiosas, de leis e mandamentos. Pediam uma vida digna e justiça social. João, com humildade e realismo, assume seu lugar. Ele anuncia quem batizará com fogo e Espírito Santo. Este terceiro domingo é o Domingo da Alegria: o Senhor está perto. E não se trata de ameaça. Ele não vem para condenar, mas para anunciar a Boa-Nova, o Evangelho da Alegria.”

Meditação (Caminho)

Perguntemo-nos: que tipo de alegria me invade ao celebra o Natal? Uma alegrai no Senhor, feita de paz no coração e de solidariedade com os irmãos, ou é a alegria apenas das festas, bebidas, feriados?

Oração (Vida)

Ofereça ao Senhor os frutos da sua oração, da sua meditação e da contemplação da Palavra. Apresente o desejo que brotou em seu coração e peça a graça de vivê-lo durante o dia. Faça sua prece de agradecimento ou pedido.
Conclua com a oração: Senhor Jesus, te damos graças por tua Palavra que nos fez compreender melhor a vontade do Pai. Faz com que teu Espírito ilumine nossas ações e nos comunique a força para seguir o que tua Palavra nos revelou. Faz que, como Maria, sua mãe, possamos não só escutar, mas também por em prática a tua Palavra. Vós que viveis e reinais com o Pai na unidade do Espírito Santo por todos os séculos. Amém

Contemplação (Vida e Missão)

Minha oração muda meu dia? De que forma a Palavra de Deus estará presente? O que desejo colocar em prática, segundo os ensinamentos de Jesus?

Bênção

– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Histórinhas para Catequese!

Faça uma doação de qualquer valor e tenha acesso ao site missacomcriancas.com.br . São centenas de historinhas para teatros que podem ser usadas na missa ou encontros de catequese.

DOAR PELO MERCADO PAGO - VALOR R$ 10,00 : Clique aqui

DOAR PELO MERCADO PAGO - VALOR R$ 20,00 : Clique aqui

DOAR PELO MERCADO PAGO - VALOR R$ 50,00 : Clique aqui

Ou FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR

PIX CHAVE CPF: 16800472808
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Para ter o acesso só me chamar no WhatsApp 19 987634283
Deus te abençoe !