Oração diária, Jesus cura a sogra de Pedro - Mc 1,29-39

PRECISO MUITO TE AJUDA !
Divida desse mês é de R$ 514,00 (referente a mensalidade do servidor do site) Data para acertar o pagamento: 17/06
Valor arrecadado: R$ 104,89
FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR
PIX CHAVE EMAIL: doacao@catequizar.com.br
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

5º Domingo Comum – Ano Litúrgico B

04 de fevereiro de 2018

ORAÇÃO DO DIA

Jesus Mestre vida, vivei em mim, para que eu viva em vós. Fazei-me viver eternamente na alegria do vosso amor.

PRIMEIRA LEITURA: Jó 7,1-4.6-7

Leitura do Livro de Jó

Jó disse: 1“Não é acaso uma luta a vida do homem sobre a terra? Seus dias não são como dias de um mercenário? 2Como um escravo suspira pela sombra, como um assalariado aguarda sua paga, 3assim tive por ganho meses de decepção, e couberam-me noites de sofrimento. 4Se me deito, penso: Quando poderei levantar-me? E, ao amanhecer, espero novamente a tarde e me encho de sofrimentos até ao anoitecer. 6Meus dias correm mais rápido do que a lançadeira do tear e se consomem sem esperança. 7Lembra-te de que minha vida é apenas um sopro e meus olhos não voltarão a ver a felicidade!

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 146

          Louvai a Deus, porque ele é bom e conforta os corações.
Louvai a Deus, porque ele é bom e conforta os corações.

Louvai o Senhor Deus, porque ele é bom,/ cantai ao nosso Deus, porque é suave:/

ele é digno de louvor, ele o merece!/ O Senhor reconstruiu Jerusalém,/ e os dispersos de Israel juntou de novo.

Ele conforta os corações despedaçados,/ ele enfaixa suas feridas e as cura;/ fixa o número de todas as estrelas/ e chama a cada uma por seu nome.

— É grande e onipotente o nosso Deus,/ seu saber não tem medida nem limites./ O Senhor Deus é o amparo dos humildes,/ mas dobra até o chão os que são ímpios.

SEGUNDA LEITURA: 1Cor 9,16-19.22-23

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios

Irmãos: 16Pregar o evangelho não é para mim motivo de glória. É antes uma necessidade para mim, uma imposição. Ai de mim se eu não pregar o evangelho! 17Se eu exercesse minha função de pregador por iniciativa própria, eu teria direito a salário. Mas, como a iniciativa não é minha, trata-se de um encargo que me foi confiado. 18Em que consiste então o meu salário? Em pregar o evangelho, oferecendo-o de graça, sem usar os direitos que o evangelho me dá. 19Assim, livre em relação

a todos, eu me tornei escravo de todos, a fim de ganhar o maior número possível. 22Com os fracos, eu me fiz fraco, para ganhar os fracos. Com todos, eu me fiz tudo, para certamente salvar alguns. 23Por causa do evangelho eu faço tudo, para ter parte nele.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

EVANGELHO: Mc 1,29-39

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Marcos.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 29Jesus saiu da sinagoga e foi, com Tiago e João, para a casa de Simão e André. 30A sogra de Simão estava de cama, com febre, e eles logo contaram a Jesus. 31E ele se aproximou, segurou sua mão e ajudou-a a levantar-se. Então, a febre desapareceu; e ela começou a servi-los. 32À tarde, depois do pôr do sol, levaram a Jesus todos os doentes e os possuídos pelo demônio. 33A cidade inteira se reuniu

em frente da casa. 34Jesus curou muitas pessoas de diversas doenças e expulsou muitos demônios. E não deixava que os demônios falassem, pois sabiam quem ele era. 35De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus se levantou e foi rezar num lugar deserto. 36Simão e seus companheiros foram à procura de Jesus. 37Quando o encontraram, disseram: “Todos estão te procurando”. 38Jesus respondeu: “Vamos a outros lugares, às aldeias da redondeza! Devo pregar também ali, pois foi para isso que eu vim”. 39E andava por toda a Galileia, pregando em suas sinagogas e expulsando os demônios.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

O Tempo se completou e o Reino de Deus está próximo. O que significa “Reino de Deus” e como perceber que ele está acontecendo no tempo que já se completou? Estamos lendo o Evangelho de Marcos e vamos observando as ações de Jesus e suas palavras. Elas nos mostram na prática o que significa Reino de Deus. Agindo em nosso mundo, Jesus mostra também que o tempo está completo. Não há mais o que esperar. Deus já está no meio de nós e está enfrentando o poder demoníaco que se abate sobre o ser humano. Chegou a hora em que o descendente da mulher pisará a cabeça da serpente. É preciso arruinar o poder do demônio e desfazer as bases de seu império. E Jesus age.
Terminado o ofício na sinagoga naquele sábado, Jesus se dirigiu à casa de André e Simão com Tiago e João. A sogra de Pedro estava acamada com febre e Jesus logo a curou. Houve intercessores que falaram com Jesus a respeito da febre daquela senhora. Jesus a tomou pela mão, levantou-a e a febre a deixou. No fim do dia, quando terminou o sábado, muita gente veio até à casa de Pedro com doentes e possessos. Jesus curou muitos deles, diz o Evangelho, mas Fevereiro 4 Domingo não todos. Marcos não está apresentando um Jesus milagreiro, ocupado em curar doentes e libertar possessos. Ele o faz para mostrar que o tempo se completou e o Reino está próximo. Ele mostra quem ele é e qual é a vontade do Pai em relação a tudo o que diminui o ser humano. Ele não é um milagreiro que vai curar todo mundo. Ele curou muitas pessoas para mostrar que a doença deve ser curada. Ele libertou muitos possessos para mostrar que o ser humano não deve ser dominado e diminuído. Ao contrário, deve ser sadio, plenamente humano e integrado na sociedade. Jesus está sempre se opondo ao poder do demônio porque para isso veio. “Foi para isso que eu sai”, diz ele, indicando que saiu do seio do Pai e de sua casa em Nazaré para uma missão. Não podemos imaginar que havia tanta gente possessa, espumando e rolando pelo chão. O Evangelho de João nunca fala de gente possuída pelo demônio. São Marcos fala, e bastante, para indicar que Jesus veio combater o poder demoníaco. E quem está com ele deve fazer a mesma coisa.
Doenças e situações desumanas fazem parte do nosso dia a dia. Jó que o diga! No entanto, anunciar o Evangelho é para mim uma necessidade que se me impõe, diz São Paulo. E aí estamos de novo com o tema do Reino de Deus, não com a ilusão de uma Terra sem Males nesta terra, mas com uma nova visão do ser humano manifestada no que fazemos uns pelos outros em prol de uma sociedade humanizada. “Ai de mim se não anunciar o Evangelho!”, diz Paulo, e Jesus começa a sua missão anunciando o Evangelho de Deus, que consiste em mostrar que o Reino está próximo e o tempo se completou. Jesus não curou todos os doentes. Deixou alguns para nós juntamente com alguns possessos. Ele mesmo disse: “Pobres sempre os tereis!”.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2018’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
A nós, a paz de Deus, nosso Pai, a graça e a alegria de Nosso Senhor Jesus Cristo, no amor e na comunhão do Espírito Santo.
– Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo! Preparo-me para a Leitura, rezando:
Jesus Mestre, que dissestes:
“Onde dois ou mais estiverem reunidos em meu nome, eu aí estarei no meio deles”,
ficai conosco,aqui reunidos (pela grande rede da internet),
para melhor meditar e comungar com a vossa Palavra. (Bv. Alberione)

1- Leitura (Verdade)
O que diz o texto do dia?
Leio atentamente, na Bíblia, o texto: Mc 1,29-39.
Jesus sai da sinagoga e vai para a casa de Pedro onde a sua sogra estava com febre alta. Observe a atitude: ” Ele chegou perto, segurou a mão dela e ajudou-a a se levantar.” A febre deixou a mulher, e ela começou a cuidar deles. Interessante. é que Jesus não falou com a mulher, mas a segura pela mão e a ajuda a se levantar. A mulher, imediatamente, ficou curada, e tão bem, que se põe a cuidar deles. Doentes e multidão procuravam encontrar Jesus e Ele anunciava a boa notícia do Reino por toda parte.
A sogra de Pedro, nesta narração de Marcos, é a primeira beneficiada do poder curador de Jesus, apenas pelo contato de sua mão.
Um pouco antes deste texto, no versículo 21, está descrito que era dia de sábado, ocasião em que Jesus também expulsou o espírito mau de um homem na sinagoga de Cafarnaum. Em frente a casa de Pedro o povo se encontra com doentes e pessoas necessitadas de cura. Jesus curou muitas delas. Diante da Palavra e dos milagres de Jesus o Reino de Deus vai se concretizando.
Cabe ressaltar ainda a oração matutina de Jesus num lugar deserto. Os apóstolos o procuram e ao encontrá-lo lhe diz: “Todos estão procurando o senhor”. E Jesus decide ir a todos. Andava por toda a Galileia.

2- Meditação (Caminho)
O que o texto diz para mim, hoje? Qual palavra mais me toca o coração? Entro em diálogo com o texto. Reflito e atualizo. Diante de grandes desafios, os bispos em Aparecida, disseram: “Os esforços pastorais orientados para o encontro com Jesus Cristo vivo deram e continuam dando frutos” (DAp 99).
Meus esforços para viver bem, estar bem, são orientados pelo encontro com Cristo vivo?
Ou, considero-me capaz e suficiente para enfrentar os desafios, dispensando a ação de Deus na minha vida? Esforço-me também para levar Jesus a todos?

3- Oração (Vida)
O que o texto me leva a dizer a Deus?
Rezo com Mestra Tecla Merlo:
Eu só nada posso
com Deus posso tudo.

4- Contemplação (Vida e Missão)
Qual meu novo olhar a partir da Palavra?
Vou olhar o mundo e a vida com os olhos de Deus. Deixarei que o Senhor me tome pela mão como segurou a mão da sogra de Pedro e me cure de meus males (momentos de silêncio).

Bênção
– Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Ele nos mostre a sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Volte para nós o seu olhar e nos dê a sua paz. Amém.
– Abençoe-nos Deus misericordioso, Pai e Filho e Espírito Santo. Amém.

[apss_share]