Liturgia diária Efata ! Os ouvidos do homem se abriram... - Mc 7,31-37

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Mc 7,31-37

O homem surdo é, simbolicamente, o discípulo de Jesus que tem ouvidos para ouvir, mas não ouve. E, porque não ouve, é incapaz de falar.

Façamos a oração do dia: Pai, livra-me do isolamento a que o pecado quer me reduzir. Só assim irei recuperar a plena capacidade de estar em comunicação profunda contigo e com o meu próximo.

5ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico B

Liturgia do dia 12 de fevereiro de 2021

PRIMEIRA LEITURA: Gn 3,1-8

Leitura do Livro do Gênesis.

1A serpente era o mais astuto de todos os animais dos campos que o Senhor Deus tinha feito. Ela disse à mulher: “É verdade que Deus vos disse: ‘Não comereis de nenhuma das árvores do jardim?’” 2E a mulher respondeu à serpente: “Do fruto das árvores do jardim, nós podemos comer. 3Mas do fruto da árvore que está no meio do jardim, Deus nos disse: ‘Não comais dele nem sequer o toqueis, do contrário, morrereis’”.

4A serpente disse à mulher: “Não, vós não morrereis. 5Mas Deus sabe que, no dia em que dele comerdes, vossos olhos se abrirão e sereis como Deus, conhecendo o bem e o mal”. 6A mulher viu que seria bom comer da árvore, pois

era atraente para os olhos e desejável para obter conhecimento. E colheu um fruto, comeu e deu também ao marido, que estava com ela, e ele comeu.

7Então, os olhos dos dois se abriram; e, vendo que estavam nus, teceram tangas para si com folhas de figueira. 8Quando ouviram a voz do Senhor Deus, que passeava pelo jardim à brisa da tarde, Adão e sua mulher esconderam-se do Senhor Deus no meio das árvores do jardim.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

SALMO 32(31) 

— Feliz aquele cuja falta é perdoada!

— Feliz aquele cuja falta é perdoada!

— Feliz o homem que foi perdoado e cuja falta já foi encoberta! Feliz o homem a quem o Senhor não olha mais como sendo culpado, e em cuja alma não há falsidade!

— Eu confessei, afinal, meu pecado, e minha falta vos fiz conhecer. Disse: “Eu irei confessar meu pecado!” E perdoastes, Senhor, minha falta.

— Todo fiel pode, assim, invocar-vos, durante o tempo da angústia e aflição, porque, ainda que irrompam as águas, não poderão atingi-lo jamais.

— Sois para mim proteção e refúgio; na minha angústia me

haveis de salvar, e envolvereis a minha alma no gozo da salvação que me vem só de vós.

EVANGELHO:  Mc 7,31-37

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 31Jesus saiu de novo da região de Tiro, passou por Sidônia e continuou até o mar da Galileia, atravessando a região da Decápole. 32Trouxeram então um homem surdo, que falava com dificuldade, e pediram que Jesus lhe impusesse a mão. 33Jesus afastou-se com o homem, para fora da multidão; em seguida, colocou os dedos nos seus ouvidos, cuspiu e com a saliva tocou a língua dele. 34Olhando para o céu, suspirou e disse: “Efatá!”, que quer dizer: “Abre-te!” 35Imediatamente seus ouvidos se abriram, sua língua se soltou e ele começou a falar sem dificuldade.

36Jesus recomendou com insistência que não contassem a ninguém. Mas, quanto mais ele recomendava, mais eles divulgavam. 37Muito impressionados, diziam: “Ele tem feito bem todas as coisas: aos surdos faz ouvir

e aos mudos falar”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

“Tudo ele tem feito bem. Faz os surdos ouvirem e os mudos falarem.” E não fez de qualquer jeito. Fez com jeito. Levaram a Jesus um homem surdo com dificuldade de falar. Jesus se retirou com ele para longe da multidão. Não era o caso de expor as limitações daquele homem. Jesus fez alguns ritos, suspirou e disse em aramaico: “Efatá”, que quer dizer “abre-te”. Os ouvidos do homem se abriram, e a língua se soltou.

Ele estava curado. Jesus estava diante de alguém diferente e demonstrou por ele um profundo respeito. Todos nós somos diferentes uns dos outros; por isso nos esforçamos para encontrar caminhos de um bom entendimento. A surdez e a mudez têm causas, e a medicina procura conhecê-las para oferecer um tratamento adequado a quem dele precisar.

A ciência humana criou a Língua Brasileira de Sinais, conhecida como Libras. A inteligência humana voltada para o bem faz milagres, e das diferenças faz uma força, compreende o outro no seu mundo e o trata como igual.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2021’, Paulinas.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

A multidão reconhece que Jesus “tem feito bem todas as coisas: aos surdos faz ouvir e aos mudos falar”.
Peçamos ao Espírito Santo a graça de compreendermos o mistério da vida de Cristo que a Palavra hoje nos apresenta.

Rezemos: “Senhor Jesus, dá-me um coração simples para compreender a riqueza de ensinamentos escondida em tua Palavra. Envia teu Espírito Santo para que eu não tenha medo de escutá-la e vivê-la conforme a tua vontade. Que a Palavra transforme o meu coração através da fé e confiança que eu deposito em ti. Amém.”

Leitura (Verdade)

O que diz o texto? Por que o homem surdo precisou ser conduzido até Jesus? Quais são os gestos e as palavras utilizados por Jesus para curar o homem? Como a multidão reage diante do acontecido?

“O homem surdo é, simbolicamente, o discípulo de Jesus que tem ouvidos para ouvir, mas não ouve. E, porque não ouve, é incapaz de falar. É Jesus quem abre seus ouvidos, tornando-o capaz de ouvir e falar. A narrativa de Marcos aponta sete verbos na ação de Jesus: tomou-o à parte, pôs seus dedos nos ouvidos, cuspiu, tocou-lhe a língua, olhou para o céu, suspirou e disse.

É a perfeição do modo de agir de Jesus. São numerosas as passagens do Evangelho em que Jesus encontra surdos, mudos e cegos. Eles simbolizam a comunidade cristã que também pode ser afetada por essas limitações. Não se trata apenas de escutar a Palavra. É preciso ter também uma visão crítica da realidade e interagir com a comunidade.” (Viver a Palavra – 2021. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim?
A meditação é um caminho para escutar a voz do Senhor. Silencie seu coração neste momento e escute o que Deus, Pai bom e misericordioso, tem a lhe dizer. Permita que a Palavra se misture com a sua vida e abra o seu coração para acolher o que o Senhor lhe diz.

Oração (Vida)

Oração para pedir a graça da fé

“Senhor, eu creio. Eu quero crer em ti. Eu te louvo pelo dom da fé e reconheço que estou ainda longe de ter a mesma fé de Abraão e Sara, de Tobit, de tantos profetas e reis; e o quanto sonho em experimentar também a mesma fé da Virgem Maria. Renova em mim o dom da fé recebido no Batismo, confirmado na Crisma e reanimado em cada Eucaristia.

Que eu viva alicerçado(a) na tua Palavra e que por ela me sinta exortado à fidelidade. Diante de tua presença, professo que creio, mas aumenta a minha fé. Senhor, faze que minha fé seja total, sem reservas; que ela penetre no meu pensamento e na minha maneira de julgar as coisas divinas e as coisas humanas. Senhor, faze que minha fé seja livre, quero aceitar livremente a tua vontade com todas as renúncias e deveres que ela comporta.

Senhor, tu disseste que felizes são os que creem sem ter visto. Dá-me a graça de crer, mesmo nos momentos em que não vejo caminho ou solução, reconhecendo que Tu és o caminho e solução, sempre! Senhor, faze que minha fé seja forte. Que eu possa caminhar sobre as águas revoltas e em teu nome eu possa remover montanhas; dá-me a fé que não vacila, que é garantia de vida eterna e que proclama teu poder, agindo, curando e libertando. Que eu permaneça com os olhos fixos no teu coração transpassado, para que, te vendo, eu receba a salvação e a anuncie a todos. Amém” (Papa Paulo VI).

Contemplação (Vida e Missão)

Inspirado (a) pelos ensinamentos do Senhor, como você gostaria de passar este dia?
Tentar ver a realidade e as pessoas como Deus as vê pode ser uma sugestão prática.

Bênção

– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui