Liturgia diária, Aparição de Jesus à beira do mar de Tiberíades - Jo 21,1-14

Oitava da Páscoa – Ano Litúrgico A

17 de abril de 2020

Deseja ler a liturgia diária do dia 16 de abrilClique aqui

ORAÇÃO DO DIA

Pai, que a presença do Ressuscitado reforce a comunhão com meus irmãos e minhas irmãs de fé, a fim de podermos atrair para ele muitas outras pessoas

PRIMEIRA LEITURA: At 4,1-12

Leitura dos Atos dos Apóstolos

Naqueles dias, depois que o paralítico fora curado, 1Pedro e João ainda estavam falando ao povo, quando chegaram os sacerdotes, o chefe da guarda do Templo e os saduceus. 2Estavam irritados porque os apóstolos ensinavam o povo e anunciavam a ressurreição dos mortos na pessoa de Jesus.
3Eles prenderam Pedro e João e os colocaram na prisão até o dia seguinte, porque já estava anoitecendo. 4Todavia, muitos daqueles que tinham ouvido a pregação acreditaram. E o número dos homens chegou a uns cinco mil.
5No dia seguinte, reuniram-se em Jerusalém os chefes, os an­ciãos e os mestres da Lei. 6Estavam presentes o sumo Sacerdote Anás, e também Caifás, João, Alexandre, e todos os que pertenciam às famílias dos sumos sacerdotes. 7Fizeram Pedro e João comparecer diante deles e os interrogavam: “Com que poder ou em nome de quem vós fizestes isso?”
8Então, Pedro, cheio do Espírito Santo, disse-lhes: “Chefes do povo e anciãos: 9hoje estamos sendo interrogados por termos feito o bem a um enfermo e pelo modo como foi curado. 10Ficai, pois, sabendo todos vós e todo o povo de Israel: é pelo nome de Jesus Cristo, de Nazaré, aquele que vós crucificastes e que Deus ressuscitou dos mortos — que este homem está curado, diante de vós. 11Jesus é a pedra, que vós, os construtores, despre­zastes, e que se tornou a pedra angular.
12Em nenhum outro há salvação, pois não existe debaixo do céu outro nome dado aos homens pelo qual possamos ser salvos”.

  • Palavra do Senhor.
    – Graças a Deus.

SALMO 118(117)

          — A pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular.
— A pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular.

— Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! “Eterna é a sua misericórdia!” A casa de Israel agora o diga: “Eterna é a sua misericórdia!” Os que temem o Senhor agora o digam: “Eterna é a sua misericórdia!”

— “A pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular. Pelo Senhor é que foi feito tudo isso: Que maravilhas ele fez a nossos olhos! Este é o dia que o Senhor fez para nós, ale­gremo-nos e nele exultemos!

— Ó Senhor, dai-nos a vossa salvação, ó Senhor, dai-nos também prosperidade!” Bendito seja, em nome do Senhor, aquele que em seus átrios vai entrando! Desta casa do Senhor vos bendizemos. Que o Senhor e nosso Deus nos ilumine!

EVANGELHO: Jo 21,1-14

– O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São João.
          – Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus apareceu de novo aos discípulos, à beira do mar de Tiberíades. A aparição foi assim: 2Estavam juntos Simão Pedro, Tomé, chamado Dídimo, Natanael de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu e outros discípulos de Jesus.
3Simão Pedro disse a eles: “Eu vou pescar”. Eles disseram: “Também vamos contigo”. Saíram e entraram na barca, mas não pescaram nada naquela noite. 4Já tinha amanhecido, e Jesus estava de pé na margem. Mas os discípulos não sabiam que era Jesus. 5Então Jesus disse: “Moços, tendes alguma coisa para comer?” Responderam: “Não”.
6Jesus disse-lhes: “Lançai a rede à direita da barca, e acha­reis”. Lançaram pois a rede e não conseguiam puxá-la para fora, por causa da quantidade de peixes. 7Então, o discípulo a quem Jesus amava disse a Pedro: “É o Senhor!” Simão Pedro, ouvindo dizer que era o Senhor, vestiu uma roupa, pois estava nu, e atirou-se ao mar.
8Os outros discípulos vieram com a barca, arrastando a rede com os peixes. Na verdade, não estavam longe da terra, mas somente a cerca de cem metros. 9Logo que pisaram a terra, viram brasas acesas, com peixe em cima, e pão. 10Jesus disse-lhes: “Trazei alguns dos peixes que apanhastes”.
11Então Simão Pedro subiu ao barco e arrastou a rede para a terra. Estava cheia de cento e cinqüenta e três grandes peixes; e, apesar de tantos peixes, a rede não se rompeu. 12Jesus disse-lhes: “Vinde comer”. Nenhum dos discípulos se atrevia a perguntar quem era ele, pois sabiam que era o Senhor.
13Jesus aproximou-se, tomou o pão e distribuiu-o por eles. E fez a mesma coisa com o peixe. 14Esta foi a terceira vez que Jesus, ressuscitado dos mortos, apareceu aos discípulos.

  • Palavra da Salvação
    – Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Pedro nega, Tomé não crê, Natanael rejeita, Tiago e João querem os primeiros lugares, e mais dois, você e eu, toda a comunidade dos discípulos, santos e pecadores, reunidos em torno do Mestre Ressuscitado e acolhedor.

Côn. Celso Pedro da Silva, ‘A Bíblia dia a dia 2020’, Paulinas

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Prepare seu coração, com esta música, para a escuta da Palavra.
Invocações ao Espírito santo:
Vem Espírito Santo, despertar a nova vida que vejo em mim.
Vem Espírito Santo, leva o meu coração pra mais perto de Ti.
Vem Espírito Santo, desenhar uma nova história em mim.
Vem Espírito Santo, faz de mim prova viva de que é mais feliz quem a Ti amar e contigo recomeçar.

Leitura (Verdade)
Repare que Jesus Ressuscitado aparece aos seus discípulos e confraterniza com eles. Abençoa, reparte o Pão, dá graças e traz a paz. O que mais você descobre neste Evangelho? O que o texto diz para você?

“Esta é a terceira vez que Jesus ressuscitado aparece aos seus discípulos. E aparece-lhes em seu trabalho, na rotina da vida. Pedro, ao reassumir sua vida de pescador, mostra a tendência de voltar à vida antiga. E a tentativa é frustrante. No período mais favorável, nada pescaram. Mas, por causa da Palavra, Pedro lança de novo as redes, desta vez com sucesso. Pode ser esta uma chave de leitura de nossos fracassos apostólicos. Quando a iniciativa é nossa, o fracasso é previsível, mas, quando partimos da Palavra, acontece a pesca milagrosa. Nenhum projeto sem Jesus tem sentido. A refeição à beira do lago sinaliza Eucaristia, celebrada pela Igreja como memorial de Jesus. É a ligação entre a fé e a vida.” (Viver a Palavra – 2020. Frei Aldo Colombo – Paulinas Editora).

Meditação (Caminho)
Como reconheço Deus na rotina de meus dias? Confiou em sua Palavra mesmo diante dos fracassos? Que significado tem a Eucaristia para mim?

Oração (Vida)
Deixe seu coração expressar seu amor maior, o amor a Deus. Faça-o com louvor e gratidão.
Agora expresse em forma de preces seu amor ao próximo. Olhe para os mais necessitados (pobres e ricos). Olhe para os rostos sofridos no meio da multidão. Para quem o Espírito Santo, que murmura em seu coração, lhe apresenta para que você abrace sua causa?
Livra-nos da epidemia que nos está nos atingindo, para que possamos voltar serenos às nossas habituais ocupações. E possamos louvar-Te e agradecer-Te com coração renovado. Em Ti confiamos e a Ti elevamos a nossa oração, porque Tu, ó Pai, és o autor da vida, e com o Teu Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, em unidade com o Espírito Santo,

Contemplação (Vida e Missão)
Identifique os sentimentos que o(a) habitam após meditar esse Evangelho: “Ele perguntou: “Filhinhos, tendes alguma coisa para comer?” Responderam: “Não”. Ele lhes disse: “Lançai a rede à direita do barco e achareis”. Eles lançaram a rede e não conseguiam puxá-la para fora, por causa da quantidade de peixes.”

Bênção
“Deus onipotente e misericordioso, olha a nossa dolorosa situação: conforta teus filhos e abre nossos corações à esperança, porque sentimos sua presença de Pai em nosso meio”. (Papa Francisco).

Ir. Carmen Maria Pulga

[apss_share]