Liturgia diária Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa-Nova! - Mc 16,9-15

PRECISO MUITO TE AJUDA !
Divida desse mês é de R$ 514,00 (referente a mensalidade do servidor do site) Data para acertar o pagamento: 17/06
Valor arrecadado: R$ 104,89
FAÇA UMA DOAÇÃO DE QUALQUER VALOR
PIX CHAVE EMAIL: doacao@catequizar.com.br
RESPONSAVEL: Anderson Roberto Fuzatto

Oitava da Páscoa – Ano Litúrgico A

22 de abril de 2017

ORAÇÃO DO DIA

Pai, livra-me da incredulidade que me impede de ser proclamador da ressurreição de teu Filho Jesus, por quem nos é oferecida a tua salvação.

PRIMEIRA LEITURA: At 4,13-21

Leitura dos Atos dos Apóstolos – Naqueles dias, os chefes dos sacerdotes, os anciãos e os escribas 13ficaram admirados ao ver a segurança com que Pedro e João falavam, pois eram pessoas simples e sem instrução. Reconheciam que eles tinham estado com Jesus. 14No entanto viam, de pé, junto a eles, o homem que tinha sido curado. E não podiam dizer nada em contrário.
15Mandaram que saíssem para fora do Sinédrio, e começaram a discutir entre si: 16“Que vamos fazer com esses homens? Eles realizaram um milagre cla­ríssimo, e o fato tornou-se de tal modo conhecido por todos os habitantes de Jerusalém, que não podemos negá-lo. 17Contudo, a fim de que a coisa não se espalhe ainda mais entre o povo, vamos ameaçá-los, para que não falem mais a ninguém a respeito do nome de Jesus”. 18Chamaram de novo Pedro e João e ordenaram-lhes que, de modo algum, falassem ou ensinassem em nome de Jesus. 19Pedro e João responderam: “Julgai vós mesmos, se

é justo diante de Deus que obedeçamos a vós e não a Deus! 20Quanto a nós, não nos podemos calar sobre o que vimos e ouvimos”.
21Então, insistindo em suas ameaças, deixaram Pedro e João em liberdade, já que não tinham meio de castigá-los, por causa do povo. Pois todos glorificavam a Deus pelo que havia acontecido.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 117

          — Dou-vos graças, ó Senhor, porque me ouvistes.
— Dou-vos graças, ó Senhor, porque me ouvistes.

— Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! “Eterna é a sua misericórdia!” O Senhor é minha força e o meu canto, e tornou-se para mim o Salvador. “Clamores de alegria e de vitória ressoem pelas tendas dos fiéis.

— A mão direita do Senhor fez maravilhas, a mão direita do Senhor me levantou, a mão direita do Senhor fez maravilhas! O Senhor severamente me provou, mas não me abandonou às mãos da morte.

— Abri-me vós, abri-me as portas da justiça: quero entrar para dar graças ao Senhor! “Sim, esta é a porta do Senhor, por ela

só os justos entrarão!” Dou-vos graças, ó Senhor, porque me ouvistes e vos tornastes para mim o Salvador!

EVANGELHO:  Mc 16,9-15

         – O Senhor esteja convosco.
          – Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo São Marcos.
          – Glória a vós, Senhor.

         9Depois de ressuscitar, na madrugada do primeiro dia após o sábado, Jesus apareceu primeiro a Maria Madalena, da qual havia expulsado sete demônios. 10Ela foi anunciar isso aos seguidores de Jesus, que estavam de luto e chorando. 11Quando ouviram que ele estava vivo e fora visto por ela, não quiseram acreditar.
12Em seguida, Jesus apareceu a dois deles, com outra aparência, enquanto estavam indo para o campo. 13Eles também voltaram e anunciaram isso aos outros. Também a estes não deram crédito. 14Por fim, Jesus apareceu aos onze discípulos enquanto estavam comendo, repreendeu-os por causa da falta de fé e pela dureza de coração, porque não tinham acreditado naqueles que o tinham visto ressuscitado.

/> 15E disse-lhes: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura!”

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

[apss_share]

Comentário do Evangelho

Sábado na oitava da Páscoa. Testemunho do redator final do Evangelho de Marcos, que acrescentou estes versículos com uma síntese das aparições, uma crítica feita por Jesus e o envio em missão. Jesus apareceu a Maria Madalena, aos dois discípulos de Emaús e aos Onze que tomavam juntos uma refeição. Enquanto não viram, os Onze tiveram dificuldade em acreditar no relato dos que tinham visto. Jesus os censura pela falta de fé e pela dureza de coração, mas os envia em missão. “Vão e anunciem a Boa-Nova a todo mundo no mundo inteiro.” Os autores sagrados usam o verbo “ver” quando falam de Cristo Ressuscitado. Aqui e no fim do Quarto Evangelho é empregado o verbo “aparecer”, usado normalmente nos relatos antes da morte de Cristo. As passagens com o verbo “aparecer” foram acrescentadas ao texto já pronto. Na verdade, se Jesus aparece, precisa ser visto, mesmo quando aparece oculto nos irmãos e irmãs. Jesus, o Verbo encarnado, é visto nos homens e nas mulheres que conosco vivem, e assim a visão não é ilusória.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial
Estamos no último dia da Oitava da Páscoa. Hoje, é o evangelista Marcos quem nos apresenta o encontro do Ressuscitado com Maria Madalena e com os discípulos, em diversos momentos. O relato nos coloca diante da mesma experiência vivida pelos personagens que lemos ao longo da semana: a dificuldade em acreditar que o Senhor verdadeiramente ressuscitou e está vivo. Por isso, Jesus critica a falta de fé e a dureza de coração de seus discípulos.
Peçamos que o Espírito Santo abra o nosso coração e nos torne sensíveis para reconhecermos o Senhor e acolhermos a sua Palavra. Rezemos: “Ó divino Espírito, ensina-me tudo quanto Jesus ensinou. Dá-me inteligência para entender; memória para lembrar; vontade dócil para praticar; coração generoso para corresponder aos teus convites. Amém.”

Leitura (Verdade)
Leia o texto pausadamente, quantas vezes julgar necessário, e procure relacioná-lo com outras narrativas da aparição de Jesus, lidas durante a semana. Quais são as testemunhas da ressurreição que aparecem no texto? Por que sentem dificuldade de acreditar que Jesus ressuscitou? Qual pedido Jesus faz aos seus discípulos?
Como foi difícil para os discípulos compreenderem a ressurreição de Jesus. Antes de sua morte, Jesus mesmo os advertiu: “‘Vede, estamos subindo para Jerusalém, e vai se cumprir tudo o que foi escrito pelos profetas sobre o Filho do Homem. Ele será entregue aos gentios, zombarão dele, o insultarão e nele cuspirão. Depois de o açoitar, vão matá-lo, mas no terceiro dia, ele ressuscitará’. Eles nada compreenderam de tudo isso: o sentido da palavra lhes ficava encoberto e eles não entendiam o que lhes era dito” (Lc 18,31-34).
Ressuscitado, Jesus se manifestou diversas vezes, e essas pessoas se tornaram testemunhas da sua ressurreição. Porém, ainda assim, muitos não acreditaram. É por isso que Jesus os critica: “Ele os criticou pela falta de fé e pela dureza de coração, porque não tinham acreditado naqueles que o tinham visto ressuscitado”.
Por fim, Jesus envia seus discípulos: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa Nova a toda criatura”. O próprio Senhor estava com eles e confirmava sua missão por meio dos sinais que os acompanhavam.

Meditação (Caminho)
O que o texto diz a você? Qual palavra encontrou sintonia com a realidade que você está vivendo? Como as palavras de Jesus ecoaram em seu coração: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai a Boa Nova a toda criatura”? Por que Jesus critica a falta de fé e a dureza de coração? Como você testemunha a sua fé? De que forma anuncia a Boa-Nova de Jesus?

Oração (Vida)
Doxologia Pascal (Gregório de Nissa)
“Ó Páscoa, grande e santo mistério, que purifica todo o universo. Desejo falar-te como se tivesses alma. Ó Verbo de Deus, Luz e Vida, Sabedoria e Poder! Eu te saúdo com teus múltiplos nomes: Preclaro rebento, aragem e imagem do Espírito! Ó Palavra de Deus, ser visível que tudo assumes e tudo governas com teu poder! Digna-te escutar minhas palavras: elas não são o início, mas, com certeza, o complemento de minha oferta.”

Contemplação (Vida e Missão)
Sintetize em poucas palavras o apelo que o Senhor despertou em seu coração, para colocá-lo em prática durante o dia. O que você se propõe a viver? Como pretende atingir esse propósito?

Bênção
– Que Deus nos abençoe e nos guarde. Amém.
– Que Ele nos mostre a Sua face e se compadeça de nós. Amém.
– Que volte para nós o Seu olhar e nos dê a paz. Amém.
– Abençoe-nos, Deus misericordioso, Pai, Filho e Espírito Santo. Amém.

[apss_share]