Liturgia diária, Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra - Lc 21,5-11

Na liturgia diária de hoje lemos o Evangelho: Lc 21,5-11

Não se deixe enganar pelos com anúncios de que Jesus está voltando. Haverá um fim dos tempos e um juízo final. Quando será, não sabemos, e nem como será.

Façamos a oração do dia: Pai, teu Filho Jesus é sinal de tua presença no meio da humanidade. Que eu saiba acolhê-lo como manifestação de tua misericórdia, e só nele colocar toda a minha segurança.

34ª Semana do Tempo Comum – Ano Litúrgico A

Liturgia do dia 24 de novembro de 2020

PRIMEIRA LEITURA: Ap 14,14-19

Leitura do Livro do Apocalipse de São João – Eu, João, 14na minha visão, vi uma nuvem branca e sentado na nuvem alguém que parecia um “filho de homem”. Tinha na cabeça uma coroa de ouro e, nas mãos, uma foice afiada. 15Saiu do Templo outro anjo, gritando em alta voz para aquele que estava sentado na nuvem: “Lança tua foice, e ceifa. Chegou a hora da colheita. A seara da terra está madura!” 

16E aquele que estava sentado na nuvem lançou a foice, e a terra foi ceifada. 17Então saiu do templo que está no céu mais um anjo. Também ele tinha nas mãos uma foice afiada. 18E saiu, de junto do altar, outro anjo ainda,

aquele que tem o poder sobre o fogo. Ele gritou em alta voz para aquele que segurava a foice afiada: “Lança a foice e colhe os cachos da videira da terra, porque as uvas já estão maduras”. 19E o anjo lançou a foice afiada na terra, e colheu as uvas da videira da terra. Depois, despejou as uvas no grande lagar do furor de Deus.

– Palavra do Senhor.
– Graças a Deus.

SALMO 96(95) 

— O Senhor vem julgar nossa terra.
— O Senhor vem julgar nossa terra.

— Publicai entre as nações: “Reina o Senhor!” Ele firmou o universo inabalável, e os povos ele julga com justiça.

— O céu se rejubile e exulte a terra, aplauda o mar com o que vive em suas águas; os campos com seus frutos rejubilem e exultem as florestas e as matas.

— Na presença do Senhor, pois ele vem, porque vem para julgar a terra inteira. Governará o mundo todo com justiça, e os povos julgará com lealdade.

EVANGELHO:  Lc 21,5-11

– O Senhor esteja convosco.
– Ele está no meio de nós.
– Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo † segundo

São Lucas
– Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 5algumas pessoas comentavam a respeito do Templo que era enfeitado com belas pedras e com ofertas votivas. Jesus disse: 6“Vós admirais estas coisas? Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído”. 7Mas eles perguntaram: “Mestre, quando acontecerá isto? E qual vai ser o sinal de que estas coisas estão para acontecer?”

 8Jesus respondeu: “Cuidado para não serdes enganados, porque muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Sou eu!’ E ainda: ‘O tempo está próximo’. Não sigais essa gente! 9Quando ouvirdes falar de guerras e revoluções, não fiqueis apavorados. É preciso que estas coisas aconteçam primeiro, mas não será logo o fim”. 

10E Jesus continuou: “Um povo se levantará contra outro povo, um país atacará outro país. 11Haverá grandes terremotos, fomes e pestes em muitos lugares; acontecerão coisas pavorosas e grandes sinais serão vistos no céu”.

– Palavra da Salvação
– Glória a vós Senhor.

COMENTÁRIO DO EVANGELHO

Admiravam a beleza do Templo reformado por Herodes, mas, como tudo neste mundo, também

as belas construções de material sólido chegam ao fim de diversas maneiras. Umas duram mais, outras menos, se desfazem com o tempo, se desfazem com as guerras, com cataclismos, de alguma maneira perecem. Por isso, não há nada de extraordinário na afirmação de Jesus, de que “não ficará pedra sobre pedra”. E não ficou.

Os romanos, comandados por Vespasiano, cercaram a cidade. O general Tito, filho de Vespasiano, assumiu o comando e iniciou o ataque destruindo as muralhas e incendiando o Templo. Foi no ano 70 da nossa era. Foi o “fim do mundo”, mas não foi o fim de tudo. Guerras e terremotos fazem parte da vida do planeta.

Não se deixe enganar pelos profetas de mau agouro, com anúncios de que Jesus está chegando ou que o tempo está próximo. Haverá um fim dos tempos e um juízo final. Quando será, não sabemos, nem como será.

LEITURA ORANTE

Oração Inicial

Com a confiança e a esperança de que o Senhor nos ilumina para vivermos bem este dia com a sua Palavra, iniciemos a nossa oração. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Jesus Divino Mestre, dai-nos a graça de escutar e amar a vossa palavra, para que produza fruto em nossos corações. Falai, Senhor, que vosso (a) discípulo (a) vos escuta.

Leitura (Verdade)

O que diz o texto bíblico? “Mestre, quando será, e qual o sinal de que isso está para acontecer?” Essa é a pergunta que os discípulos fazem a Jesus no Evangelho de hoje. Faça a leitura do texto quantas vezes julgar necessário, destacando as palavras que mais se destacam. Quais são as palavras de Jesus? Qual é a preocupação dos discípulos? Qual é a mensagem central do Evangelho?

“Pela terceira vez Jesus prediz a destruição do faustoso Templo de Jerusalém, que aconteceria no ano 70. Na resposta à pergunta, Jesus distingue o fim de Jerusalém do fim do mundo. De resto, Jesus não teve muito apreço ao famoso Templo, que se havia desvirtuado e transformado em covil de ladrões.

E nos alerta sobre os impostores de ontem e de hoje. O medo, adverte Jesus, não é uma virtude e não deve marcar a vida dos discípulos. O templo mais bonito, onde Deus faz questão de habitar, é a pessoa humana. Somos templos vivos. Com pedras vivas que sua Igreja é formada. E esta não passará. Mais que o medo do futuro, o cristão preocupa-se com o presente e vive a esperança, que é certeza.” 

Meditação (Caminho)

O que o texto diz para mim? Leia novamente o Evangelho e identifique o caminho que Jesus lhe indica. Qual ensinamento Ele lhe transmite por meio da Palavra?

Peça ao senhor que lhe ajude a discernir, entre as tantas opiniões e informações de nosso tempo, os caminhos de seu Espírito.

Oração (Vida)

Momento de oração. Agradeça a riqueza da Palavra de Deus e os ensinamentos escondidos em cada palavra. Agradeça os convites, apelos, desafios que o Senhor o(a) convida a viver neste dia.

O que o texto o(a) leva a dizer a Deus? Neste momento de oração, coloque-se diante de Deus e reze com todo o seu ser. Ele está com você e deseja escutar a sua voz. Apresente-lhe sua vida e a vida de seus irmãos e irmãs que sofrem e conclua sua oração com o Pai-Nosso.

Contemplação (Vida e Missão)

Meditar a frase: “Cuidado para não serdes enganados, porque muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Sou eu!’ ”. O que a Palavra o(a) convida a viver neste dia?

Bênção

O Senhor, Deus de amor e paz, habite em vossos corações, oriente os vossos passos e confirme os vossos corações em seu amor. Que essa benção desça sobre você, sua família, seus trabalhos e suas decisões.

  • O Senhor Deus nosso Pai esteja sempre conosco.
  • Ele está no meio nós.

Oremos: “Senhor nosso Deus, Que enviastes Vosso Filho ao mundo Para curar as nossas enfermidades, Levar sobre Si as nossas dores, Redimir nossos pecados e Nos dar a Vida Eterna que vem de Vós, Tendes Piedade de nós!

Deus Misericordioso, Que cuida de todas as Vossas Criaturas, Atendei as nossas suplicas, e Segundo a Vossa Vontade, Protegei o Vosso Povo, Oprimido por essa doença terrível. Guardai e mantenhais a saúde daqueles Que não contraíram essa doença e Dai Senhor, aos que a contraíram, Paciência fortalecida, fé renovada e A cura desse mal, Para que todos nós desfrutemos De plena e duradoura saúde! Por Jesus Cristo nosso Senhor.” Amém.

Todo o Louvor, toda a Honra, toda a Gratidão, Toda a Fé, toda a Confiança, Toda a Adoração e toda a Glória Sejam dadas aos Senhor nosso Deus, Agora e para sempre! Em Nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo! Amém.

Confira a Homilia dominical.Clique aqui